Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331699
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: A transnacionalização da cultura dos Ballrooms
Title Alternative: The transnationalization of Ballroom culture
Author: Santos, Henrique Cintra, 1994-
Advisor: Palma, Daniela, 1972-
Abstract: Resumo: Este trabalho tem como objetivo analisar o processo de transnacionalização da cultura dos Ballrooms, com enfoque em seu desenvolvimento no território brasileiro, assim como as questões identitárias, performáticas e linguísticas que envolvem esse processo. A cultura dos Ballrooms, surgida em Nova York em meados do fim da década de 70, consiste em uma comunidade performática e de competição LGBT que, em sua formação original, era majoritariamente parte de uma expressão cultural negra e latina dos EUA. Desde a sua formação, suas práticas têm sido exploradas pela cultura mainstream e, dessa forma, sua existência ultrapassou os limites periféricos das grandes cidades norte-americanas e é hoje uma cultura em processo de transnacionalização com expressivas formações em países da Europa e América do Sul, especialmente o Brasil. Porém, apesar de haver esse movimento cultural transnacional e se tratar de uma cultura que, a priori, propõe uma prática subversiva contra as hegemonias que reprimem essas minorias, há um controle por parte das comunidades originárias dessa cultura (em específico, as norte-americanas) para que as comunidades europeias e latino-americanas respondam às demandas desses grupos originários e, mais do que isso, procurem por seu reconhecimento. Sendo assim, pretende-se aqui não apenas observar as práticas desses grupos, as questões de gênero e sexualidade que envolvem suas performances e o papel linguístico dentro dessa dinâmica grupal, mas também o processo pelo qual a transnacionalização se dá, quais diferenças e inovações nas práticas do grupo essa transnacionalização provoca e por quais dispositivos se dá o controle dessas comunidades pelos grupos "originais" americano

Abstract: The aim of this work is to analyze the process of transnationalization of the Ballroom culture, especially its development in Brazil, as well its aspects related to discussions about identity, performativity and language. The Ballroom culture, with its roots in the 70s in the city of New York, is a LGBT community based on performance and competition which has its origins in the black-latin american culture. Since its formation, its practices have been exploited by the mainstream culture and, therefore, its existence has overcome the limits of the suburbs of the major American cities and it is today a culture in the process of transnationalization with expressive formations in countries of Europe and South American, expecially Brazil. Although there is a transnational movement and the fact that it is a culture whose purposes, a priori, point out to a subversive approach against the hegemonic society that repress these people, there is a control by the communities where this culture has its origins (that is, the USA) that wants that the communities of Ballrooms in South America and Europe respond to the demands of the communities in USA and even seek for their recognition. Therefore, this work intends not only to observe the practices of these groups, the questions of gender and sexuality that are intrinsic to the performances of these communities, but also the process of transnationalization, what differences and innovations in the practices of these groups the transnationalization cause and by which means happens the control of these communities by the "original" north-american groups
Subject: Transnacionalismo - Aspectos culturais
Performance (Arte)
Sociolinguística
Linguagem e cultura
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SANTOS, Henrique Cintra. A transnacionalização da cultura dos Ballrooms. 2018. 1 recurso online (180 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331699>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_HenriqueCintra_M.pdf3.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.