Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331420
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: A educação física escolar na perspectiva do professor : descrevendo e interpretando Teorias Subjetivas
Title Alternative: Scholar physical education in the teacher's perspective : developing and interpreting subjective theories
Author: Bortoluzzi, Mariella Brighenti, 1981
Advisor: Prodocimo, Elaine, 1967-
Abstract: Resumo: A investigação centra-se na identificação, descrição, interpretação e discussão de Teorias Subjetivas-TS de professores de Educação Física sobre a Educação Física escolar. Tal abordagem permite considerar as teorias pessoais implícitas, inferidas pelo investigador, assim como as declaradas diretamente pelos sujeitos sobre determinado tema. TS são cognições sobre fenômenos de si mesmo e do mundo, que possuem uma estrutura argumentativa hipotética, parcialmente explícita, e que orientam o comportamento. São também conhecidas como crenças, concepções, representações ou construtos. Estudos pautados nessa teoria são orientados a entender os processos de reflexão dos sujeitos, portanto seguem método qualitativo, com paradigma interpretativo. Objetiva-se compreender o que é a Educação Física -EF- e sua importância no contexto escolar, na perspectiva dos professores. Além disso, analisar o papel auto atribuído pelo professor e como percebe a relevância de seu trabalho. Por meio da triangulação metodológica, analisam-se consistências e inconsistências entre o que os sujeitos declaram, o inferido implicitamente dos discursos e a relação entre palavras e ações. Por fim, analisa-se se o professor tem conhecimento de quais TS epistemológicas norteiam sua prática. Participam 4 professores de estabelecimentos públicos de uma cidade do sul do estado de Minas Gerais. A investigação é composta por duas fases: A fase inicial conta com entrevistas semiestruturadas, que são analisadas com orientação na Teoria Fundamentada contando com três etapas, a Codificação Aberta: na qual a entrevista é codificada e são atribuídos conceitos às linhas de pensamento. Nesta fase as TS são identificadas, reconstruídas, classificadas e analisadas segundo níveis de profundidade; significado emocional; tipo de ação orientadora e a proximidade do sujeito com o objeto teorizado. A Codificação Axial: na qual os conceitos gerados são agrupados em categorias. E a Codificação Seletiva: que culmina na análise, gerando teorias e hipóteses, formuladas a partir dos próprios dados recolhidos e não de marcos teóricos pré-existentes. A segunda fase conta com observação de aulas, com o intuito de constatar a continuidade e/ou descontinuidade entre discursos e ações praticadas em aula. Entre os resultados encontrados foi possível identificar as TS centrais e secundárias a respeito da EF, apresentando concepções semelhantes às linhas da Pedagogia do Esporte (P#1), Pedagógica Crítica (P#2), Atividade Física e Saúde (P#3) e Motricidade (P#4). Estas TS foram identificadas de forma explícita. De forma implícita foram identificadas TS ligadas às concepções de EF advindas de memórias de infância e primeiros contatos com essa disciplina. As observações deixam evidências de que ambas TS (explícitas e implícitas) orientam a prática, no entanto percebe-se preferência por práticas com desfechos conhecidos e seguros. Constata-se que os professores atribuem importância ao seu papel na escola, contudo, percebem-se desvalorizados frente aos colegas e sociedade, o que implica nos sentimentos conflitantes de realização profissional/frustração. Observa-se conhecimento epistemológico parcial, pois optam por práticas consolidadas mais frequentemente que práticas diversificadas. Atribuem dificuldades de trabalho a causas externas e fracassos a fatores incontroláveis. No entanto percebe-se proatividade no enfrentamento de obstáculos, com adaptações criativas, assim como a busca por reconhecimento dentro da escola como estratégia de sobrevivência

Abstract: The research focuses on the identification, description, interpretation and discussion of Subjective Theories-ST. Such approach allows the study to consider the implicit personal theories, inferred by the investigator, as well as those directly stated by the subjects. ST are cognitions about phenomena of oneself and of the world, which have a hypothetical, partly explicit, argumentative structure that guide behavior. They are also known as beliefs, conceptions, representations or constructs. Studies based on this theory are oriented to understand the processes of reflection of the subjects, therefore it follows the epistemology and qualitative method, with interpretative paradigm. The objective is to understand what is Physical Education (PE) and its importance in the school context, from the perspective of teachers. Also, analyze the self-assigned role of the teacher and the relevance of their work. Through methodological triangulation, we analyze consistencies and inconsistencies between what the subjects declare, the inferred implicitly of the speeches and the relation between words and actions. Finally, it is analyzed if the teacher is aware of which epistemological assumptions guide their practice. The sample study in this thesis are 4 teachers from public establishments in a city in the southern state of Minas Gerais. The research consists of two phases: The initial phase has semi-structured interviews, which are analyzed with orientation in the Grounded Theory, with three steps, Open Coding: in which the interview is coded and concepts are assigned to the lines of thought. At this stage the ST are identified, reconstructed, classified and analyzed according to depth levels; emotional meaning; what type of action they orient and the proximity of the subject to the theorized object. Axial Coding: in which the concepts generated are grouped into categories. And the Selective Codification: which culminates the analysis, generating theories and hypotheses, formulated from the data collected and not from pre-existing theoretical frameworks. The second phase discusses the observing the practice of class, in order to verify the consistencies and inconsistencies between speeches and actions practiced in class. Among the results, it was possible to identify the central and secondary ST in relation to PE, presenting conceptions closed to Pedagogy of Sports (T#1), Critical Pedagogy (T#2), Physical Activity and Health (T#3) and Motricity (T#4). These conceptions have been explicitly identified. TS implicitly was associated with conceptions of EF from childhood memories and first contacts with this discipline. The observations leave evidence that both STs guide the practice, however it is preferred to practice with known and safe outcomes. It is observed that teachers attach greater importance to their role in school, perceiving themselves devalued before their peers and society, implying conflicting feelings of professional fulfillment / frustration. Partial epistemological awareness is observed, as they opt for practices rooted more frequently than practices learned in training, assigning work difficulties to external causes and failures to uncontrollable factors. However, one can perceive proactivity in facing obstacles, with creative adaptations, as well as the search for recognition within the school as a strategy for survival
Subject: Teorias Subjetivas
Teoria fundamentada em dados
Formação docente
Educação física escolar
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BORTOLUZZI, Mariella Brighenti. A educação física escolar na perspectiva do professor: descrevendo e interpretando Teorias Subjetivas. 2018. 1 recurso online (310 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331420>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bortoluzzi_MariellaBrighenti_D.pdf7.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.