Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330394
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Análise do perfil de corredores de rua
Title Alternative: Road runners profile analysis
Author: Salgado, José Vitor Vieira, 1977
Advisor: Andries Júnior, Orival, 1957-
Junior, Orival Andries
Abstract: Resumo: As corridas de rua tornaram-se um dos eventos esportivos mais populares no Brasil e no mundo, sendo um fenômeno social relevante devido ao crescente número de praticantes, que vem aumentando de forma expressiva nos últimos anos. O objetivo desse estudo foi identificar e traçar o perfil dos corredores de rua amadores, compreendendo as características referentes ao treinamento, saúde, ocorrência de lesões e prevalência do consumo de suplementos alimentares. A tese será apresentada em três estudos, o primeiro refere-se ao consumo de suplementos alimentares em corredores de rua em uma análise do cenário nacional em quatro diferentes corridas. Os dois seguintes são referentes ao acompanhamento longitudinal por quatro anos consecutivos na corrida: "Volta da Unicamp", Campinas-SP. O segundo e terceiro estudos consistiram em aplicar um questionário eletrônico de auto preenchimento, no ato da inscrição da corrida de rua "Volta da Unicamp", por quatro anos consecutivos. O questionário foi composto por 28 perguntas referentes à prática da corrida de rua, sendo perguntas de múltipla escolha e perguntas abertas, onde o participante escrevia a resposta e cada estudo considerou um grupo de perguntas. E o primeiro estudo consistiu em aplicar uma entrevista nos participantes das seguintes corridas: Corrida Integração, Campinas-SP; Maratona de Revezamento Pão de Açúcar, São Paulo-SP; Volta Internacional da Pampulha, Belo Horizonte-MG e Corrida de São Silvestre, São Paulo-SP. A ferramenta de análise foi através de uma entrevista onde os participantes foram selecionados aleatoriamente e puderam responder voluntariamente. As entrevistas reportavam a perguntas referentes à prática da corrida de rua, características dos treinamentos e de consumo de suplementos alimentares. O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência do consumo de suplementos alimentares por corredores rua. Foram entrevistados 817 corredores sendo 671 homens e 146 mulheres, com média de idade de 37,9±12,4 anos. Da amostra, 28,33% relataram fazer uso de algum tipo de suplemento alimentar, sendo o principal motivo para este consumo aumentar a resistência e melhorar o desempenho. O fato dos corredores possuírem orientação de um profissional de Educação Física na orientação dos treinamentos implicou em uma chance de 4,67 vezes maior desses corredores consumirem suplementos alimentares. O consumo de suplementos apresentou uma forte correlação (r = 0,97) com a quilometragem percorrida semanalmente e em relação ao tempo de prática da corrida e consumo de suplementos apresentou uma correlação (r = 0,86). O consumo de suplementos alimentares mostrou-se mais frequente nos corredores que possuem uma rotina de treinamento com maiores quilometragens percorrida por semana. No segundo estudo, o objetivo foi verificar a prevalência do consumo de suplementos alimentares por corredores de rua, por quatro anos consecutivos em um em mesmo evento, na corrida de rua "Volta da Unicamp". Participaram do estudo 2106 corredores, com média de idade de 36,15 ± 10,94, sendo 78,33% masculino e 21,67% feminino. Dos avaliados, 21,04% consomem algum suplemento alimentar. Os suplementos mais consumidos foram carboidratos, proteínas, vitaminas e aminoácidos. O consumo de suplementos foi proporcional à quilometragem percorrida por semana (r=0,97), assim como, a relação entre o tempo de prática de corrida e consumo de suplementos (r=0,86). Entre o primeiro ano avaliado e o último, houve um acréscimo do consumo de 8,59%. O estudo mostra um aumento nos consumo de suplementos alimentares por corredores de rua e presume-se que praticantes que treinam maiores distâncias e por mais tempo estão mais propensos a consumir suplementos alimentares. O terceiro estudo teve o objetivo de verificar a prevalência de lesões em corredores de rua. Participaram do estudo 2126 corredores, sendo 1485 do sexo masculino e 641 feminino. Foi feito análise estatística descritiva e inferencial. Dentre os avaliados, 31,04% relataram ter sido acometido de algum tipo de lesão, dos quais 77,88% masculino e 22,12% feminino. Dos indivíduos que apresentaram lesão, 50,66% declararam que possuíam alguma orientação por técnicos e professores de educação física em relação à prescrição de seus treinamentos. Os corredores que sofreram lesão foram os que apresentaram maiores cargas de treinamento, com mais hora treino por semana, com maiores volumes treino e com mais participações em provas por ano (p?0,00). A correlação entre quilometragem percorrida por semana e a incidência de lesão foi de r=0,97, esse mesmo valor foi em relação ao tempo de prática de corrida e a correlação entre participação em corridas e ocorrência de lesão foi r=0,89. Pode presumir-se que os corredores mais experientes, que praticam corrida por mais tempo e que possuem maiores cargas de treinamento estejam mais suscetíveis à ocorrência de lesões. Contudo, novos estudos devem ser realizados para avaliar se existe alguma influência do tipo de treino e intensidade realizada por tais atletas. Os estudos são complementares e auxiliam na compreensão dos aspectos relacionados ao perfil dos praticantes de corrida de rua

