Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331727
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação de incidência de eventos cardiovasculares de pacientes hipertensos resistentes : análise de coorte retrospectiva em ambulatórios especializados
Title Alternative: Incidence evaluation of cardiovascular event of resistant hypertensive patients : retrospective cohort analysis in specialized outpatient clinics
Author: Brunelli, Veridiana, 1984-
Advisor: Moreno Junior, Heitor, 1958-
Abstract: Resumo: Introdução: Sabe-se que o risco cardiovascular (CV) aumenta com a falta de controle pressórico, além de outros fatores como diabetes mellitus, lesão em órgãos-alvo, obesidade, altas taxas de ingestão de sódio, sexo feminino e raça negra. Além disso, as doenças CV são causa de morte de 17,5 milhões de pessoas no mundo todos os anos, sendo a hipertensão arterial responsável por 14% das mortes no Brasil. Objetivos: O presente estudo avaliou (1) a ocorrência de eventos cardiovasculares ¿ acidente vascular cerebral (AVC), infarto do miocárdio (IM) e morte ¿ assim como, (2) os fatores associados à ocorrência de tais eventos, na população de hipertensos resistentes em ambulatórios especializados entre os anos de 1998 e 2017. Desenho de estudo e Métodos: Este estudo de coorte retrospectiva incluiu 156 pacientes com hipertensão arterial resistente (HAR) regularmente atendidos e acompanhados em ambulatórios especializados a partir de 1998 - Hospitais de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Foram avaliadas características gerais (idade, raça, gênero), exames bioquímicos, parâmetros antropométricos (índice de massa corporal), clínicos (pressão arterial ambulatorial e de consultório, hipertrofia cardíaca, microalbuminúria) e medicações em uso em dois períodos distintos, sendo a primeira e última consultas dos pacientes em seguimento. Resultados: Observou-se que, após a média de cinco anos de seguimento em ambulatórios especializados, 9% dos pacientes HAR apresentaram evento CV: AVC (6%); IM (3%) e morte (0,6%). Os pacientes HAR, ao final do seguimento, apresentaram um perfil clínico mais favorável em comparação ao momento inicial, quando foram observadas: (1) melhora do perfil pressórico de consultório (PAS: -18mmHg; PAD: -12mmHg) e 24h ( PAS 24h: -9mmHg; PAD 24h: -7mmHg) e (2) dos níveis de LDL-colesterol (-9,03mg/dL). A redução dos parâmetros pressóricos foi decorrente de alterações na conduta terapêutica, com aumento da prescrição de diferentes classes de anti-hipertensivos. De maneira interessante, o diabetes e uso de betabloqueadores no início do seguimento, foram associados, de maneira independente, à redução da pressão arterial sistólica no final do seguimento, assim como as estatinas. Por outro lado, a presença de obesidade foi associada inversamente à redução desses níveis. Os pacientes HAR que apresentaram algum evento CV tinham, tanto o nível pressórico de 24h quanto o de triglicérides, mais elevados em relação aos pacientes HAR que não apresentaram nenhum evento. Conclusão: Através do tratamento farmacológico otimizado, a redução dos parâmetros pressóricos e do perfil lipídico, pode ter sido favorável à baixa ocorrência de eventos CV na população estudada. Esses dados sugerem a importância de se prestar atendimento individualizado aos pacientes de alto risco CV. Além disso, o conhecimento dos fatores de risco CV pode contribuir para melhor se guiar a terapia farmacológica e, consequentemente, proporcionar maior sobrevida a grupos de alto risco CV, como o de pacientes HAR

Abstract: Background: It is known that cardiovascular (CV) risk increases with lack of blood pressure (BP) control, in addition to other factors such as diabetes mellitus, target organ damage, obesity, high sodium intake, female sex and black race. In addition, CV diseases are responsible for the deaths of 17.5 million people worldwide, it being known that hypertension accounts for 14% of deaths in Brazil. Objectives: This study evaluated (1) the occurrence of CV events - stroke, myocardial infarction (MI) and death - as well as (2) factors associated with the occurrence of such events in the population of hypertensive specialized outpatient clinics between 1998 and 2017. Design and Methods: This retrospective cohort study included 156 patients with resistant hypertension (RH) regularly attended and followed up in specialized outpatient clinics from 1998 ¿ in Clinical Hospital of the State University of Campinas (UNICAMP) and Medical School of São José do Rio Preto (FAMERP). General characteristics (age, race, gender), biochemical tests, anthropometric parameters (body mass index), clinical parameters (ambulatory and office BP, cardiac hypertrophy, microalbuminuria) and medications in use were evaluated in two distinct periods: at the beginning and at the end of this follow-up. Results: It was observed that, after a follow-up in specialized outpatient clinics that lasted, in average, five years, 9% of RH patients presented CV event: stroke (6%); MI (3%) and death (0.6%). At the end of the follow-up, the RH patients presented a more favorable clinical profile compared to the initial moment, when: (1) improvement of the office BP profile (SBP: -18mmHg; DBP: -12mmHg) and 24h: -9mmHg, DBP 24h: -7mmHg) and (2) LDL-cholesterol levels (-9.03mg/dL). The reduction in BP parameters was due to changes in therapeutic management, with an increase in the prescription of different classes of antihypertensives. Interestingly, diabetes and the use of beta-blockers at the beginning of follow-up were associated with a reduction in systolic BP in an independent way at the end of follow-up, as well as statins. On the other hand, the presence of obesity was inversely associated with the reduction of these levels. The RH patients who had a CV event had the 24h BP and the triglyceride levels higher than the RH patients who did not present any events. Conclusion: Through optimized pharmacological treatment the reduction of pressure parameters and lipid profile could have been favorable to the low occurrence of CV events in the study population. These data suggest the importance of providing individualized care to patients at high risk CV. In addition, knowledge of CV risk factors may contribute to better guiding pharmacological therapy and, consequently, providing greater survival rates to high-risk CV groups, such as in RH patients
Subject: Estudos de coortes
Hipertensão resistente à terapia convencional
Anormalidades cardiovasculares
Sistema cardiovascular - Fatores de risco
Tratamento
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BRUNELLI, Veridiana. Avaliação de incidência de eventos cardiovasculares de pacientes hipertensos resistentes: análise de coorte retrospectiva em ambulatórios especializados. 2018. 1 recurso online ( 74 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331727>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Brunelli_Veridiana_D.pdf2.46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.