Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331783
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Uma história transnacional da modernidade : produção de sujeitos e objetos da modernidade por meio dos conceitos de civilização e cultura e do patrimônio etnográfico e artístico
Title Alternative: A transnational history of modernity : production of subjects and objects of modernity through the concepts of civilization and culture and the ethnographic and artistic heritage
Author: Lowande, Walter Francisco Figueiredo, 1983-
Advisor: Rubino, Silvana, 1959-
Abstract: Resumo: Pretendo apresentar nesta tese uma "história transnacional da modernidade" que dê conta da produção de modernidades específicas por meio de determinados processos de subjetivação e objetificação possibilitados por "híbridos" conceituais e patrimoniais. A modernidade é entendida aqui como uma ideologia que se reproduz pela produção de seus sujeitos e seus objetos, englobando outras ideologias ou complexos simbólicos em sua configuração universalista. Sua expansão se dá por meio da circulação transnacional de "coisas", que podem ser pessoas, ideias ou recursos e que podem ser produzidas tanto como sujeitos quanto como objetos da modernidade, dependendo da forma como se relacionam com determinados tipos de "híbridos". Esses "híbridos", por sua vez, são um outro tipo de "coisas", produzidos por e produtores dos sujeitos e objetos da modernidade e situados entre eles. Assim, os conceitos de civilização e cultura e os patrimônios culturais, entendidos como "híbridos", não são encarados aqui como meros produtos de determinados sujeitos, mas, igualmente, como os próprios produtores desses sujeitos e de seus objetos. Os "sujeitos" produzidos por essas relações são antropólogas e antropólogos, bem como agentes da burocracia estatal voltada para a produção de uma ideologia nacionalista moderna. O "objeto" é a própria modernidade, ora moldada pelo conceito de "civilização" ora pelo conceito plural de "cultura". Para tanto fez-se necessário propor uma reconsideração da história dos conceitos e da história do patrimônio cultural à luz da ideia de "híbrido" proposta por Bruno Latour. Além disso, busquei apontar a gênese e os limites semânticos propostos nesta tese para os conceitos de modernidade, civilização, cultura e barbárie. O método utilizado articula a história transnacional, uma interpretação crítica de documentos, sobretudo correspondências, colecionados em instituições arquivísticas modernas, e uma perspectiva narrativa que possibilite evocar não só sujeitos históricos, mas os seus objetos e os híbridos, conceituais e patrimoniais, que produziram a ambos. As redes de circulação transnacional abordadas correspondem àquilo que chamo, na primeira parte da tese, de "americanismo" e, na segunda parte, "interamericanismo", cada uma delas correspondente a diferentes configurações relacionais e ideológicas diretamente conectadas à produção da própria modernidade nacional brasileira. Na terceira parte, restrinjo o foco a fim de tratar de duas redes relacionais transregionais, a primeira tecida a partir do Rio de Janeiro e a segunda de São Paulo. Em ambas, demonstro como a coleta, organização e interpretação de determinadas formas de patrimônio etnográfico e artístico possibilitaram a produção tanto de sujeitos como objetos de modernidades alternativas nacionais

Abstract: I intend to present in this dissertation a "transnational history of the modernity" capable to explain the production of specific modernities by means of certain subjectivation and objectification processes made possible by conceptual and heritage "hybrids". The modernity is understood here as an ideology which reproduce itself by the production of its subjects and objects, encompassing other ideologies or symbolic complexes within its universalistic configuration. Its expansion occurs thanks the transnational circulation of "things", which may be people, ideas, and resources, and which can be produced both as subjects and objects of the modernity, depending on the way of how they are related to certain kinds of "hybrids". These "hybrids", in turn, are another kind of "things", produced by and producer of the subjects and objects of modernity and located between then. Therefore, the concepts of civilization and culture and the cultural heritages, token as "hybrids", are not faced here as mere products of certain subjects, but, likewise, as the very producers of these subjects and his objects. The subjects produced by these relations are anthropologists, as well agents of the state bureaucracy focused on the construction of a modern nationalist ideology. The object is the very modernity, now wrought by the concept of civilization, or by the plural concept of culture. Therefore, it was necessary to offer a reconsideration of the conceptual history and the cultural heritage history in light of the idea of "hybrid" proposed by Bruno Latour. Also, I tried to point out the semantical genesis and the limits of the concepts of modernity, civilization, culture and barbarism. The method used articulates the transnational history, a critical interpretation of documents, especially correspondences, collected in modern arquivistics institutions, and a narrative perspective that allow to evoke not only historical subjects, but his objects and the conceptual and heritage hybrids which produced the both. The transnational networks of circulation approached correspond to what I call, in the first part of this dissertation, "Americanism" and "Inter-Americanism", each one related to different relational and ideological configurations directly connected to the production of the very Brazilian national modernity. In the third part, I restrict the focus in order to approach two transregional relational networks, the first one woven from Rio de Janeiro, and the second one from São Paulo. In both of them, I show how the collect, organization and interpretation of certain kinds of ethnographic and artistic heritage allowed the production of both the subjects and objects of alternative national modernities
Subject: Modernidade
Transnacionalismo
Civilização
Cultura
Patrimônio cultural
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: LOWANDE, Walter Francisco Figueiredo. Uma história transnacional da modernidade: produção de sujeitos e objetos da modernidade por meio dos conceitos de civilização e cultura e do patrimônio etnográfico e artístico. 2018. 1 recurso online ( 538 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331783>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lowande_WalterFranciscoFigueiredo_D.pdf3.99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.