Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331471
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Monitoramento do trinca-ferro (Saltator similis, Thraupidae) em áreas de soltura no interior de São Paulo
Title Alternative: Monitoring of the green-winged-saltator (Saltator similis, Thraupidae) on liberation areas in the interior of São Paulo
Author: Vilarta, Marcelo Rodrigues, 1989-
Advisor: Silva, Wesley Rodrigues, 1955-
Abstract: Resumo: No Brasil, o tráfico de animais silvestres é uma ameaça considerável à biodiversidade, sendo que 82% dos animais traficados são aves. Quando apreendidos, o destino desses animais muitas vezes é a soltura em áreas focais estabelecidas pelo país. Uma das espécies mais apreendidas do tráfico é o trinca-ferro-verdadeiro (Saltator similis), ave de comportamento territorial que é encontrada do Rio Grande do Sul até a Bahia. As solturas podem ser uma importante ferramenta conservacionista, porém se realizadas inadequadamente, podem trazer inúmeros problemas para os próprios animais soltos e para as comunidades já estabelecidas. Assim, esse estudo objetiva avaliar como a soltura de S. similis, em condições distintas, pode afetar a territorialidade dos indivíduos, fornecendo informações valiosas para os responsáveis pela destinação de fauna. O estudo foi realizado em três locais no interior do estado de São Paulo, sendo duas áreas de soltura e uma área controle. Em uma das áreas de soltura, que possuía previamente populações naturais de S. similis, foi realizado reforço populacional através da soltura de 43 indivíduos, enquanto na outra, onde havia ocorrido extinção local da ave, foi feita sua reintrodução, pela adição de 41 novas aves. Os indivíduos provenientes de centros de triagem foram marcados e posteriormente soltos seguindo o método de "Soft Release". Em seguida iniciou-se o monitoramento, em que foi realizada a marcação dos territórios, a análise de características de paisagem destes, o registro dos índices de abundância da espécie e sua ocorrência individual. Foram mapeados 41 territórios de indivíduos nas áreas de soltura e na área controle durante 9 meses de monitoramento. O avistamento de indivíduos após sua liberação diferiu muito entre as áreas de soltura, sendo que na reintrodução foram localizados quase três vezes mais indivíduos que no reforço populacional, fato que pode ser atribuído à possível dispersão dos indivíduos soltos ao encontrarem uma área já ocupada. Quanto ao tamanho dos territórios, não houve diferença entre as áreas de estudo, mas sim entre indivíduos nativos e soltos, esses últimos com territórios menores, o que seria explicado pela inexperiência e efeitos do cativeiro nos soltos. Quanto à variação do tamanho do território ao longo do tempo foi observado que os territórios eram maiores na estação seca do que na chuvosa, o que pode ser um ajuste para compensar a menor disponibilidade de recursos no período seco. A densidade de indivíduos não variou em função dos tamanhos territoriais e nem ao longo do ano de monitoramento, mas sim entre os períodos pré e pós soltura na área de reintrodução, mas não na de reforço populacional, indicando que solturas dessa espécie não necessariamente aumentarão sua densidade local ou afetarão a dimensão dos territórios. A análise de componentes da paisagem evidenciou uma preferência dos trinca-ferros pela ocupação de áreas com mata nativa, e por evitar áreas abertas, antropizadas e plantações de Pinus. Além disso foi possível verificar que territórios compostos por mais mata nativa do que outros elementos tinham dimensão menor, o que pode ser explicado pelo fato de que esses possuem uma maior quantidade recursos por unidade de área. O estudo esclareceu que solturas terão maiores chances de sucesso quanto à integração de indivíduos soltos quando feitas em áreas pouco ocupadas ou com populações quase extintas da espécie-alvo, que a estação chuvosa é a melhor época do ano para se soltar essas aves, quando a maior disponibilidade de recursos torna mais fácil o estabelecimento territorial, e que a permanência do trinca-ferro nas áreas de soltura é mais provável quando estas são constituídas majoritariamente por vegetação nativa

Abstract: In Brazil, wildlife traffic is a considerable threat to biodiversity, and 82% of trafficked animals are birds. When apprehended, the destination of these animals is often the liberation in areas established throughout country. One of the most confiscated species from trafficking is the green-winged Saltator (Saltator similis), a territorial bird that lives in the interior and edges of forests, ranging from Rio Grande do Sul to Bahia in Brazil. Reintroduction can be an important conservationist tool, but if done improperly, can bring many problems to the animals that are being released and the communities already established. Thus, this study aims to evaluate how the release of S. similis, under different conditions, can affect the territoriality of individuals, providing valuable information for those responsible for animal destination. The study was carried out in three locations in the interior of the state of São Paulo, two liberation areas and one control location. In one of the liberation areas, which previously had natural populations of S. similis, a population reinforcement was carried out by the release of 43 individuals, while in the other, that was facing local extinction of the bird, 41 new individuals were reintroducted. The individuals were marked and later released following the "Soft Release" method. The Monitoring was then initiated with the spatial register of the territories, the analysis of the landscape characteristics, the measurement of the species' density and their individual occurrence. 41 territories of individuals were mapped in the liberation areas and in the control area during 9 months of monitoring. The sighting of individuals after their release differed greatly between the two liberation areas, as in the reintroduction scenario three times more individuals were resighted than in the population reinforcement one, a fact that can be attributed to the possible dispersion of released individuals when they find an area already occupied. As for the size of the territories, there was no difference between areas, but there was between native and released individuals, with the latter having smaller territories, which may be explained by their inexperience and the effects of captivity. As for the territorial size variation over time it was observed that the territories were larger in the dry season than in the rainy season, which may be an adjustment to compensate for the lower availability of resources in the dry period. The density of individuals varied before and after release in the reintroduction area, but not in the reinforcemnt area, indicating that release of this species will not necessarily increase their density or affect the size of their territories. The analysis spatial componentes showed a preference of the green-winged-saltator for the occupation of areas with native forest, and for avoiding open fields, antropic areas and Pinus plantations. In addition, it was possible to verify that territories composed of more native forest than other elements were smaller, which can be explained by the fact that these have a greater amount of resources per unit of area. The study clarified that releases will be more likely to succeed in integrating individuals when done in areas that are poorly populated by the target species, that the rainy season is the best time of year to release these birds because of the greater resource availability, and that the permanence of this bird on the liberation areas is more likely when these are constituted mainly by native vegetation
Subject: Ave - Reintrodução
Territorialidade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: VILARTA, Marcelo Rodrigues. Monitoramento do trinca-ferro (Saltator similis, Thraupidae) em áreas de soltura no interior de São Paulo. 2017. 1 recurso online (69 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331471>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vilarta_MarceloRodrigues_M.pdf2.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.