Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330847
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Estudo dos ramos arteriais intra-hepáticos na atresia biliar : uma análise morfométrica e de correlação clínica e laboratorial
Title Alternative: Study of intrahepatic arterial branches in biliary atresia : a morphometric analysis and clinical and laboratory correlation
Author: Fontenele, João Paulo Uchoa, 1980-
Advisor: Escanhoela, Cecília Amélia Fazzio, 1958-
Abstract: Resumo: A atresia biliar (AB) é doença de etiologia desconhecida, própria das primeiras semanas de vida. Devido à sua apresentação clínica heterogênea, acredita-se que a AB represente uma via sindrômica final comum de um grupo de doenças que cursam com colangiopatia fibroinflamatória e obliterativa progressiva. Alterações morfológicas hepáticas da AB incluem intensa reação biliar portal com colestase, fibrose portal e formação de nódulos em fases avançadas. Alguns pesquisadores têm descrito o espessamento da parede dos ramos arteriais intra-hepáticos como um achado morfológico comum e típico da AB. Neste trabalho realizamos um estudo morfométrico dos ramos arteriais intra-hepáticos de pacientes com AB e o correlacionamos às seguintes variáveis clínicas e laboratoriais: Idade, Tempo de Doença, Nível Sérico de Bilirrubina Direta, Grau de Fibrose e Infecção por CMV. As análises morfométricas foram realizadas em lâminas histológicas de espécimes hepáticos por meio de programa computadorizado, conforme metodologia previamente descrita. O grau de fibrose foi avaliado morfometricamente como área proporcional de colágeno (APC), sendo esta o percentual de tecido fibroso em relação a área total de tecido hepático. Ao todo, foram analisados 62 espécimes hepáticos de casos de AB coletados por biópsia em cunha durante portoenterostomia de Kasai. O grupo controle (N=10) foi constituído de espécimes hepáticos provenientes de autópsias em pacientes com idade inferior a 1 ano, sem diagnóstico de hepatopatia ou infecção pelo CMV. De acordo com o diâmetro externo (DE), os ramos arteriais foram classificados como artéria (DE>100µm) ou arteríola (20 ? DE?100µm). Vasos com DE<20µm foram excluídos do estudo. Um total de 51 artérias e 1088 arteríolas distribuídas entre casos de AB e controles foram submetidas à análise morfométrica. A idade dos pacientes com AB variou entre 30 e 260 dias, o tempo de doença entre 21 e 181 dias, o nível sérico de bilirrubina direta entre 4,2 e 20,43mg/dl e a APC entre 3,8% e 64,7%. Não foram encontrados resultados compatíveis com espessamento da parede de artérias ou arteríolas nos casos de AB ou associação dos dados morfométricos com as variáveis clínicas, laboratoriais e histológica estudadas (P>0,05). Foram identificados 11 casos de AB com infecção por CMV, os quais também não evidenciaram resultados compatíveis com espessamento da parede de artérias ou arteríolas (P>0,05). Estes resultados, portanto, não apoiam o espessamento de ramos arteriais intra-hepáticos como uma característica morfológica da AB ou que o mesmo tenha associação com a evolução da doença

Abstract: Biliary atresia (BA) is a childhood disease of unknown etiology that occurs in the first weeks of life. Due to its heterogeneous clinical presentation, it is believed that BA represents the final common syndromic pathway of a group of diseases characterized by progressive fibroinflammatory obliterative cholangiopathy. Hepatic morphologic alterations of BA include intense portal biliary reaction with cholestasis, portal fibrosis and formation of nodules at advanced stages. Some researchers have described thickened walls of intrahepatic arterial branches as a common and typical morphologic finding in BA. In this study, we conducted a morphometric analysis of intrahepatic arterial branches of BA patients, correlated with the following clinical and laboratory variables: age, duration of disease, direct bilirubin serum level, degree of fibrosis and CMV infection. Morphometric analyses were carried out in histology slides of liver specimens by a computer-assisted program, according to previously described methodology. The degree of fibrosis was morphometrically estimated by the collagen proportionate area (CPA), which was the percentage of fibrous tissue in relation to the total area of liver tissue. A total of 62 liver specimens of BA cases collected by wedge liver biopsy during portoenterostomy (Kasai) procedure were analyzed. The control group (N=10) was comprised of liver specimens obtained from autopsies of patients under 1 year of age, without a diagnosis of liver disease or CMV infection. According to the external diameter (ED), arterial branches were classified as artery (ED>100µm) or arteriole (20 ? ED?100µm). Vessels with ED<20µm were excluded from the study. A total of 51 arteries and 1088 arterioles distributed between BA and control cases were submitted to morphometric analysis. The age of BA patients ranged from 30 to 260 days, duration of disease ranged from 21 to 181 days, direct bilirubin serum levels ranged from 4.2 to 20.43mg/dl and PCA ranged from 3.8% to 64.7%. In BA cases, results consistent with arterial or arteriolar wall thickening or an association between morphometric data and clinical, laboratory and histologic variables studied were not found (P>0,05). Eleven (11) BA cases with CMV infection were identified, which also failed to show results that were consistent with thickened intrahepatic artery or arteriole walls (P>0,05). Therefore, these results do not support thickening of intrahepatic arterial branches as a morphologic feature of BA or the theory that it has any association with disease progression
Subject: Atresia biliar
Histologia
Artérias
Fígado
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FONTENELE, João Paulo Uchoa. Estudo dos ramos arteriais intra-hepáticos na atresia biliar: uma análise morfométrica e de correlação clínica e laboratorial. 2017. 1 recurso online (112 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330847>. Acesso em: 2 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fontenele_JoaoPauloUchoa_D.pdf2.96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.