Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330921
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Migração : inserção socieconômica, condição de atividade e diferenciais de rendimentos no Brasil
Title Alternative: Migration : socioeconomic insertion, condiction of activity and income differentials in Brazil
Author: Silva Filho, Luis Abel, 1981-
Advisor: Maia, Alexandre Gori, 1972-
Abstract: Resumo: O objetivo desta Tese é analisar as questões socioeconômicas que impactam: na dinâmica migratória; na condição socioeconômica dos migrantes nos locais de destino; na condição de atividade; e nos diferenciais de rendimentos no trabalho. A hipótese geral é a de que a migração no Brasil é ocasionada pela dinâmica socioeconômica regional e resulta das ações individuais ou coletivas de um grupo positivamente selecionado da população brasileira. As hipóteses centrais dos capítulos da tese são as de que: (i) os condicionantes socioeconômicos brasileiros são importantes determinantes da dinâmica migratória; (ii) os migrantes responsáveis pelos domicílios conseguem melhores condições de vida nos locais de destino do que na origem, mas eles não conseguem, no curto prazo, terem inserção socioeconômica equivalente à dos não migrantes; (iii) os migrantes, mesmo sendo pessoas formalmente mais instruídas, inserem-se no mercado de trabalho de forma relativamente mais precária; (iv) apesar da inserção mais precária, os migrantes auferem melhores rendimentos que os não migrantes devido, sobretudo, a fatores não observáveis. Recorre-se à revisão de literatura e, posteriormente, às bases de dados dos Censos Demográficos do Brasil nos anos de 2000 e de 2010. Trabalha-se com a migração de data fixa ao logo de toda a tese. Na primeira parte, usam-se como indivíduos da amostra os migrantes responsáveis pelos domicílios; na segunda parte, recorre-se aos indivíduos que se declararam migrantes em idade ativa (15 a 60). O tratamento analítico foi dado a partir de uso de modelos econométricos para investigar a hipótese básica de cada um dos capítulos que se aliam à hipótese geral da tese. Os resultados mostram que houve uma redução nas disparidades socioeconômicas regionais no ano de 2010 comparado a 2000, com crescimento substancial da cobertura de serviços de infraestrutura domiciliar. Porém, a inserção socioeconômica dos migrantes ocorre de forma relativamente mais precária que a dos não migrantes em seus locais de destino, haja vista que são maiores as chances de acesso a serviços básicos para os não migrantes do que para os migrantes nos dois anos analisados, apesar da redução dessa desigualdade no último ano em comparação ao primeiro. No que se refere à condição de atividade, os migrantes experimentam maior renda média domiciliar, porém com maiores taxas de desemprego e menor taxa de formalidade no mercado de trabalho, apesar de mais escolarizados que os não migrantes. Além disso, a propensão dos migrantes a trabalhar e/ou estudar é menor em todos os anos em comparação aos não migrantes. Somente em 2010, a propensão de um migrante estar desempregado era maior que a de um não migrante. Apesar disso, os migrantes brasileiros, quando ocupados no mercado de trabalho, auferem maiores rendimentos médios que os não migrantes devido a características produtivas não observáveis

Abstract: The aim of this thesis is to analyze the socioeconomic issues that influence the migratory dynamics; the socio-economic status of migrants at the places of destination; the condition of activity; and the income differentials at work. The general hypothesis is that migration in Brazil is caused by regional socioeconomic dynamics resulting from individual or collective actions, from a positively selected group of the Brazilian population. The central hypotheses of the thesis chapters are that: (i) Brazilian socioeconomic conditions are important determinants of migration dynamics; (ii) migrants have better conditions at the place of destination than at the origin, but they cannot, in the short term, have socioeconomic insertion equivalent to non-migrants; (iii) Migrants, though they have higher levels of formal education, enter the labor market relatively more precariously; (iv) despite the more precarious insertion, migrants earn higher wages than non-migrants, mainly due to unobservable factors. The analysis is based on literature review and on Brazil¿s Demographic Census databases of the years 2000 and 2010. We work with the migration of a fixed date. In the first part of the thesis, the migrants responsible for the households are used as individuals of the sample; in the second part of the thesis, individuals who declared themselves migrants of working age (15 to 60) are used. Econometric models were used to investigate the basic hypothesis of each of the chapters, based on the general hypothesis of the thesis. The results show that there was a reduction in the regional socioeconomic disparities in the year 2010 compared to the year 2000, with substantial growth of home infrastructure services coverage. However, the socioeconomic insertion of migrants occurs relatively more precariously than that of non-migrants in their places of destination, since the chances of access to basic services are higher for migrants than for non-migrants in both years, despite the reduction of the differences in the last year in comparison to the first one. With regard to the condition of activity, although migrants present higher educational levels and average household income, they are subject to higher rates of unemployment and lower formality in the labor market. In addition, the propensity of migrants to work and/or study, is lower in all years compared to non-migrants. In 2010, the propensity of a migrant to be unemployed was higher than that of non-migrants. Nevertheless, Brazilian migrants, when employed in the labor market, earn higher incomes on average compared to non-migrants due to unobservable productive characteristics
Subject: Migração - Brasil - Aspectos econômicos
Mobilidade social
Brasil - Municípios
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SILVA FILHO, Luis Abel. Migração: inserção socieconômica, condição de atividade e diferenciais de rendimentos no Brasil. 2017. 1 recurso online (130 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330921>. Acesso em: 3 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
SilvaFilho_LuisAbelDa_D.pdf2.07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.