Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331585
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Estudo da percepção de crianças e adolescentes com alterações de fala e linguagem utilizando a CIF-CJ
Title Alternative: Study of the perception of children and adolescents with speech and language disorders using the ICF-CY
Author: Zerbeto, Amanda Brait, 1988-
Advisor: Zanolli, Maria de Lurdes, 1954-
Abstract: Resumo: Introdução: Alterações de fala e linguagem podem causar implicações na participação social e funcionalidade de crianças e adolescentes. Na Fonoaudiologia, nem sempre o impacto social das alterações de fala é contemplado, limitando muitas vezes o acompanhamento aos aspectos biológicos. Uma ferramenta que interessa à atuação na área de linguagem, pela abordagem biopsicossocial do indivíduo, é a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde - versão crianças e jovens (CIF-CJ). Objetivo: Caracterizar longitudinalmente a percepção de crianças e adolescentes com alterações de fala e linguagem e de crianças e adolescentes com desenvolvimento típico, acerca de aspectos de linguagem, participação e funcionalidade, utilizando a CIF-CJ. Material e Método: Pesquisa de delineamento descritivo-analítico, longitudinal e abordagem qualitativa-quantitativa, cuja amostra foi de 60 crianças e adolescentes: 30 com alteração de fala (Grupo CAF) e 30 com desenvolvimento típico de fala e linguagem (Grupo DTF). A coleta de dados realizou-se em dois momentos: início da pesquisa e seis meses depois. Para tal realizou-se entrevistas com questionário semiestruturado com os participantes; coleta de dados sociodemográficos e histórico de saúde com questionário estruturado com os responsáveis legais; e análise de prontuário das crianças e adolescentes do Grupo CAF. A partir dos dados coletados, os aspectos de linguagem, participação e funcionalidade, norteadores da entrevista semiestruturada, foram analisados segundo os domínios da CIF-CJ. Para cada domínio da CIF-CJ designou-se um qualificador, que também foi descrito qualitativamente. Na análise quantitativa, utilizou-se o Teste Wilcoxon para comparação de dados entre as Entrevistas 1 e 2 do mesmo grupo, e Teste Mann-Whitney para comparar os qualificadores entre Grupos CAF e DTF na mesma entrevista; foi adotado o nível de significância de 5% (p? 0,05). Na análise qualitativa foi realizada a análise de conteúdo temática. Resultados: Na Entrevista 1, na comparação entre os qualificadores, a maioria dos domínios selecionados da CIF-CJ mostrou-se estatisticamente significante diferente entre os grupos, sendo que o Grupo CAF apresentou maior dificuldade. Os participantes do Grupo CAF relataram dificuldades de articulação e fluência com repercussão em atividades do cotidiano, como conversar, relacionar-se com familiares e amigos, realizar rotinas e lidar com estresse. Os familiares e conhecidos apresentaram atitudes consideradas barreiras, como corrigir a fala dos participantes e colocar apelidos relacionados às suas falas. Essas dificuldades não foram relatadas pelo Grupo DTF. Ao comparar as Entrevistas 1 e 2, no Grupo DTF, três domínios relativos ao relacionamento e atitudes de familiares a amigos apresentaram mudanças significativas. No Grupo CAF, observou-se que o grau de dificuldade de: funções de articulação e fluência; relacionamentos sociais; atividades do cotidiano; atitudes barreiras das pessoas; e modo de lidar com o estresse, diminuíram com o acompanhamento fonoaudiológico. Considerações Finais: A utilização da CIF-CJ e de seus componentes Funções do Corpo, Atividades e Participação e Fatores Ambientais permite conhecer aspectos de linguagem, funcionalidade e participação, e do impacto das alterações de linguagem na percepção das crianças e adolescentes estudados. Dessa forma, a abordagem biopsicossocial de funcionalidade e participação da CIF-CJ proporciona correlacionar as alterações de fala com o contexto social e ambiental desse grupo populacional

Abstract: Introduction: Speech and language disorders may cause implications in social participation and functionality in children and adolescents. In Speech-Language Pathology, not always the social impact of speech disorder is contemplated, limiting the therapy to biological aspects. And one framework that interests to language and speech area, by the biopsychosocial approach of the individual, is the International Classification of Functioning, Disability and Health - children and youth version (ICF-CY). Objective: To characterize longitudinally the perception of children and adolescents with speech disorders and children and adolescents with typical language development, about language, participation, and functionality aspects, using the ICF-CY. Method: Descriptive and analytical, and longitudinal research of qualitative and quantitative approach. The sample was composed of 60 children and adolescents: 30 participants with speech disorders (SD Group) and 30 with typical language development (TD Group). I collected the data in two moments: beginning of research and six months later. For the data collect: I interviewed the participants with a semi structured questionnaire; the legal guardians filled out a structured questionnaire with sociodemographic information and health history; and I consulted the medical records of SD participants. From the data collected, language, participation, and functionality aspects were analyzed according ICF-CY domains. I designated one qualifier and described qualitatively each ICF-CY domain. For quantitative analysis, I used: Wilcoxon Test for the data comparison between Interview 1 and 2 in each group; Mann-Whitney Test for the comparison between ICF-CY qualifiers in SD and TD Groups in the same interview; the significance level adopted for the statistical tests was 5% (p?0.05). For qualitative analysis I used the thematic content analysis. Results: In Interview 1, most of selected ICF-CY domains were statically significant different between the groups, and the SD Group presented more difficult. The SD participants reported articulation and fluency difficulty with repercussion in daily activities, such as: conversation, to relate to family members and friends, carrying out daily routine, and handling stress. The family members and acquaintances presented barriers attitudes, such as to correct the participant's speech and give nicknames related to their speech. TD Group did not report these difficulties. Comparing Interviews 1 and 2, in TD Group, three domains related to relating and attitudes of family members and friends presented significant changes. In SD Group, the difficulty level decreases with SLP therapy in many domains: articulation and fluency functions, social relation, daily activities, barrier attitudes of people, and handling stress. Conclusion: The use of ICF-CY and Body Function, Activities and Participation, and Environmental Factors components allows the professional to characterize language, participation, and functionality aspects, and the impact of the speech disorders, in perception of the studied children and adolescents. Thus, the biopsychosocial approach of functionality and participation of the ICF-CY provides to correlate the speech disorders with the social and environmental context of this population group
Subject: Classificação internacional de funcionalidade, incapacidade e saúde
Patologia da fala e linguagem
Fonoaudiologia
Avaliação do impacto na saúde
Saúde da Criança
Editor: [s.n.]
Citation: ZERBETO, Amanda Brait. Estudo da percepção de crianças e adolescentes com alterações de fala e linguagem utilizando a CIF-CJ. 2017. 1 recurso online (92 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331585>. Acesso em: 1 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Zerbeto_AmandaBrait_D.pdf1.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.