Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330931
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Análise comparativa entre o cobre e o ferro como metais indutores na eletrodeposição do tungstênio e na formação das ligas metálicas de Cu-W e Fe-W
Title Alternative: Comparative analisys among copper and iron as inductors metals for tungsten electrdeposition and in the formation of Cu-W and Fe-W metallic alloys
Author: Bellia, Victor de Lima, 1991-
Advisor: Almeida Neto, Ambrósio Florêncio de, 1979-
Abstract: Resumo: Materiais metálicos utilizados na indústria apresentam redução de durabilidade e de aplicabilidade devido aos contínuos processos de corrosão a que estão submetidos. Para minimizar esses efeitos, é possível utilizar revestimentos com outros materiais metálicos. A eletrodeposição de ligas metálicas é uma técnica amplamente utilizada para esse fim. Por esse método, íons metálicos em uma solução são reduzidos a suas formas elementares, e depositados na superfície de um eletrodo, feito do material metálico no que se deseja impedir a corrosão. O objetivo desse trabalho é estudar as codeposições induzidas de tungstênio por cobre e ferro, produzindo ligas binárias desses metais por método eletroquímico. A otimização do processo foi obtida pelo estudo de parâmetros operacionais do sistema, em diferentes planejamentos experimentais, analisando a influência desses sobre a eficiência de eletrodeposição e sobre as propriedades anticorrosivas. Para a liga de cobre e tungstênio, o planejamento experimental realizado promoveu a variação das concentrações de cobre, entre as concentrações de 0,0015 e 0,1 mol/L, e tungstato de sódio, entre as concentrações de 0,15 e 0,35 mol/L, e a densidade de corrente, entre os valores de 75 e 125 mA/cm². O planejamento para a liga de ferro e tungstênio avaliou as concentrações de tungstato de sódio, entre os valores de 0,1 e 0,3 mol/L, e de citrato de amônio, entre 0,1 e 0,3 mol/L, no banho eletrolítico. As ligas foram depositadas sobre a superfície de cobre. Os materiais foram caracterizados quanto à morfologia, cristalinidade, composição química, resistência à polarização e resistência à corrosão, esses dois últimos apenas para a liga com ferro. As ligas de cobre e tungstênio apresentaram aspecto fosco, composição variando de 1 a 30% de tungstênio em massa, eficiência de deposição no intervalo de 1 a 55% e estrutura cristalina. As ligas de ferro apresentaram aspecto brilhante, composição na faixa de 64 a 70% de tungstênio, eficiência de deposição entre 10 a 12%, estrutura amorfa, resistência a polarização entre 6926,79 e 9924,046 ohm*cm², passivação em potenciais acima do potencial de corrosão e comportamento de impedância controlado por transferência de massa difusiva em baixas frequências da onda de corrente alternada

Abstract: Metallic materials applied in industry have their durability and applicability reduced, due to the continuous corrosion process they are submitted. In order to minimize these effects, coating the metallic material is a viable option. Electrodeposition of metallic alloys is a widely applied technique for this purpose. By this method, metallic ions from a water solution are reduced to their elementary forms, and deposited over the surface of the metallic material desired to be protected. The goal of this study is to analyze the induced codeposition of the copper-tungsten and the iron-tungsten alloy, producing binary alloys from an electrochemical method. Process optimization was achieved with the study of some system operational parameters over different experimental planning, analyzing their influence over electrodeposition efficiency and over anticorrosive properties. For the copper-tungsten alloy, the experimental planning was over the current density, in the values of 75 to 125 ma/cm², and copper and tungstate concentrations, respectively in the values of 0,0015 to 0,1 mol/L and 0,15 to 0,35 mol/L. Experimental planning for iron-tungsten alloy evaluated the ammonium citrate and the tungstate concentrations in the electrolytical bath, both in the range of 0,1 to 0,3 mol/L. The alloys were deposited over a copper plating surface. Produced materials were characterized as their morphology, crystallinity, chemical composition, polarization and corrosion resistance, the last two only for alloys containing iron. Copper tungsten alloys had a darksome appearance, composition varying between 1 and 30% of tungsten in mass basis, efficiency in the interval of 1 and 55% and crystalline structure. The iron-tungsten alloys presented a bright surface, composition in the range of 64 to 70% of tungsten, efficiency between 10 and 12%, amorphous structure, polarization resistance among 6926,79 and 9924,046 ohm*cm², passivation for potentials higher than the corrosion potential and impedance behavior controlled by diffusive mass transfer in low frequency alternate current
Subject: Eletrodeposição
Tungstênio
Cobre
Ferro
Corrosão
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BELLIA, Victor de Lima. Análise comparativa entre o cobre e o ferro como metais indutores na eletrodeposição do tungstênio e na formação das ligas metálicas de Cu-W e Fe-W. 2017. 1 recurso online (71 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Química, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330931>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FEQ - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bellia_VictorDeLima _M.pdf2.19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.