Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/32972
Type: Artigo de periódico
Title: Associação entre perda auditiva induzida pelo ruído e zumbidos
Title Alternative: Association between noise-induced hearing loss and tinnitus
Author: Dias, Adriano
Cordeiro, Ricardo
Corrente, José Eduardo
Gonçalves, Cláudia Giglio de Oliveira
Abstract: The objective of this study was to verify an association between noise-induced hearing loss (NIHL) and tinnitus in workers exposed to occupational noise. Workers with a history of work noise exposure who attended two audiology outpatient clinics were interviewed and evaluated. The statistical association between NIHL and tinnitus was evaluated using an adjusted linear regression model, with tinnitus as the dependent variable and NIHL, classified into six levels, as the independent variable, with age and length of noise exposure as covariates. Data were collected from 284 workers between April and October, 2003, in Bauru, São Paulo State, Brazil. Tinnitus was observed to increase with the progression of auditory damage, controlled by age and length of noise exposure. These results suggest that investment in hearing conservation programs is needed, especially for source noise emission control and for intervention in hearing loss progression that is caused by noise exposure, in order to maintain auditory health and reduce the associated symptoms.
O estudo verificou a associação entre perda auditiva induzida por ruído (PAIR) e queixa de zumbido em trabalhadores expostos ao ruído ocupacional. Foram entrevistados e avaliados trabalhadores com histórico de exposição ao ruído ocupacional atendidos em dois ambulatórios de audiologia. Estudou-se a existência de associação entre PAIR e ocorrência de zumbido por intermédio do ajuste de modelo de regressão logística, tendo como variável dependente o zumbido e como variável independente a PAIR, classificada em seis graus, controlada pelas co-variáveis idade e tempo de exposição ao ruído. Os dados foram coletados entre abril e outubro de 2003, na Cidade de Bauru, Estado de São Paulo, Brasil, contemplando 284 trabalhadores. Estimou-se que a prevalência de zumbido aumenta de acordo com a evolução do dano auditivo, controlado para a idade e tempo de exposição ao ruído. Os achados justificam o investimento em programas de conservação auditiva particularmente voltados para o controle da emissão de ruídos na fonte e para a intervenção na evolução das perdas auditivas geradas pela exposição ao ruído visando à manutenção da saúde auditiva e à diminuição dos sintomas associados.
Subject: Ruído Ocupacional
Zumbido
Perda Auditiva
Occupational Noise
Tinnitus
Hearing Losses
Editor: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0102-311X2006000100007
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2006000100007
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2006000100007
Date Issue: 1-Jan-2006
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0102-311X2006000100007.pdf68.98 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.