Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/330299
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Mudanças e permanências no Sistema Setorial de Inovação da cana-de-açúcar : o caso do etanol celulósico
Title Alternative: Changes and permanence in the Sugarcane Sectorial System of Innovation : the case for cellulosic ethanol
Author: Oliveira Filho, Altair Aparecido de, 1986-
Advisor: Consoni, Flávia Luciane, 1973-
Abstract: Resumo: O setor sucroenergético brasileiro figura como a principal alternativa nacional frente às energias fósseis. Ademais, ao se utilizar da cana-de-açúcar para obtenção do etanol, matéria-prima que não integra sua base alimentar, o Brasil passa a ocupar posição de destaque no debate energético. Não obstante, tal trajetória tem sido confrontada com novos desafios tecnológicos, especificamente com o desenvolvimento da tecnologia do etanol de segunda geração. Trata-se de uma tecnologia em desenvolvimento que, ao aproveitar integralmente toda a biomassa de uma diversidade de matérias-primas, mostra-se bastante promissora. A presente pesquisa de doutorado expõe e analisa as características do setor sucroenergético frente ao desafio tecnológico do etanol de segunda geração. Busca-se compreender como o Brasil se posiciona em relação ao desenvolvimento desta rota tecnológica, e em que medida o Brasil apresenta (ou não) protagonismo nessa corrida tecnológica. Pautando-se na abordagem de Sistemas Setoriais de Inovação e utilizando-se de procedimentos metodológicos específicos para compreender o processo de inovação (mapeamento de políticas publicas; mapeamento de atores e suas funções; busca e análise de famílias de patentes e artigos científicos; entrevistas com representantes das firmas), percebe-se que a reconfiguração do Sistema Setorial de Inovação Brasileiro da cana-de-açúcar presenciada na última década reafirma a sua condição histórica. Observou-se que o avanço tecnológico tem ocorrido de maneira particularizada em poucas firmas e condicionado por um novo elemento de dependência externa, o qual permite a alguns atores atuar na nova rota tecnológica e realizar incrementos técnicos, ao passo que estabelece parcerias estratégicas com atores estrangeiros

Abstract: The Brazilian sugarcane industry has been the main national alternative to fossil fuels . The ethanol, produced from sugarcane, a kind of feedstock that is not essentially food, occupies an important position in energy generation debate. However, this trajectory has been faced with new technological challenges, specifically the development of the 2nd generation biofuel, the ethanol 2G. The ethanol 2nd generation is a developing technology exploit from a variety of materials, especially non-food biomass. This PhD research exposes and analyzes the characteristics of the sugarcane industry in the face of the technological challenge for the second generation ethanol. We try to understand how Brazil stands in relation to the development of this technological route, to what extent Brazil has played a leading role in this technological route. Based on the approach of Sectoral Systems of Innovation and using specific methodological procedures to understand the innovation process (mapping of public policy, mapping of actors and their functions, analysis of patent families and scientific articles, interviews with representatives of firms), we recognized that sugarcane Sectoral System of Innovation reconfiguration, specially in the last decade, reaffirms its historical condition. Therefore, the technological advance have occurred in a few firms conditioned by a new element of external dependence, that allows some actors to act in the new technological route and to make technical increases, establishing strategic partnerships with foreign actors
Subject: Sistema de Inovação
Etanol - Política governamental - Brasil
Etanol - Indústria
Etanol 2G
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
OliveiraFilho_AltairAparecidoDe_D.pdf4.95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.