Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330398
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Taxonomic and phylogenetic studies in Caraipa and Haploclathra (Calophyllaceae) = Estudos taxonômicos e filogenéticos em Caraipa e Haploclathra (Calophyllaceae)
Title Alternative: Estudos taxonômicos e filogenéticos em Caraipa e Haploclathra (Calophyllaceae)
Author: Cabral, Fernanda Nunes, 1980-
Advisor: Amaral, Maria do Carmo Estanislau do, 1958-
Abstract: Resumo: Calophyllaceae (=Kielmeyeroideae em Clusiaceae s.l.) possui um clado fortemente suportado formado pelos gêneros tropicais Kielmeyera, Caraipa and Haploclathra. Caraipa era previamente representada por 28 espécies distribuídas na Amazônia e no escudo das Guianas, uma espécie ocorre nos Andes Venezuelanos e uma espécie também ocorre na Mata Atlântica no Brazil. Haploclathra, com apenas quatro espécies, é distribuída na Amazônia. Ambos gêneros são restritos ao novo mundo, ocorrem em diversos habitats desde floresta de terra-firme, áreas alagadas, áreas sazonalmente alagadas, até floresta de areia branca ou campinaranas, e Caraipa também ocorre no topo de montanhas e tepuis. Caraipa e Haploclathra diferem pela filotaxia foliar (alterna em Caraipa e oposta ou verticilada em Haploclathra), pelas anteras (dorsifixas e com abertura longitudinal em Caraipa e loceladas em Haploclathra), pelas glândulas de antera no ápice do conectivo (presença em Caraipa e ausência em Haploclathra), e pelo epicarpo do fruto (que se separa do endocarpo em Caraipa e não se separa em Haploclathra). Os objetivos desse estudo são: propor uma hipótese filogenética usando marcadores moleculares nucleares (Emb e ITS) e plastidiais (ndhF e rps3) com uma amostragem mais ampla para entender aspectos de evolução e propor uma classificação para Caraipa e Haploclathra (capítulo 1), e apresentar uma revisão taxonômica para Caraipa (capítulos 2 e 3) e uma sinopse para Haploclathra (capítulo 4). Nosso estudo mostra que Haploclathra é o grupo irmão do clado formado por Caraipa e Kielmeyera, contrariando estudos prévios que mostram que Kielmeyera é o grupo irmão de Caraipa e Haploclathra. A resolução entre Caraipa e Haploclathra aumentou e algumas relações são indicadas. Nós descrevemos 13 novas espécies de Caraipa e com as sinonimizações e validações de espécies previamente sinonimizadas, Caraipa é atualmente representada por 41 espécies. Para Haploclathra, nos validamos uma espécie que era considerada uma variedade e reconhecemos cinco espécies

Abstract: Calophyllaceae (=Kielmeyeroideae em Clusiaceae s.l.) contains a strongly supported clade formed by the neotropical genera Kielmeyera, Caraipa and Haploclathra. Caraipa was previously represented by 28 species distributed in the Amazon basin and on the Guiana Shield, one species in the Venezuelan Andes, and one species also occuring in the Atlantic Forest in Brazil. Haploclathra with only four species is distributed in the Amazon basin. Both genera are restricted to the new world, occur in diverse habitats from terra-firme forest, wetlands, seasonally wet forest, and white-sand vegetation, and Caraipa also occurs in the top of mountains and tepuis. Caraipa and Haploclathra differ by the leaf phyllotaxy (alternate in Caraipa and opposite or verticillate in Haploclathra), the anthers (dorsifixed and opening longitudinally in Caraipa and locellate in Haploclathra), anther glands on the connective apex (presence in Caraipa and lack of anther glands in Haploclathra), and the fruit epicarp (separating from the endocarp in Caraipa and not separating in Haploclathra). The objectives of this work are: to propose a phylogenetic hypothesis using nuclear (Emb and ITS) and plastid molecular markers (ndhF and rps3) with a broader species sampling in order to understand aspects of evolution and propose a classification for Caraipa and Haploclathra (Chapter 1), and to present a taxonomic review for Caraipa (Chapters 2 and 3) and a synopsis for Haploclathra (Chapter 4). Our study shows that Haploclathra is sister to the clade formed by Caraipa and Kielmeyera, contrary to previous studies that show Kielmeyera as sister to Caraipa and Haploclathra. The resolution among Caraipa and Haploclathra improved greatly and some relationships are indicated. We described 13 new species of Caraipa and with the synonymizations and validation of previously synonymized species, Caraipa is now represented by 41 species. For Haploclathra we validated one species that was considered a variety and now recognize five species
Subject: Calophyllaceae - Amazônia
Filogenia
Taxonomia vegetal
Editor: [s.n.]
Citation: CABRAL, Fernanda Nunes. Taxonomic and phylogenetic studies in Caraipa and Haploclathra (Calophyllaceae) = Estudos taxonômicos e filogenéticos em Caraipa e Haploclathra (Calophyllaceae). 2016. 1 recurso online (305 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330398>. Acesso em: 31 ago. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cabral_FernandaNunes_D.pdf35.28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.