Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/331072
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Templários da Avenida Paulista : a formação do self secular no Opus Dei
Title Alternative: Templars of Paulista Avenue : formation of the secular self in Opus Dei
Author: Brum, Asher, 1986-
Advisor: Almeida, Ronaldo Romulo Machado de, 1966-
Abstract: Resumo: Olharemos para as tecnologias do self e para as práticas do governo do self desempenhadas pelos membros do Opus Dei de uma residência da cidade de São Paulo. Nosso objetivo é compreender o lugar dos sujeitos produzidos por essas práticas no cenário católico brasileiro. Partiremos da hipótese de que essas tecnologias orientam práticas monásticas (oração, confissão, mortificação, etc.) em jovens estudantes universitários e profissionais, ao mesmo tempo em que produzem práticas para o governo do self com a finalidade de adequar esses mesmos jovens à vida secular (argumentação, linguagem jurídica e acadêmica, produção de si como "leigo", etc.). Portanto, o self que emerge dessas práticas produz uma tensão entre o ideal contemporâneo do self da autonomia e da individualidade e a negação de si pelas práticas monásticas. Se, por um lado, as tecnologias do self do Opus Dei cultivam a negação de si, por outro, sua finalidade é a produção de atitudes para o "mundo secular". Olhar para as tecnologias do self e para as práticas do governo do self nos informa como os sujeitos produzidos por essas práticas atuam nos diferentes espaços do cenário brasileiro: imprensa, universidades, empresas, etc. Com efeito, procuraremos mostrar empiricamente por meio de uma etnografia multisituada (a partir da pesquisa etnográfica que realizei entre os anos de 2011 e 2016 em diferentes lugares das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e nas mídias) como as tecnologias do self e as práticas do governo do self são capazes de produzir sujeitos religiosos com projetos de ação no "mundo secular

Abstract: We will analyze technologies of the self and self-government practices performed by Opus Dei members of a residence in São Paulo city in order to understand agency of subjects produced by these practices in Brazilian Catholic scene. Our hypothesis is these technologies guide monastic practices (prayer, confession, mortification, etc.) in young university students and professionals, while, at the same time, produce self-government practices to adapt these same young people to secular life (argumentation, legal and academic language, produces themselves as "layman", etc.). Therefore, the self which emerges from these practices produces a tension between contemporary ideal of the self of autonomy and individuality and monastic practices of self-denial. If, on the one hand, Opus Dei¿s technologies of the self cultivate self-denial, on the other, its purpose is to produce attitudes towards "secular world". Analyzing technologies of the self and self-government practices informs us how subjects produced by these practices act in different spaces of Brazilian scenario: press, universities, companies, etc. Thereby, we will show empirically through a multi-sited ethnography (I conduced an ethnographic research between 2011 and 2016 in different places of São Paulo, Rio de Janeiro and media) how technologies of the self and self-government practices are capable of producing religious subjects with projects of action in "secular world
Subject: Opus Dei (Sociedade)
Catolicismo
Self (Filosofia)
Etnografia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BRUM, Asher. Templários da Avenida Paulista: a formação do self secular no Opus Dei. 2017. 1 recurso online (250 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/331072>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pereira_AsherGrochowalskiBrum_D.pdf2.43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.