Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331812
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Resistência da união e adaptação marginal interna de compósitos odontológicos "bulkfill" experimentais à base de monômero elastomérico
Title Alternative: Bond strength and internal marginal adaptation of experimental bulkfill resin composites based on elastomeric monomer
Author: Vercellino, Mariana Vianna, 1986-
Advisor: Correr, Americo Bortolazzo, 1981-
Abstract: Resumo: O objetivo no estudo foi avaliar a influência de tipos e concentrações do monômero uretano na resistência da união à microtração (RU) e adaptação interna (AI) de compósitos resinosos bulkfill experimentais inseridos em cavidades tipo Classe I. Foram formulados compósitos bulkfill experimentais utilizando dois monômeros uretanos: UDMA (U) ou Exothane 24 (E) em diferentes concentrações (2,3 mol%, 5,75 mol% ,11,5 mol%). Assim, 6 compósitos experimentais foram avaliados: U2,3, U5,75, U11,5, E2,3, E5,75 e E11,5 (n=10). O compósito comercial Tetric EvoCeram Bulkfill (T) foi utilizado como controle. Os compósitos foram inseridos nas cavidades com dimensões de 7x4x4 mm, confeccionadas na câmara pulpar de terceiros molares humanos hígidos e fotoativados com aparelho LED "multiwave" (Valo Cordless) com irradiância de 1000 mW/cm2, durante 20 segundos. As amostras foram armazenadas por 24 horas em estufa a 37°C e seccionados em fatias, das quais uma foi utilizada para avaliação da AI e as demais seccionadas em palitos para avaliação da RU. O teste da RU foi realizado em máquina de ensaio (EZ Test) com velocidade de 1 mm/min. As falhas foram avaliadas em microscópio eletrônico de varredura (MEV) e classificadas em: coesiva em compósito, coesiva em adesivo, e mista (mais de um material/substrato envolvido). Para avaliação da AI, réplicas em resina epóxica das fatias foram avaliadas em MEV e no software ImageJ (NIH), determinando o perímetro total da interface de união e a extensão das fendas. Os dados foram avaliados por análise de variância de dois fatores (monômero e concentração) e teste de Tukey. Para a comparação com o grupo controle foi realizada análise de variância um fator (compósito) e teste de Dunnet ('alfa'=0,05). Os compósitos formulados com Exothane 24 apresentaram RU significativamente superior aos compósitos contendo UDMA nas três concentrações propostas. A menor concentração dos monômeros (2,3%) produziu RU significativamente superior às concentrações de 5,75% e 11,5%, que não diferiram entre si, para ambos monômeros. Os compósitos contendo 5,75% e 11,5% de UDMA apresentaram RU significativamente inferior ao compósito Tetric EvoCeram Bulkfill. Para a avaliação da formação de fendas, não houve diferença estatisticamente significativa entre os dois monômeros para as três concentrações propostas, nem para o grupo controle. As menores concentrações de ambos monômeros uretanos (2,3%) apresentaram menor formação de fendas em relação às concentrações 5,75% e 11,5%, que não diferiram entre si. A falha mista foi predominante para todos os grupos. Falhas coesivas em adesivo ocorreram em maior prevalência nos grupos U11,5 (35,71%), E11,5 (11,11%) e T (12,76%) em relação aos demais grupos, em que as falhas deste tipo variaram de 0 a 5,26%. Poucas falhas coesivas em compósito ocorreram (grupos U2,3 (4,87%) e T (2,12%)). Não foram observadas falhas coesiva em dentina e adesiva. Concluiu-se que monômero Exothane 24 produziu compósitos resinosos do tipo bulkfill com maior resistência da união e predominância de falhas mistas que os compósitos com UDMA, porém sem diferir na adaptação interna. Os melhores resultados foram apresentados pelo compósito experimental bulkfill com baixa concentração (2,5%) de Exothane 24

Abstract: The aim of this study was to evaluate the influence of type and concentration of urethane monomers on microtensile bond strength (RU) and internal adaption (AI) of experimental bulkfill resin composites inserted in class I cavities. There were formulated experimental bulkfill composites containing two urethane monomers: UDMA (U) or Exothane 24 (E) in different concentrations (2.3mol%, 5.75mol% and 11.5mol%). Thus, 6 experimental composites were evaluated: U2.3, U5.75, U11.5, E2.3, E5.75 and E11.5 (n=10). The composite Tetric EvoCeram Bulkfill (T) was used as control group. The composites were inserted in cavities with 7X4X4 mm dimension, performed at the pulp chamber of human third molars, and light activated with a polywave LED (Valo Cordless) with irradiance of 1000 mW/cm2 during 20 sec. The samples were stored at 37°C for 24 hours and sectioned in slices, witch one slice was used to evaluate the AI and the others sectioned to form beams to evaluate the RU. The RU test was performed on a test machine (EZ Test) with a speed rate of 1mm/minute. Failures were evaluated in a scanning electron microscope (MEV) and classified in cohesive in composite, cohesive in adhesive and mixed (more than one material/substrate involved). To evaluate the AI, replicas in epoxy resin were evaluated in MEV and in ImageJ software (NIH), determining the total perimeter of the bonding interface and the extent of the gaps. Data were evaluated using two-way ANOVA (monomer and concentration) and Tukey test. To comparison with control group one-way ANOVA and Dunnet tests were realized ('alpha'=0,05). The composites formulated with Exothane 24 presented significantly higher RU than the UDMA-containing composites for the three concentrations. The lower concentration of the monomers (2.3%) produced RU significantly higher than the 5.75% and 11.5% concentrations, which did not differ between them, for both monomers. Only the composites containing 5.75% and 11.5% of UDMA showed significantly lower bond strength than the Tetric EvoCeram Bulkfill composite. For internal adaptation, there was no statistically significant difference between the two monomers for the three concentrations, neither for the control group. The lower concentration for both urethane monomers (2.3%) presented lower gap formation in comparison to 5.75% and 11.5% concentrations, which did not differ between them. Mixed failure was predominant for all groups. Cohesive in adhesive failures occurred in higher prevalence in U11.5 (35.71%), E11.5 (11.11%) and T (12.76%) groups in relation with the other groups which varied in 0% to 5.26%. Few cohesive in composite failures occurred (groups U2.3 (4.87%) and T (2.12%)). There was no cohesive in dentin and adhesive failures. It is concluded that Exothane 24 monomer produced bulkfill resin composites with higher bond strength and predominance mixed failures than UDMA composites, but did not differ at the internal adaptation. The best results were presented by the experimental compound bulkfill with low concentration (2.5%) of Exothane 24
Subject: Resinas compostas
Resistência à tração
Adaptação marginal dentária
Microscopia eletrônica de varredura
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: VERCELLINO, Mariana Vianna. Resistência da união e adaptação marginal interna de compósitos odontológicos "bulkfill" experimentais à base de monômero elastomérico. 2018. 1 recurso online (85 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331812>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vercellino_MarianaVianna_M.pdf2.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.