Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330940
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Liquidez e eficiência : evidências empíricas no mercado de ações brasileiro
Title Alternative: Liquidity and efficiency : empirical evidence from the Brazilian stock market
Author: Goularte, Thiago Cyfer, 1988-
Advisor: Silveira, Rodrigo Lanna Franco da, 1976-
Abstract: Resumo: O presente estudo teve como objetivo analisar a eficiência do mercado acionário brasileiro no período 1995-2016, verificando o impacto da liquidez sobre a previsibilidade dos retornos das ações negociadas. Neste contexto, cinco aspectos foram especificamente avaliados: i) se os retornos de curto prazo são independentemente e identicamente distribuídos ao longa de toda a amostra analisada; ii) a variação desta previsibilidade ao longo do tempo; iii) a relação da variação da previsibilidade com a liquidez de mercado na série de tempo; iv) se as relações encontradas permeiam as ações listadas independentemente do tamanho da empresa emissora; v) consequências para a eficiência de mercado da forma fraca e para modelos de precificação de ativos de diversos arcabouços da literatura de finanças. Adicionalmente, avaliou-se a relação de alterações disruptivas do contexto econômico com a previsibilidade de retornos. Foram utilizados testes de Ljung-Box, Jarque-Bera, BDS, testes de razão de variância, de Forma Espectral Generalizada e análises de regressão. A análise incluiu portfólios de mercado e formados por tamanho. Os resultados obtidos foram comparados com as previsões de modelos de quatro arcabouços teóricos: duas variantes do modelo Random Walk (RW1 e RW3) e o modelo baseado em consumo (CB-APM) de Lucas (1978), da Hipótese de Mercados Eficientes; o modelo de informação assimétrica e custos de transação e inventário de Hasbrouck (1996), da Teoria de Microestrutura de Mercado; o modelo de under- e overreaction de Hong e Stein (1999), das Finanças Comportamentais; e o modelo de Lux e Marchesi (2000) de estratégias adaptativas, coerente com a Hipótese de Mercados Adaptativos. Este último é considerado o que pode melhor explicar as propriedades da série de retornos de curto prazo, quais sejam: a previsibilidade de retornos não permeia todo o período analisado; há previsibilidade de retornos em alguns subperíodos, relacionada às alterações do contexto econômico como a crise do subprime, mas não relacionada às variações da liquidez. Assim, pode-se concluir que o mercado brasileiro é em muitos momentos eficiente, mas há ocorrência de subperíodos de ineficiência relacionados às mudanças no contexto econômico vigente

Abstract: This study empirically evaluated the Brazilian stock market short-term return time-series, between 1995 and 2016. Five aspects are analyzed: (i) if the short-term return time series is independently and identically distributed; (ii) the existence of short-term return predictability pervasive to the whole sample; (iii) this predictability's fluctuation over time; (iv) relationship between return predictability with proxies for asset liquidity; (v) consequences of the above for the weak-form market efficiency and asset pricing models related to four theoretical frameworks. Additionally, the relationship between disruptive changes in the economic context and the short-term return predictability is evaluated. Ljung-Box, Jarque-Bera, BDS, Variance Ratio and Spectral Generalized Form tests were employed, as well as regression analysis¿. Market and size-based portfolios were evaluated. The empirical results were compared to predictions made by the following models: two variations of the Random Walk Model (RW1 and RW3) and Lucas¿ (1978) Consumption-Based Asset Pricing Model (CB-APM), coherent with the Efficient Markets Hypothesis; Hasbrouck's (1996) assymetric information and transaction cost model, consistent with the Market Microstructure Theory; Hong and Stein's (1999) Behavioural Finance under- and overreaction model; Lux e Marchesi's (2000) adaptive strategies model, coherent with the Adaptive Markets Hypothesis. This last model is considered the one that best explains the return time-series empirical properties: return predictability is not pervasive throughout the whole analyzed period; there is return predictability in some subperiods ¿ and these occurrences are related with events that alter the economic context such as the subprime crisis, but not related with the change in portfolio liquidity over time. Thus, the Brazilian stock market is weak-form efficient in many periods, but there are inefficiency subperiods related to alterations in the economic context.
Subject: Mercado de capitais
Liquidez (Economia)
Hipótese de mercados eficientes
Hipótese de mercados adaptativos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: GOULARTE, Thiago Cyfer. Liquidez e eficiência: evidências empíricas no mercado de ações brasileiro. 2017. 1 recurso online (163 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330940>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Goularte_ThiagoCyfer_M.pdf4.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.