Abstract: Road Races have become one of the most popular sport events in Brazil and around the world. It can be said it is a relevant social phenomena due to its expressive growing number of participants during recent years. This study aims to draw a profile of road runners through their training, health, injuries and dietary supplements ingestion. This thesis is divided into three studies: The first study refers to four national road race events. The second and the third to data collected for four consecutive years in "Volta da Unicamp" road race, in Campinas, SP, Brazil. These studies consisted on providing electronic questionnaires in four different years for road runners at the moment they were registering themselves for the race "Volta da Unicamp". Each questionnaire consisted on 28 questions referring to their road race practice, being some of them multiple choice questions and some open questions. Each study took a specific group of questions in consideration. The first study got its data from the following events: "Corrida Integração", Campinas-SP; "Maratona de revezamento Pão de Açucar", São Paulo-SP; "Volta internacional da Pampulha", Belo Horizonte-MG; and "Corrida de São Silvestre", São Paulo-SP. The analysis consisted in an interview targeted to runners chosen randomly, that had the choice to answer or not. The questions were about them road running practice, training characteristics and dietary supplements consumption. The main objective of this study was to gather information on dietary supplements consumption. In total, 817 runners have been interviewed, being 671 men and 146 women, with an average age of 37 years old. 28.33% of them reported they used some king of dietary supplement, being the main objective for this consumption the wish for an increase on resistance and a better performance. Respondents who were oriented by physical educational professional had an increase of 4.67 times in the chance of consuming supplement. Supplement consumption has presented a strong correlation with total weekly ran distance (r=0.97) and has also presented a strong correlation with the total weekly ran time (r=0.86). Supplements consumptions have been shown more frequent in runners whose training routine have longer weekly ran distance. On the second study, the use of dietary supplements was verified among road runners on four different years in the same event: "Volta da Unicamp". 2106 runners participated of the study, being their average age 36.15 ± 10.94 years. From those runners, 78.33% were men and 21.67% were women. Among all the runners in this study, 21.04% reported using some kind of dietary supplement. The most used supplements were carbohydrates, proteins, vitamins and amino acids. The supplement consumption in the athletes was proportional to the total weekly ran distance (r=0.97) and to the total weekly ran distance (r=0.86). Between the first and the fourth year of "Volta da Unicamp", there was an increase of 8,59% in the consumption of dietary supplements. The study shows an increase in the consumption of supplements by road runners and infers that runners who run longer distances and for a longer time are more likely to eat supplements. The third study's objective was to verify the frequency and the cause of injuries on runners. In total, 2126 runners have participated of the study, being 1485 men and 641 women. A descriptive and inferential analysis was made. Among all interviewed participants, 31.04% reported that already suffered some kind of injury during the training, being 77.88% men and 22.12% women. Of the individuals who have suffered injuries, 50.66% reported having received some guidance from physical education professionals to their training. The runners who have suffered injuries lie amongst the ones with the highest training loads, with more hours of training per week, with greater training volume and with more participation in events per year (p=0). The correlation between total weekly ran distance and injuries incidence was r=0.97, the correlation between total weekly ran time was also r=0.97 and the correlation between the number of racing events per year and injuries incidence was r=0.97. Although it can be presumed that more experienced runners - ones who have started to run a longer time ago and the ones who have a greater training load - are more likely to suffer injuries. However, more studies have to be done in order to understand the influence of the training and intensity on athletes. The studies are complementary and help in the comprehension of road runner¿s profile
Subject: Corrida de longa distancia
Atletas
Corridas (Atletismo)
Corredores de longa distância
Editor: [s.n.]
Citation: SALGADO, José Vitor Vieira. Análise do perfil de corredores de rua. 2016. 1 recurso online (89 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/330394>. Acesso em: 31 ago. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Salgado_JoseVitorVieira_D.pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.