Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330810
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Desenvolvimento de uma técnica imunoenzimática (ELISA) quantitativa para a pesquisa de anticorpos IgG anti-DNA nativo (DNAds) no lúpus eritematoso sistêmico  
Title Alternative: Development of a quantitative enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) for the detection of anti-double-stranded (ds) DNA IgG antibodies in systemic lupus erythematosus  
Author: Cavalcante, Elisângela de Oliveira Ribeiro, 1992-
Advisor: Rossi, Claudio Lucio, 1950-
Abstract: Resumo: O lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença autoimune crônica caracterizada pela produção de anticorpos direcionados a uma grande variedade de componentes da própria pessoa, incluindo antígenos intracelulares do núcleo celular. A detecção de anticorpos contra o DNA nativo (ds) é um dos critérios de classificação para o diagnóstico do LES. O presente estudo teve como objetivo desenvolver uma técnica imunoenzimática (ELISA) quantitativa para a detecção de anticorpos IgG anti-DNAds. O desempenho da técnica ELISA foi comparado com o teste de imunofluorescência indireta com Crithidia luciliae (CLIFT) como referência. Anticorpos IgG anti-DNAds foram pesquisados por ELISA e CLIFT em amostras de soros de 127 pacientes com LES, 56 pacientes com outras doenças e 37 pessoas sadias. A técnica ELISA apresentou sensibilidade de 92,9% e especificidade de 94,6%, enquanto a sensibilidade e especificidade da técnica CLIFT foram de 85,8% e 100%, respectivamente. O teste Q de Cochran foi utilizado para comparar as sensibilidades e especificidades das reações (diferenças entre os resultados foram consideradas significantes quando p ? 0,05). De acordo com a análise estatística, a técnica ELISA apresentou sensibilidade significativamente maior do que a obtida com a técnica CLIFT (p=0,0027), enquanto a técnica CLIFT apresentou especificidade significativamente maior do que a obtida com a técnica ELISA (p=0,0253). A técnica ELISA também pode ser utilizada para determinar a avidez dos anticorpos IgG anti-DNAds. Os índices de avidez desses anticorpos em 15 amostras de soros de pacientes com LES, selecionadas aleatoriamente, variaram de 58,5% a 96,9%. A técnica ELISA para a pesquisa de anticorpos IgG anti-DNAds desenvolvida nesse estudo apresentou ótimos resultados em termos de sensibilidade e especificidade, podendo ser útil em pesquisa e rotina diagnóstica

Abstract: Systemic lupus erythematosus (SLE) is a chronic systemic autoimmune disease characterized by the production of antibodies to a large variety of self-components, including intracellular antigens of the cell nucleus. The detection of anti-double-stranded (ds) DNA antibodies is part of the classification criteria for diagnosing SLE. In this study, a quantitative enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) for the detection of anti-dsDNA IgG antibodies was developed. The performance of the ELISA was compared with the Crithidia luciliae indirect immunofluorescence test (CLIFT) as a reference. Anti-dsDNA IgG antibodies were screened by ELISA and CLIFT in serum samples from 127 patients with SLE, 56 patients with other diseases and 37 healthy persons. The ELISA had a sensitivity of 92.9% and specificity of 94.6%, whereas the sensitivity and specificity of the CLIFT were 85.8% and 100%, respectively. The Cochran Q test was used to compare the sensitivities and specificities of the reactions (differences among results were considered significant when p ? 0.05). Based on the statistical analysis, the ELISA had a significantly greater sensitivity than the CLIFT (p=0.0027), whereas the CLIFT had a significantly greater specificity than the ELISA (p=0.0253). This assay may also be used to determine the avidity of anti-dsDNA IgG antibodies. The avidity indices of these antibodies in serum samples from 15 randomly selected patients with SLE ranged from 58.5% to 96.9%. The ELISA for the detection of anti-dsDNA IgG antibodies developed in this work showed excellent results in terms of sensitivity and specificity and could be useful in research and routine diagnostics
Subject: Lúpus eritematoso sistêmico
Teste imunoenzimatico
Anticorpos antinucleares
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CAVALCANTE, Elisângela de Oliveira Ribeiro. Desenvolvimento de uma técnica imunoenzimática (ELISA) quantitativa para a pesquisa de anticorpos IgG anti-DNA nativo (DNAds) no lúpus eritematoso sistêmico  . 2017. 1 recurso online (114 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330810>. Acesso em: 2 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cavalcante_ElisangelaOliveiraRibeiro_M.pdf1.63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.