Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/32853
Type: Artigo de periódico
Title: O Suicídio: reavaliando um clássico da literatura sociológica do século XIX
Title Alternative: Durkheim's Suicide: reassessment of a classic from 19th-century sociological literature
Author: Nunes, Everardo Duarte
Abstract: This paper presents a detailed review of Suicide, the sociological classic by Durkheim, 100 years after it was first published. The first part of the article focuses on the author's interest in the theme, within the scope of concerns on the importance of studying suicide dating from the 18th century. The article then presents a circumstantial review of the various chapters, preceded by brief remarks on the book's place within Durkheim's work as a whole. The third part of the article comments on the book with reference to the main authors that have studied it. Amongst other qualities, the book's importance lies in the fact that it associates an elaborate theoretical construction with the empirical data, working within the possibilities provided by late 19th-century moral statistics. The article stresses Durkheim's perspective of dealing with the impact of the macrostructures over micro-level phenomena. The distribution of suicides is also reviewed, updating information and the relationship between suicides and professional groups, for example. The paper also provides a critique of authors who stress the importance of meanings in the analysis of suicides, with some notes on the relationship between suicide and mental disease.
Na marca dos cem anos da publicação de O Suicídio, é realizada uma revisão detalhada dessa obra de Durkheim, clássico da literatura sociológica. Na primeira parte do artigo são considerados os motivos que teriam levado o autor a interessar-se pelo tema, dentro das preocupações que, desde o século XVIII, situaram a importância do estudo do suicídio. Em seguida, a obra é revisada de forma circunstanciada, considerando todos os seus capítulos. Esta parte é precedida por rápidas considerações sobre a colocação desse clássico no conjunto da produção do autor, até a data da sua publicação, 1897. Na terceira parte do artigo, são feitos os comentários sobre a obra, recorrendo-se aos principais autores que a estudaram. Sobressai, entre outros aspectos, a importância desse trabalho, que associa elaborada construção teórica aos dados empíricos, trabalhando dentro das possibilidades que as estatísticas morais ofereciam no final do século XIX. Salienta-se a perspectiva de Durkheim de tratar o impacto das macroestruturas sobre os fenômenos de nível micro. Revisa-se, também, a distribuição dos suicídios, atualizando-se algumas informações e as relações que se evidenciam entre, por exemplo, suicídios e grupos profissionais. Introduz-se, ainda, a crítica de autores que salientam a importância dos 'significados' na análise dos suicídios e algumas anotações sobre a relação suicídios/doença mental.
Subject: Sociologia
Suicídio
Comportamento Social
Morte
Sociology
Suicide
Social Behavior
Death
Editor: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0102-311X1998000100002
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X1998000100002
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X1998000100002
Date Issue: 1-Jan-1998
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0102-311X1998000100002.pdf99.75 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.