Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325742
Type: TESE DIGITAL
Title: Morphoanatomical and essential oil analysis of four species of Aldama La Llave (Asteraceae : Heliantheae) : Análises morfoanatômicas e do óleo essencial de quatro espécies de Aldama La Llave (Asteraceae : Heliantheae)
Title Alternative: Análises morfoanatômicas e do óleo essencial de quatro espécies de Aldama La Llave (Asteraceae : Heliantheae)
Author: Filartiga, Arinawa Liz, 1986-
Advisor: Appezzato-da-Gloria, Beatriz
Glória, Beatriz Appezzato da
Abstract: Resumo: Asteraceae é considerada uma das maiores famílias dentre as Eudicotiledôneas, representando cerca de 10% da flora mundial. O sucesso desta família nos diferentes ecossistemas está relacionado à diversidade de formas de vida, aos métodos de propagação e à produção de metabólitos bioativos. Dentre os 1.600-2.000 gêneros que compõem a família, Aldama La Llave é constituído por 112 espécies sul-americanas, das quais 35 ocorrem em território brasileiro. A análise filogenética mais recente feita para o grupo foi realizada em 2011, mas foi considerada inconsistente devido ao baixo suporte estatístico dos ramos das espécies brasileiras. Desde então, muitos esforços têm sido aplicados para a obtenção de novos dados que possam auxiliar na filogenia e taxonomia do grupo. Por esse motivo, neste trabalho são investigadas espécies do gênero Aldama, com ênfase em A. anchusifolia, A. megapotamica, A. nudibasilaris e A. pilosa, as quais apresentam uma estreita relação. As análises apresentadas focam na morfoanatomia, fitoquímica e perfil dos óleos essenciais dos órgãos vegetativos aéreos e subterrâneos, buscando (i) novos caracteres com valor diagnóstico; (ii) evidenciar possíveis marcadores químicos; (iii) caracterizar as particularidades dos órgãos subterrâneos e sua capacidade de rebrotamento. Para as análises estruturais e histoquímicas, amostras dos órgãos aéreos (folha e caule) e subterrâneos (caule subterrâneo e raiz) foram processadas de acordo com as técnicas usuais em anatomia vegetal. Para as análises fitoquímicas, os óleos essenciais foram analisados por cromatografia a gás e espectrometria. No decorrer das análises morfoanatômicas foi possível identificar para folhas e caules aéreos um conjunto de características anatômicas único para cada espécie. Além disso, foi constatado que o número e o posicionamento de canais secretores na nervura central são bastante variáveis e devem ser utilizados com cuidado para a distinção de espécies. Para os caules subterrâneos foram observadas duas novidades relacionadas ao desenvolvimento de extensões e ao armazenamento de frutanos do tipo inulina, os quais diferem das características já relatadas para o gênero Aldama. A análise detalhada dos órgãos subterrâneos também aprimorou o conhecimento sobre o banco de gemas dessas estruturas. A avaliação do perfil químico dos óleos essenciais revelou a presença de terpenos exclusivos para cada espécie. Os dados gerados nesse estudo representam uma significativa contribuição para o conhecimento sobre as espécies de Aldama, uma vez que forneceram informações com potencial para auxiliar a distinção das espécies e novidades para o grupo, as quais serão úteis para futuras pesquisas em diversas áreas da botânica

Abstract: Asteraceae is considered one of the largest families among the eudicots, representing about 10% of the world's flora. The success of this family in different ecosystems is related to the diversity of life forms, methods of propagation and production of bioactive metabolites. Among the 1600-2000 genera within the family, Aldama La Llave consists of 112 South American species, of which 35 occur in Brazil. The most recent phylogenetic analysis for the group was held in 2011, however was considered to be inconsistent due to the low statistical support of the branches of the Brazilian species. Thereafter, many efforts have been applied to obtain new data that may assist in the phylogeny and taxonomy of the group. For this reason, this work investigates Aldama species, with an emphasis on A. anchusifolia, megapotamica A., nudibasilaris and A. pilosa, of which have a close relationship. The analyzes focus on morphoanatomy, and phytochemical profile of essential oils of vegetative above and belowground organs, seeking (i) to find new characters with diagnostic value; (ii) to highlight potential chemical markers; (iii) to characterize the peculiarities of belowground organs and its regrowth capacity. For structural and histochemical analyzes, samples of aerial organs (leaf and stem) and underground organs (stems and roots) were processed according to the usual techniques for plant anatomy. For phytochemical analysis, essential oils were analyzed by gas chromatography and spectrometry. Morphoanatomical analysis allowed the identification of a unique set of anatomical features to leaves and aerial stems of each species. Furthermore, it was observed that the number and positioning of the secretory ducts in the midrib are variable and must be used carefully for distinguishing between species. For the underground stems were identified two new features related to the development of extensions and to the storing of fructans, of which differ from the features already reported to Aldama. The detailed analysis of the belowground organs also improved the knowledge of its bud bank. The chemical profile of essential oils showed the presence of a unique set of terpenes to each species. The data obtained in this study represent a significant contribution to the knowledge of Aldama species, as provided information with the potential to assist species distinction, as well as new aspects of the group, of which will be useful for future research in different botany areas
Subject: Asteraceae
Estruturas secretoras
Óleo essencial
Órgãos subterrâneos
Pampas (Rio Grande do Sul)
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Filartiga_ArinawaLizDelPrado_D.pdf12.67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.