Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330963
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Genética de população e filogeografia com o "complexo C. criuva" Cambess Clusiaceae = Population genetics and phylogeography with the "complex C. criuva" Cambess Clusiaceae
Title Alternative: Population genetics and phylogeography with the "complex C. criuva" Cambess Clusiaceae
Author: Cortez, Maria Beatriz de Souza, 1989-
Advisor: Souza, Anete Pereira de, 1962-
Abstract: Resumo: As relações taxonômicas no "complexo" de espécies Clusia criuva s.l. Cambess. permanecem bastante confusas, apesar da recente reorganização que estabeleceu duas subespécies distintas: C. criuva ssp. criuva e C. criuva ssp. parviflora. Estas podem apenas ser distinguidas através da morfologia do estame e do local de ocorrência, sendo que híbridos são dificilmente encontrados na natureza devido a distribuição disjunta de ambos os táxons. A fim de elucidar as relações taxonômicas entre as duas subespécies do "complexo" C. criuva, foi investigada a estrutura populacional e os padrões filogeográficos e de distribuição de nicho utilizando ncSSR e cpSSR. Estes tipos de marcadores moleculares podem ser extremamente úteis na detecção de eventos mutacionais recentes, uma vez que estão mais propensos a sofrerem mutações genéticas que outras partes do genoma. Foi desenvolvida uma biblioteca enriquecida de microssatélites e obtidos 10 ncSSR polimórficos, que foram utilizados, juntamente, a seis cpSSR disponíveis na literatura. Amostrou-se, aproximadamente, a distribuição completa de C. criuva; cerca de 300 indivíduos foram coletados em 10 localidades diferentes e posteriormente tiveram seus materiais genéticos devidamente extraídos, amplificados e genotipados. Para compreender se as subespécies estavam organizadas em dois grupos genotípicos distintos, foram conduzidas análises das estatísticas F (FSTAT), das distâncias genéticas (TFPGA) e da estrutura populacional (STRUCTURE). O programa computacional Barrier foi utilizado com o intuito de identificar possíveis barreiras filogeográficas que foram subsequentemente testadas em relação a eficácia utilizando o programa SPAGeDi. Os haplótipos foram organizados através do programa computacional GenAlEx. Finalmente, uma modelagem de nicho foi realizada com a ajuda do MAXENT, para contrastar as informações genéticas com as ambientais. Apesar da obtenção de marcadores nucleares pouco polimórficos, foi possível encontrar grande diferenciação genética entre ambas as subespécies. Entretanto, não foi possível identificar uma quebra filogeográfica significativa entre elas. A distribuição obtida através da modelagem de nicho revelou que C. criuva, provavelmente, ocupava no passado (LGM) uma área muito maior do que podemos observar hoje em dia. Levando em consideração estes resultados, é possível sugerir que ambas as subespécies parecem estar em um processo de especiação, uma vez que há pouco fluxo gênico entre elas, sendo que as características ambientais também assumem caráter exclusivo para cada uma. Portanto, recomenda-se considerar a elevação de ambas a categoria de espécie novamente, mas apenas após a realização de análises complementares relacionadas a filogenia e a morfologia do complexo, a fim de confirmar o resultado aqui obtido

Abstract: Taxonomic relations in the species "complex" Clusia criuva s.l. Cambess. remain quite unclear, despite the fact that it underwent a recent reorganization, which has established two subspecies: C. criuva ssp. parviflora and C. criuva ssp. criuva. These can only be distinguished through stamen morphology and place of occurrence, and hybrids are very unlikely to occur naturally, due to a disjunct distribution of both taxa. In order to enlighten taxonomic relations between the two subspecies of the "complex" C. criuva, we have investigated population structure and phylogeographical and niche distributional patterns, using both nuSSR and cpSSR. These kind of molecular markers can be very useful for detecting recent mutational events, once they are more prone to suffer genetic mutations than any other part of the genome. We chose to develop an enriched microsatellites library from which we obtained 10 polymorphic nuSSR, that were used alongside six cpSSR available in the literature. We nearly sampled the entire distribution of C. criuva; roughly 300 individuals were collected in 10 different locations, having afterwards their DNA extracted, amplified and genotyped. To assess if the subspecies were organized in distinct genotypic clusters, we conducted F-statistics (FSTAT), genetic distance (TFPGA) and population structure (STRUCTURE) analyses. We used the software Barrier to identify putative phylogeographic breaks that were later tested for effectiveness, using SPAGeDi. The haplotypes were generated through the software GenAlEx and analyzed in R. Finally, a niche modelling distribution was performed with the help of MAXENT, in order to contrast genetic and environmental information. Although our markers presented a low polymorphism level, we were still able to find great genetic differentiation between both subspecies. Nevertheless, we could not identify significant phylogeographic break between them. Through the niche modelling distribution analysis we were able to observe that, in the past (LGM), C. criuva potentially occupied a much greater area than it does today. Taking these results into consideration, it is possible to suggest that both lineages are evolving separately, once there is low genetic flow and environmental characteristics cannot be shared between them. Therefore, it must be recommended to consider the elevation of these subspecies to species status again, but only after further phylogenetic and morphologic studies have been conducted, in order to confirm the present finding
Subject: Clusia
Microssatélites (Genética)
Genética de populações
Filogeografia
Nicho (Ecologia)
Editor: [s.n.]
Citation: CORTEZ, Maria Beatriz de Souza. Genética de população e filogeografia com o "complexo C. criuva" Cambess Clusiaceae = Population genetics and phylogeography with the "complex C. criuva" Cambess Clusiaceae. 2016. 1 recurso online (72 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330963>. Acesso em: 1 set. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cortez_MariaBeatrizDeSouza_M.pdf5.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.