Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331697
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: From generative linguistics to categorial grammars = overt subjects in control infinitives = Da linguística gerativa à gramática categorial : sujeitos lexicais em infinitivos controlados
Title Alternative: Da linguística gerativa à gramática categorial : sujeitos lexicais em infinitivos controlados
Author: Corbalán, María Inés, 1978-
Advisor: Coniglio, Marcelo Esteban, 1963-
Abstract: Resumo: A presente tese situa-se na interface da lógica e da linguística; o seu objeto de estudo são os pronomes lexicais em sentenças de controle em três línguas Românicas: Português, Italiano e Espanhol. Esse assunto tem recebido mais atenção na linguística gerativa, especialmente nos anos recentes, do que na gramática de cunho lógico. Talvez como consequência disso, há ainda muito a ser entendido sobre essas estruturas linguísticas e as suas propriedades lógicas. Essa tese tenta preencher as lacunas na literatura \--- ou, pelo menos, avançar nessa direção \--- colocando questões que não foram suficientemente exploradas até agora. Para tal efeito avançamos duas perguntas-chaves, uma linguística e a outra lógica. Elas são, respectivamente: Qual é o estatuto sintático dos pronomes lexicais em estruturas de controle? E: Quais são os mecanismos disponíveis, em uma gramática lógica livre de contração, para se reusar recursos semânticos? A tese divide-se, consequentemente, em duas partes: linguística gerativa e gramática categorial. Na Parte I revisamos algumas das principais teorias de controle gerativistas e a recente discussão acerca das cláusulas infinitivas com sujeito lexical. Na Parte II revisamos a literatura categorial, atendendo principalmente às propostas acerca das estruturas de controle e dos pronomes anafóricos. Em última instância, mostraremos que as propostas linguísticas e lógicas prévias precisam ser modificadas para se explicar o fenômeno linguístico em questão. Com efeito, nos capítulos finais de cada uma das partes avançamos propostas alternativas que, a nosso ver, resultam mais adequadas que as suas rivais. Mais específicamente, na Parte I avançamos uma proposta linguística na linha do cálculo de controle T/Agr de Landau. Na Parte II apresentamos duas propostas categoriais, uma na linha do cálculo categorial combinatório e a outra, na gramática lógica de tipos. Finalmente mostramos a implementação da última proposta em um analisador sintático e de demonstração categorial

Abstract: The present thesis lies at the interface of logic and linguistics; its object of study are control sentences with overt pronouns in Romance languages (European and Brazilian Portuguese, Italian and Spanish). This is a topic that has received considerably more attention on the part of linguists, especially in recent years, than from logicians. Perhaps for this reason, much remains to be understood about these linguistic structures and their underlying logical properties. This thesis seeks to fill the lacunas in the literature \--- or at least take steps in this direction \--- by way of addressing a number of issues that have so far been under-explored. To this end we put forward two key questions, one linguistic and the other logical. These are, respectively: What is the syntactic status of the surface pronoun? And: What are the available mechanisms to reuse semantic resources in a contraction-free logical grammar? Accordingly, the thesis is divided into two parts: generative linguistics and categorial grammar. Part I starts by reviewing the recent discussion within the generative literature on infinitive clauses with overt subjects, paying detailed attention to the main accounts in the field. Part II does the same on the logical grammar front, addressing in particular the issues of control and of anaphoric pronouns. Ultimately, the leading accounts from both camps will be found wanting. The closing chapter of each of Part I and Part II will thus put forward alternative candidates, that we contend are more successful than their predecessors. More specifically, in Part I we offer a linguistic account along the lines of Landau's T/Agr theory of control. In Part II we present two alternative categorial accounts: one based on Combinatory Categorial Grammar, the other on Type-Logical Grammar. Each of these accounts offers an improved, more fine-grained perspective on control infinitives featuring overt pronominal subjects. Finally, we include an Appendix in which our type-logical proposal is implemented in a categorial parser/theorem-prover (categorial parser/theorem-prover)
Subject: Controle (Linguistica)
Linguas romanicas - Pronome
Anáfora (Linguística)
Gramática categorial
Gramática gerativa
Language: Inglês
Editor: [s.n.]
Citation: CORBALÁN, María Inés. From generative linguistics to categorial grammars: overt subjects in control infinitives = Da linguística gerativa à gramática categorial : sujeitos lexicais em infinitivos controlados. 2018. 1 recurso online ( 210 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331697>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Corbalan_MariaInes_D.pdf1.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.