Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331768
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: O canteiro como laboratório da história : Piero Sanpaolesi, o seu tempo e o ideal do arquiteto restaurador
Title Alternative: The worksite as laboratory of history : Piero Sanpaolesi and the ideal of architect-restorer
Author: Freitas, Pedro Murilo Gonçalves de, 1982-
Advisor: Tirello, Regina Andrade, 1957-
Abstract: Resumo: A presente tese tem por objetivo investigar a obra conceitual desenvolvida experimentalmente por Piero Sanpaolesi, engenheiro e arquiteto, professor e restaurador que colaborou para as discussões e o desenvolvimento da Restauração Arquitetônica como atividade projetual na segunda metade do século XX. No contexto do pós-guerra italiano, Sanpaolesi procurou reafirmar as competências dos arquitetos diante da responsabilidade das intervenções no patrimônio arquitetônico e contribuir para a qualificação da Restauração como ciência da conservação. O trabalho reúne dados de arquivo, textos e materiais pouco conhecidos ou recentemente disponíveis para traçar a evolução de suas posturas a favor da conservação da arquitetura em sua carreira profissional e ponderar sobre a elaboração intrínseca de uma atividade de pesquisa e investigação crítica da história dos edifícios e obras de arte em que atuou. Defende-se, nesta tese, a importância do pensamento prático do professor para a Restauração Arquitetônica que, por meio do raciocínio dedutivo das operações no canteiro de restauração, visto como laboratório essencial da história da arquitetura, procurou agregar à formação dos arquitetos um método de estudo crítico da história dos edifícios antigos em que tinha predominância absoluta o confronto direto com a materialidade dos bens culturais. Sustenta-se ainda que, motivado pelo ideal da tradicional figura do arquiteto restaurador, o professor procurou restabelecer um continuum com as práticas da restauração do passado para adequá-las às novas exigências conservativas construídas na Itália após o período bélico, entre elas, a profissionalização do canteiro, o usufruto de conhecimentos científicos no exame e na intervenção na arquitetura existente e a recuperação do "saber fazer" prático (e conservativo) da tradição. A tese visa contribuir para o aprofundamento das discussões brasileiras na área, orientando-se também para ponderar sobre suas possíveis reverberações no Brasil, em especial, contra a tendência que minimiza a Restauração Arquitetônica como atribuição profissional dos arquitetos

Abstract: This thesis aims to investigate the conceptual work developed experimentally by Piero Sanpaolesi, engineer and architect, professor and restorer who collaborated for the discussions and development of Architectural Restoration as a project activity in the second half of the 20th century. In Italian post-war period, Sanpaolesi sought to reaffirm the skills of architects responsible for interventions on architectural heritage and to qualify Restoration as a conservation science. The work uses documents from archives, texts and materials mostly unknown or just recently made available to trace the evolution of Sanpaolesi¿s positions towards architectural conservation during his professional career. His approach considers the intrinsic elaboration of critical investigation of buildings and works of art in which he acted on. In this thesis, we defend the importance of Sanpaolesi's practical thinking in the field of Architectural Restoration based on deductive reasoning of restoration operations on the worksite, meant to serve as an essential laboratory for the development of history of architecture. His views aimed to combine the different backgrounds and training of architects in a single method of critical study of the history of ancient buildings. He believed that historical research could only be possible if carried out in direct confrontation with the materiality of cultural heritage. It is also argued that, motivated by the ideal of the traditional figure of the architect restorer, Sanpaolesi sought to re-establish a continuum with past practices of restoration in order to adapt them to new conservative demands required in Italy after the war, such as the use of scientific knowledge in the examination and intervention of existing architecture and the recovery of practical (and conservative) know-how from tradition. The thesis aims to contribute to the deepening of Brazilian discussions in the field, also orienting itself to ponder its own possible reverberations in Brazil, in particular against the tendency that minimizes architectural restoration as a professional ascription of architects
Subject: Arquitetura - Conservação e restauração - Itália
Arte - Conservação e restauração - História
Reconstrução (1939-1951) - Itália
Canteiro de obras
Arquitetos - Itália - Séc. XX
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FREITAS, Pedro Murilo Gonçalves de. O canteiro como laboratório da história: Piero Sanpaolesi, o seu tempo e o ideal do arquiteto restaurador. 2018. 1 recurso online ( 324 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331768>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FEC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Freitas_PedroMuriloGoncalvesDe _D.pdf33.28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.