Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330825
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Apoio institucional = implicações do método na atenção básica de um município da região sudoeste da Bahia = Institucional support: implications of the method in the primary care of a municipality of the southwet region of Bahia
Title Alternative: Institucional support : implications of the method in the primary care of a municipality of the southwet region of Bahia
Author: Carvalho, Bárbara Teixeira, 1983-
Advisor: Bedrikow, Rubens, 1962-
Abstract: Resumo: O Sistema Único de Saúde (SUS) é entendido como uma política aberta que está em constante construção, aposta em estratégias e ferramentas que potencializem recursos do fazer dentro da gestão e na assistência à saúde. A Política Nacional de Humanização (PNH),2008, propõe a prática do Apoio Institucional (AI) como método de trabalho em saúde que privilegia a cogestão, instituindo um elo entre gestores e trabalhadores e a construção de espaços coletivos nas práticas dos serviços. Este método proposto por Campos (2000) através do método Paidéia, valoriza o saber e prática dos profissionais da assistência como importante contribuinte para o desenhar de políticas e planejamentos no campo da saúde, enfatizando a boa relação entre trabalhador e gestor. Um novo componente inserido no contexto da Gestão da Atenção Básica (AB) é o Apoiador Institucional, que traz importante missão em contribuir para o fortalecimento das atividades de cogestão, o potencializa a resolubilidade das demandas das Unidades Básicas de Saúde. O objetivo principal deste estudo foi analisar a prática do Apoio Institucional na gestão da Atenção Básica em um município da região sudoeste do estado da Bahia, para isso é importante inferir o entendimento dos gestores de saúde sobre o Apoio Institucional na Atenção Básica, bem como conhecer o processo de trabalho do Apoiador Institucional e identificar as repercussões do Apoio Institucional para o processo de trabalho segundo a perspectiva dos coordenadores das Equipes de Saúde da Família. A pesquisa aconteceu no município de Guanambi, localizado na Região de Saúde do Alto Sertão Produtivo na Bahia, participaram deste estudo os gestores municipais de saúde que atuam como Secretário de Saúde, Diretor da AB, Apoiadores Institucionais e Coordenadores das Equipes de Saúde da Família. Os dados foram coletados através de uma entrevista semiestruturada, gravada, transcrita, e analisada segundo a proposta trazida por Bardin (2008). A coparticipação no processo de implantação da primeira equipe de Apoiadores Institucionais no município foi um aspecto estimulador para o fazer deste estudo. Dentre os principais resultados destaca-se que os gestores em sua maioria são mulheres e enfermeiras; a proximidade com a teoria do Apoio Institucional apresenta-se prejudicada o que pode está relacionado ao pouco investimento em atividades de formação para esses profissionais; o trabalho dos apoiadores acontece principalmente dentro da Secretaria de Saúde com uma reunião mensal obrigatória junto as equipes; o papel do apoiador é muito importante, mas é considerado um profissional frágil e com baixo poder de decisão; o investimento em qualificação profissional está como a principal sugestão para a melhoria do trabalho do AI. Considera-se importante a articulação dos gestores municipais e estaduais para desenvolverem o processo de formação para os gestores, sugere-se ainda uma análise da matriz curricular nos cursos da área da saúde quanto as disciplinas que tratam sobre administração em serviços públicos, dando enfoque ao método Paideia, já que este tem sido muito utilizado pelos gestores desde a PNH, além disso o investimento em pesquisa sobre o AI por todo o Brasil para uma aproximação da prática do apoio em todo o país, compartilhando as experiências aprimorando assim o método

Abstract: The Unified Health System (SUS) is understood as an open policy that is in constant construction, bets on strategies and tools that potentiate resources of the do within the management and health care. The National Humanization Policy (HNP), 2008, proposes the practice of Institutional Support (AI) as a health work method that favors co-management, establishing a link between managers and workers and the construction of collective spaces in service practices. This method proposed by Campos (2000) through the Paidéia method, values ??the knowledge and practice of care professionals as an important contributor to the design of policies and planning in the health field, emphasizing the good relationship between worker and manager. A new component inserted in the context of Primary Care Management (AB) is the Institutional Supporter, which has an important mission in contributing to the strengthening of co-management activities, enhancing the resolubility of the demands of the Basic Health Units. The main objective of this study Was to analyze the practice of Institutional Support in the management of Primary Care in a city in the southwestern region of the state of Bahia, so it is important to infer the understanding of health managers about the Institutional Support in Primary Care, as well as to know the work process of the Institutional Support and identify the repercussions of the Institutional Support for the work process according to the perspective of the coordinators of the Family Health Teams. The research was carried out in the municipality of Guanambi, located in the Health Region of Alto Sertão Productivo in Bahia. The municipal health managers who served as Secretary of Health, Director of AB, Institutional Supporters and Coordinators of Family Health Teams participated in this study. The data were collected through a semi-structured interview, recorded, transcribed, and analyzed according to the proposal brought by Bardin (2008). The participation in the process of implantation of the first team of Institutional Supporters in the city was a stimulating aspect to make this study. Among the main results it is highlighted that the managers are mostly women and nurses; The proximity to the theory of Institutional Support is impaired which can be related to the little investment in training activities for these professionals; The work of the supporters happens mainly within the Health Department with a mandatory monthly meeting with the teams; The role of the supporter is very important, but is considered a fragile and low decision-making professional; The investment in professional qualification stands as the main suggestion for the improvement of AI work. It is considered important the articulation of the municipal and state managers to develop the formation process for the managers, it is suggested an analysis of the curricular matrix in the courses of the health area as the disciplines that deal with administration in public services, giving focus to the Paideia method, since this has been widely used by managers since the HNP, in addition the investment in AI research throughout Brazil for an approximation of the practice of support throughout the country, sharing the experiences thus improving the method
Subject: Política de saúde
Atenção primária à saúde
Gestão em saúde
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CARVALHO, Bárbara Teixeira. Apoio institucional: implicações do método na atenção básica de um município da região sudoeste da Bahia = Institucional support: implications of the method in the primary care of a municipality of the southwet region of Bahia. 2017. 1 recurso online (81 p.). Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330825>. Acesso em: 2 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Carvalho_BarbaraTeixeira.pdf1.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.