Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/32988
Type: Artigo de periódico
Title: Incidência de acidentes do trabalho não-fatais em localidade do Sudeste do Brasil
Title Alternative: Incidence of non-fatal work-related accidents in Southeast Brazil
Author: Cordeiro, Ricardo
Prestes, Simone Cristina Chiodi
Clemente, Ana Paula Grotti
Diniz, Cíntia Ségre
Sakate, Mirian
Donalisio, Maria Rita
Abstract: Incidence of work-related accidents in Botucatu, São Paulo, Brazil, was estimated according to gender, age, employment status, occupation, and type of work. A household survey was conducted by systematic random group sampling (195 census tracts). Information was collected from all residents 10 years or older in each household. Of those who had worked during the 90 days prior to the interview, we obtained information on occupation, job position, and employment contract. The study included 9,626 households (sample fraction 0.26). The proportion of non-fatal work accidents in the municipal area was 3.3% (95%CI: 2.7-3.9), higher for men 4.5% (95%CI: 3.6-5.5) and varying with type of employment contract and occupation. Compared to results from previous studies, we observed a decline in work-related accident risk.
Estimou-se a proporção de incidência de acidentes do trabalho na Cidade de Botucatu, São Paulo, Brasil, segundo sexo, idade, existência de contrato de trabalho e ocupações. Para tanto, foi realizado inquérito domiciliar em amostra aleatória sistemática por conglomerados (195 setores censitários). Coletaram-se informações de todos os moradores dos domicílios amostrados com idade maior que nove anos. Para aqueles que trabalhavam nos últimos noventa dias que precederam a entrevista, foram obtidas informações sobre ocupação, posição na ocupação, contrato de trabalho e ocorrência de acidentes. Foram estudados 9.626 domicílios residenciais (fração amostral de 0,26). A proporção de acidentes não-fatais no município foi de 3,3% (IC95%: 2,7-3,9), sendo maior em homens 4,5% (IC95%: 3,6-5,5), variando com o tipo de contrato de trabalho e grande grupo de ocupação. Comparando-se esses resultados com períodos anteriores, observa-se diminuição significativa do risco de acidentes na cidade.
Subject: Saúde Ocupacional
Acidentes do Trabalho
Sistemas de Informação
Occupational Health
Occupational Accidents
Information Systems
Editor: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0102-311X2006000200016
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2006000200016
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2006000200016
Date Issue: 1-Feb-2006
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0102-311X2006000200016.pdf63.66 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.