Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330852
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Hortensia, da aventura ao mito : cultura humorística e discurso identitário na Córdoba dos anos 1970-1980
Title Alternative: Hortensia, from the adventure to the myth : humorous culture and identity discourse in Córdoba (1970-1980)
Author: Pereira, Priscila, 1983-
Advisor: Freitas Neto, José Alves de, 1971-
Abstract: Resumo: Este trabalho analisa a relação entre representações visuais e discurso humorístico na revista Hortensia, publicação de humor gráfico da cidade de Córdoba (Argentina) e que, até hoje, é considerada a mais paradigmática expressão do humor popular produzido ali. A revista foi publicada de 1971 a 1989, servindo como nicho de incontáveis talentos e marcando época na história do humor gráfico nacional. Nos seus mais de dezoito anos de existência, Hortensia pôde sobreviver a duas ditaduras civil-militares, ao terceiro peronismo e aos primeiros anos do período da redemocratização, chegando até o final da primeira década pós-ditadura como uma publicação consagrada. Trata-se de uma fonte privilegiada para se estudar aqueles tumultuosos anos, nos quais a cidade de Córdoba viveu uma inédita situação de protagonismo político e social. A tese enfatizou os doze primeiros anos de existência de Hortensia (1971-1983), período no qual a revista teve a marca pessoal de Alberto Cognigni, diretor e idealizador da mesma. Mais especificamente, a pesquisa se centrou na análise das produções gráficas e textuais deste autor, que se esmerou para que a sua revista transcendesse o seu localismo e se tornasse um produto de consumo nacional. A principal hipótese sobre a qual se assentou este trabalho é de que Hortensia se converteu num mito identitário para Córdoba, o que resultou na monumentalização do humor local e na sua ascensão à condição de patrimônio imaterial da cidade

Abstract: This research analyzes the relationship between visual representations and humorous discourse in Hortensia magazine, a graphic humor publication from Córdoba (Argentina) which has been considered until today the most paradigmatic expression of popular humor conceived there. The magazine was published from 1971 to 1989, housing countless talents and marking an era in the history of national graphic humor. In its more than eighteen years of existence, Hortensia was able to survive two civil-military dictatorships, the third Peronism and the first years of the re-democratization period, reaching the end of the first decade after the dictatorship as a noteworthy publication. It is a privileged source to study those tumultuous years, in which the city of Córdoba lived an unprecedented situation of political and social prominence. The dissertation emphasized the first twelve years of existence of Hortensia (1971-1983), period in which the magazine had the personal mark of Alberto Cognigni, its director and creator. More specifically, the research focused on analyzing the graphic and textual productions of this author, who put a great deal of effort into his magazine in order to overcome its localism and make it become a product of national consumption. The main hypothesis of this work is that Hortensia became an identity myth for Córdoba, which resulted in the monumentalization of the local humor and its rise into the condition of intangible cultural heritage of the city
Subject: Hortensia (Córdoba, Argentina)
Humorismo argentino
Cordoba (Argentina) - História
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PEREIRA, Priscila. Hortensia, da aventura ao mito: cultura humorística e discurso identitário na Córdoba dos anos 1970-1980. 2017. 1 recurso online (325 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330852>. Acesso em: 2 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pereira_Priscila_D.pdf17.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.