Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325582
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: O processo de formação e expansão da cadeia agroalimentar de carne bovina no Brasil e o caso paulista (1909-1989)
Title Alternative: The process of training and expansion of the agribusiness chain of bovine meat in Brazil and the paulista case (1909-1989)
Author: Almeida, Giovanna Soares, 1978-
Advisor: Ramos, Pedro, 1953-
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho é narrar a história da formação, iniciada em 1534, e a expansão, até 1989, da cadeia de carne bovina no Brasil. Isto se justifica pela importância econômica e social dessa cadeia no país e suas marcantes contradições, com lenta evolução dos índices de produtividade e reprodutora de um padrão de produção arraigado, dentro de um ambiente vasto em tecnologias avançadas e disponíveis para todos os elos. Neste trabalho assume-se como hipótese, que os elementos que distorcem e reduzem sua eficiência, têm sua origem em estruturas inadequadas, inalteradas no tempo, já que as diversas políticas voltadas para essa cadeia, as quais serão aqui expostas e analisadas, foram incapazes de alterar tais estruturas. Buscou-se destacar os aspectos estruturais e conjunturais, as crises recorrentes e as soluções dadas a elas, tanto por parte dos agentes privados, como, principalmente, decorrentes das políticas públicas a ela voltadas. São destacadas as fragilidades e aspectos negativos das partes constitutivas da estrutura da cadeia, lançando-se mão, quando oportuno e necessário, de algumas comparações com outros países. Analisou-se a instalação da indústria frigorífica, sua interiorização e modernização constante, assim como os outros agentes atuantes no setor de abates com estabelecimentos precários, e o esforço recorrente do governo para que evoluíssem. Analisou-se também a expansão da pecuária a qual ocupou novas áreas, aumentou o rebanho, sem, porém elevar os índices de produção. Destacou-se o caso da cadeia no Estado de São Paulo, as políticas estaduais de estímulo e amparo à pecuária e à indústria da carne, porque São Paulo foi, entre os estados brasileiros, o maior exportador de carne bovina ao longo de todo o século XX, apesar de não ter o principal rebanho. A principal conclusão é que, as políticas implantadas pelo governo federal não foram capazes de aumentar os índices de produtividade da pecuária, nem mesmo de eliminar as imperfeições do setor de abates e consequentemente do mercado de carnes, porque tais políticas não alteraram as estruturas desta cadeia. Foram capazes de aumentar a oferta, mas não o modo de produção

Abstract: The objective of this work is to narrate the history of the formation, begun in 1534, and the expansion, until 1989, of the beef chain in Brazil. This is justified by the economic and social importance of this chain in the country and its marked contradictions, with slow evolution of productivity and reproductive indices of a rooted production pattern, within a vast environment in advanced technologies and available for all links. In this work, it is assumed as hypothesis that the elements that distort and reduce its efficiency, have their origin in inadequate structures, unchanged in time, since the several policies directed to this chain, which will be exposed and analyzed here, were unable to change the structures. It sought to highlight the structural and conjunctural aspects, the recurrent crises and the solutions given to them, both by the private agents, and mainly, arising from the public policies addressed to them. The fragilities and negative aspects of the constituent parts of the chain structure are highlighted, and some comparisons with other countries are used, when appropriate and necessary. The establishment of the slaughterhouse, its interiorization and constant modernization, as well as the other agents acting in the sector of slaughterings with precarious establishments, and the recurrent effort of the government were analyzed to evolve. It was also analyzed the expansion of livestock which occupied new areas, increased the herd, without, however, raising production rates. The case of the chain in the state of São Paulo was highlighted, the state policies of stimulus and support to the cattle industry and the meat industry, because São Paulo was, among the brazilian states, the largest exporter of bovine meat throughout the century XX, despite not having the main herd. The main conclusion is that the policies implemented by the federal government were not able to increase livestock productivity rates, nor even eliminate the imperfections of the slaughtering sector and consequently of the meat market, because these policies did not alter the structures of this chain . They were able to increase supply but not the mode of production
Subject: Pecuaria - Aspectos econômicos
Pecuaria - São Paulo (Estado)
Bovino de corte - Brasil
Economia agrícola
Agroindústria - Brasil
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Almeida_Giovanna Soares_M.pdf4.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.