Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330876
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Histórias indígenas em contextos de formação dos Estados argentino, brasileiro e uruguaio : charruas, guaranis e minuanos em fronteiras platinas (1801-1818)
Title Alternative: Indigenous histories in formation of Argentine, Brazilian and Uruguayan States : charruas, guaranis and minuanos in platinum borders (1801-1818)
Author: Melo, Karina Moreira Ribeiro da Silva e, 1978-
Advisor: Chalhoub, Sidney, 1957-
Abstract: Resumo: Nas décadas iniciais do século XIX, aspectos da organização política e social de indígenas Charrua, Guarani e Minuano se articularam com pressões e oportunidades apresentadas durante a era de revoluções pela independência nos Estados argentino, brasileiro e uruguaio. Espalhados em distintos arquivos, os registros de cunho administrativo, legislativo e militar sobre a atuação dos indígenas evidenciam aspectos importantes do processo histórico de formação dos Estados nacionais. Índias e índios envolveram-se em situações de negociação e conflito entre governos oficiais estabelecidos, líderes rebeldes e estancieiros; bem como em relações de trabalho, solidariedade e disputa. Durante os primeiros anos daquele novo século, projetos de defesa e expansão de fronteiras foram elaborados por agentes do governo e particulares nos limites entre o vice-reino do Brasil e as províncias platinas. Tais projetos foram empreendidos tendo em vista a participação indígena junto aos serviços militares e a utilização de sua mão de obra e de seus conhecimentos sobre as lidas com o gado. Distintas autoridades afiançaram e discordaram de planos nos quais uma das principais questões em jogo era a reorganização política de espaços limítrofes, estreitamente vinculada à necessidade de definir aspectos sobre a liberdade dos índios e o destino das terras, dos bens, e, sobretudo, dos habitantes da região. Nesse sentido, a análise de diferentes situações permite dar visibilidade às variadas práticas de sociabilidade vividas por eles. As experiências de contato e convívio entre os habitantes locais que circularam pelo espaço dos limites platinos contribuíram para o sucesso e o fracasso de diferentes tentativas de agentes coloniais de expandir as fronteiras e apoderar-se dos recursos disponíveis no território. Ao mesmo tempo, vínculos políticos, taxonomias sócio-étnicas e identidades profissionais revelam estratégias desenvolvidas por setores considerados subalternos com o objetivo de sobreviver em um contexto de profundas transformações sociais. Da mesma forma, elementos sobre sua mobilidade espacial e social podem ser articulados aos processos de formação social e de identidades políticas nacionais, regionais e étnicas

Abstract: In the early decades of the 19th century, aspects of the political and social organization of the Charrua, Guarani and Minuano Indians were articulated with the pressures and opportunities presented during the era of revolutions for independence in the Argentine, Brazilian and Uruguayan states. The records of administrative, legislative and military aspects of their actions are scattered in different archives, but together they can provide important aspects about the historical process of formation of those national States. Indians were involved in situations of negotiation and conflict between established official governments, rebel leaders and farmers; as well as in labor, solidarity and dispute relations. During the early years of that new century, border defense and expansion projects were developed by government agents and private individuals in the Viceroyalty of Brazil and the Platinum Provinces. These projects were undertaken taking into account the indigenous participation in the military services and the use of their labor and their knowledge with livestock. Different authorities affirmed and disagreed with plans about the political reorganization of boundary spaces, the Indian¿s lands, property, and, above all, freedom. In this sense, the analysis of different situations gives visibility to the varied practices of sociability experienced by them. The experiences of contact and conviviality among the locals in the space of the platinum boundaries contributed to the success and failure of different attempts by colonial agents to expand the borders and seize the resources available in the territory. At the same time, political bonds, socio-ethnic taxonomies and professional identities reveal strategies developed by sectors considered subaltern with the objective of surviving in a context of deep social transformations. Similarly, elements about their spatial and social mobility can be articulated to processes of social formation and national, regional and ethnic political identities
Subject: Índios Charrua - História
Índios Guarani - História
Índios Minuano - História
Fronteiras - Brasil
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MELO, Karina Moreira Ribeiro da Silva e. Histórias indígenas em contextos de formação dos Estados argentino, brasileiro e uruguaio: charruas, guaranis e minuanos em fronteiras platinas (1801-1818). 2017. 1 recurso online (352 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330876>. Acesso em: 2 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Melo_KarinaMoreiraRibeiroDaSilvaE_D.pdf4.73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.