Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331396
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Relação entre os diferentes estágios da cárie precoce da infância e a composição microbiológica do biofilme dentário em pré-escolares de 36 a 60 meses   = estudo longitudinal = Relationship among the different stages of early childhood caries and microbiological composition of dental biofilm in preschool children from 36 to 60 months old: a longitudinal study  
Title Alternative: Relationship among the different stages of early childhood caries and microbiological composition of dental biofilm in preschool children from 36 to 60 months old   : a longitudinal study  
Author: Rodrigues, Lívia Pagotto, 1986-
Advisor: Nobre dos Santos, Marinês, 1956-
Abstract: Resumo: Levantamentos epidemiológicos têm mostrado que a cárie precoce da infância (CPI) é altamente prevalente no Brasil e no mundo, apresentando-se como um problema de saúde pública, o que enfatiza a importância de se pesquisar os fatores relacionados à etiologia e à identificação de crianças que possam desenvolver a CPI. Esta tese é composta por um capítulo, cujo objetivo foi avaliar a composição microbiológica do biofilme dentário formado sobre lesões de manchas brancas ativas ou sobre lesões de cárie cavitadas, bem como avaliar a presença de biofilme visível na região anterossuperior dos dentes e as variáveis sociais que poderiam exercer influência nos diferentes estágios da doença. Assim, neste estudo longitudinal de um ano, foram avaliados 51 pré-escolares de ambos os sexos, que frequentaram creches e pré-escolas municipais na cidade de Piracicaba-SP (Brasil). As crianças foram divididas nos seguintes grupos, de acordo com os diferentes estágios da CPI, avaliados de acordo com o critério de diagnóstico proposto por Séllos e Soviero (2011): grupo livre de cárie (LC) (grupo controle) (n=17), grupo lesão de mancha branca ativa (LMB) (n=7) e grupo lesão de cárie cavitada (LCC) (n=27). No biofilme dentário, foram dosadas as quantidades de Actinomyces naeslundii, Bifidobacterium spp., Streptococcus mutans, Veillonella spp. e grupo dos comensais (pela dosagem do grupo Streptococcus mitis e Streptococcus gordonii) por qPCR (quantificação em tempo real pela reação em cadeia da polimerase). Todas as crianças foram submetidas ao exame clínico para avaliação da presença de biofilme visível nos incisivos superiores e para a realização do diagnóstico de cárie. Os responsáveis preencheram um questionário para a obtenção dos dados relacionados às variáveis comportamentais (renda familiar e grau de instrução materno). Os dados foram analisados pelos testes do qui-quadrado /exato de Fisher, seguidos de regressão logística múltipla (?=0,05), com dados expressos por razão de chances (odds-ratio-OR). A prevalência de cárie precoce na infância encontrada no baseline (tempo zero) foi de 48,7%, com dados de ceos de 4,05 (± 7,33) e ceod de 2,68 (± 4,06). Os fatores relacionados às variáveis comportamentais não apresentaram diferença estatística significativa entre os grupos avaliados. Os resultados sugerem que altos níveis de S. mutans (OR = 15,3) mostraram uma associação significativa com o estágio inicial da doença. Além disso, altos níveis de S. mutans (OR = 45,5) (p< 0,05). e presença de biofilme visível na região anterossuperior dos dentes (OR = 13,1) apresentaram associação significativa com o estágio de cavitação da doença (p < 0,05).Altos níveis de S. mutans sobre lesões de cárie ativa, assim como sobre lesões cavitadas, são fatores relevantes para o início e progressão da CPI. A presença de biofilme clinicamente visível é um importante parâmetro clínico para progressão da CPI

Abstract: Epidemiological surveys have shown that the early childhood caries (ECC) is highly prevalent in Brazil and worldwide, and is considered a public health problem. These evidences emphasize the importance of studying the factors related to the etiology and identification of children who may develop the disease. This thesis consists of a chapter, that aimed to evaluate the microbiological composition of dental biofilm formed over active early caries lesion and cavitated caries lesion, as well as the presence of visible biofilm in the upper anterior teeth and behavioral factors that could influence the different stages of the disease. Thus, in this longitudinal study of one year, 51 preschoolers of both genders who attended kindergartens and municipal preschools in the city of Piracicaba-SP (Brazil) were evaluated. Children were divided into the following groups, assessed by the caries diagnostic proposed by Séllos and Soviero (2011): caries-free group (CF; n=17) (control group), group with the early stage of caries (ECL; n=7) and group with cavitated caries lesions (CCL; n=27). The relative quantification of Actinomyces naeslundii, Bifidobacterium spp., Streptococcus mutans, Veillonella spp. and commensal group (Streptococcus mitis group and Streptococcus gordonii) were quantified by qPCR (quantitative-polymerase Chain Reaction). All children underwent clinical examination to assess the presence of visible biofilm in the upper incisors and the diagnosis of caries. The parents answered a questionnaire to obtain data related to social variables (family income and maternal level of education). Results were analyzed by chi-square/Fisher's exact test, followed by stepwise backward regression (? = 0.05), with data expressed as odds ratio (OR). Forty eight percent of the children showed ECC and mean dmfs/ dmft were 4.05 (± 7.33) and 2.68 (± 4.06) respectively. No difference among groups was found regarding behavioral variables. The results demonstrated a significant association between the initial stage of the disease and high levels of S. mutans (OR = 15.3) (p <0.05). In addition, high levels of S. mutans (OR = 45.5) and the presence of visible dental biofilm in the anterior region of the upper incisors (OR = 13.1) were strongly associated with the cavitation stage of the disease (p <0.05). Conclusion: High levels of S. mutans over ECL as well as CCL are relevant factors for initiation as well as progression of ECC. The presence of visible biofilm is an important clinical parameter for ECC progression
Subject: Cárie dentária
Biofilme
Microbiologia
Editor: [s.n.]
Citation: RODRIGUES, Lívia Pagotto. Relação entre os diferentes estágios da cárie precoce da infância e a composição microbiológica do biofilme dentário em pré-escolares de 36 a 60 meses  : estudo longitudinal = Relationship among the different stages of early childhood caries and microbiological composition of dental biofilm in preschool children from 36 to 60 months old: a longitudinal study  . 2016. 1 recurso online (57 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331396>. Acesso em: 1 set. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rodrigues_LiviaPagotto_D.pdf1.73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.