Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331257
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Entre o mágico e o cruel : a Amazônia no pensamento marxista brasileiro
Title Alternative: In between the magician and the cruel : the Amazon in brazilian marxist thought
Author: Santos, Luiz Fernando de Souza, 1966-
Advisor: Bastos, Elide Rugai, 1937-
Abstract: Resumo: O presente trabalho desenvolve uma análise sobre um momento particular da história das Ciências Sociais brasileira, relativa ao encontro entre o marxismo brasileiro da Escola Sociológica Paulista e a Amazônia. A hipótese diretriz deste estudo compreende a Amazônia como elemento heurístico para a investigação sociológica que se envolve com o tema da região, nação e globalização. O pressuposto metodológico, decorrente desta hipótese, é que a Amazônia é um artefato social, cultural, econômico e histórico a partir do qual a sociedade nacional e mais contemporaneamente, a sociedade mundial, podem ser explicadas. A nação e o mundo se projetam na Amazônia, transformando-a em objeto das intervenções que atendem aos interesses do capital, mas ao mesmo tempo é objetado por ela. A região se projeta na sociedade mais envolvente desnaturalizando velhos estereótipos e preconceitos, perturbando as referência conceituais e categoriais que pretendem explicá-la. Como unidade empírica de pesquisa tem-se os diversos estudos que tomaram a Amazônia por objeto, ou ainda, por referência nas análises sobre o Brasil desenvolvidos por autores centrais da Escola Sociológica Paulista: Florestan Fernandes, Octavio Ianni, Fernando Henrique Cardoso, Francisco de Oliveira e José de Souza Martins. Um outro conjunto de estudos analisados é aquele dos autores representativos de um "marxismo que vem de dentro", de uma reflexão sociológica feita por pesquisadores da região amazônica cuja base intelectual foi construída no diálogo com a Escola Sociológica Paulista: Violeta Refkalesky Loureiro, Marilene Correa da Silva, Alex Fiúza de Mello e Renan Freitas Pinto. Por se tratar de um estudo que envolve o pensamento marxista, o método de investigação e de exposição se fundamenta na contribuição marxiana, de maneira que trata-se de pesquisar autores marxistas por meio de uma categoria central para essa tradição de pensamento: a categoria de totalidade

Abstract: The present work develops an analysis on a particular moment in the history of the Brazilian Social Sciences, concerning relationships between the Brazilian Marxism of the Paulista Sociological School and the Amazon. The guiding hypothesis of this study understand the Amazon as a heuristic element for the sociological investigation that is involved with the theme of the region, nation and globalization. The methodological assumption, derived from this hypothesis, is that the Amazon is a social, cultural, economic and historical artifact from which national society and more contemporaneously, world society can be explained. The nation and the world are projected into the Amazon, transforming it into the object of interventions that serve the interests of capital but, at the same time, it is objected to by Amazon. The region projects itself in the most embracing society deconstructing old stereotypes and prejudices, disturbing the conceptual and categorical references that intend to explain it. As empirical unit of research we have the several studies that took the Amazon by object, or, for reference in the analyzes on Brazil developed by central authors of the Paulista Sociological School: Florestan Fernandes, Octavio Ianni, Fernando Henrique Cardoso, Francisco de Oliveira And José de Souza Martins. Another set of studies analyzed is that of the authors representing a "Marxism that comes from within", a sociological reflection made by researchers from the Amazon region whose intellectual base was built in the dialogue with the Paulista Sociological School: Violeta Refkalesky Loureiro, Marilene Correa Da Silva, Alex Fiúza de Mello and Renan Freitas Pinto. Because this study involves the Marxist thought, the method of investigation and exposition is based on the Marxian contribution, so it is a question of researching Marxist authors through a central category for this tradition of thought: the category of Totality
Subject: Escola Paulista de Sociologia
Sociologia - Amazônia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SANTOS, Luiz Fernando de Souza. Entre o mágico e o cruel: a Amazônia no pensamento marxista brasileiro. 2018. 1 recurso online (331 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331257>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_LuizFernandoDeSouza_D.pdf2.63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.