Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331779
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Autocuidado e práticas integrativas e complementares
Title Alternative: Self-care and integrative and complementary practices
Author: Gomes, Thais da Cunha, 1984-
Advisor: Barros, Nelson Filice de, 1968-
Abstract: Resumo: No contexto contemporâneo somos incitados diariamente a nos reconhecermos como responsáveis pela prevenção de doenças e manutenção de um bom estado de saúde, habilitando-nos, então, em diferentes práticas de autocuidado. Presume-se que autocuidado como discurso e prática não descreve um território neutro, devendo, assim, ser problematizado. O segundo pressuposto diz respeito à importância de tornar visível a diversidade destas práticas para multiplicar as possibilidades desse exame. Partindo destes preceitos, esta dissertação tem como objetivo analisar os sentidos de autocuidado relacionado às Práticas Integrativas e Complementares na literatura. Foram realizadas duas revisões, na primeira, foram consultadas teses e dissertações, livros, documentos de políticas públicas, relatórios de pesquisa de mercado e artigos indexados na Biblioteca Virtual em Saúde e na biblioteca eletrônica do Scielo. Na segunda, foram selecionados artigos científicos indexados de abordagem qualitativa com os termos "autocuidado" e "Práticas Integrativas e Complementares" no título, nas palavras-chaves ou resumo, publicados no período de 2012 a 2016, nas seguintes bases de dados: Biblioteca Virtual em Saúde, PubMed, Scopus, Embase, Web of Science, ProQuest Central, Cinhal (EBSCO), Academic Search Premier (EBSCO HOST), Jstor, Sage. Os resultados foram submetidos à análise temática e examinados em metassínteses. Como temas principais, identificamos: a centralidade da ciência e biomedicina na definição de práticas legítimas de saúde; relações entre autocuidado, subjetividades e sociabilidades contemporâneas; aspectos relacionados à expansão e institucionalização do autocuidado com uso de PIC; questões metodológicas sobre a produção de conhecimentos relativos à eficácia e fatores de uso de tais práticas de saúde e os sentidos desenvolvidos pelos sujeitos nas experiências propiciadas por tais cuidados. Concluímos que pesquisas qualitativas e o pluralismo metodológico demonstram ser essenciais para a produção de conhecimento sobre PIC, tanto para a compreensão dos sentidos experimentados e produzidos pelos sujeitos quanto, e principalmente, para que não haja aferições que simplifiquem, ou até mesmo, estereotipem e colonizem a diversidade e complexidade de tais práticas de saúde

Abstract: In the contemporary context, we are routinely urged to recognize ourselves as responsible beings for the prevention of diseases and maintenance of a good state of health, thus enabling us in different practices of self-care. The research developed in this dissertation mobilizes two initial assumptions: it is assumed that self-care as a discourse and practice does not describe a neutral territory and should be problematized. The second assumption concerns the importance of making the diversity of these practices visible in order to multiply the possibilities of such an examination. . Based on these precepts, this dissertation aims to analyze the meanings of self-care in relation to Integrative and Complementary Practices (ICP) in the literature, thus, two reviews were made. In the first review, we consulted theses and dissertations, books, public policy documents, market research reports and articles indexed in the Virtual Health Library and the Scielo electronic library. In the second review, we selected indexed scientific articles of qualitative approach with the terms "self-care" and "Integrative and Complementary Practices" in the title, in keywords or abstract, published from 2012 to 2016 in the following databases: Virtual Health Library, PubMed, Scopus, Embase, Web of Science, ProQuest Central, Cynal (EBSCO), Academic Search Premier (EBSCO HOST), Jstor, Sage. The results were submitted to thematic analysis and examined in metassynthesis. We identified as main themes: the centrality of science and biomedicine in the definition of legitimate health practices; relations between self-care, subjectivities and contemporary sociabilities; aspects related to the expansion and institutionalization of self-care using ICP; methodological questions about the production of knowledge regarding the efficacy and factors of use of such health practices and the senses developed by the subjects in the experiences provided by such care. We conclude that qualitative research and methodological pluralism demonstrate to be essential for the production of knowledge about ICP, for the understanding of the senses experienced and produced by the subjects and, mainly, to avoid measurements that simplify or even stereotype and colonize the diversity and complexity of such health practices
Subject: Autocuidado
Terapias complementares
Pesquisa qualitativa
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: GOMES, Thais da Cunha. Autocuidado e práticas integrativas e complementares. 2018. 1 recurso online ( 140 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331779>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gomes_ThaisDaCunha_M.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.