Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325573
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Somos mais que isso : práticas de (re)existência de migrantes e refugiados frente à despossessão e ao não reconhecimento
Title Alternative: We are more than that : re-existence practices of migrants and refugees faced with dispossession and non-recognition
Author: Anunciação, Renata Franck Mendonça de, 1982-
Advisor: Maher, Terezinha Machado, 1950-
Abstract: Resumo: Considerando a relação intrínseca entre poder, língua(gem) e identidade (SILVA, 2000; EDWARDS & USHER, 2002), esta dissertação tem por objetivo compreender como migrantes haitianos e refugiados sírios, alunos do projeto de extensão Português Brasileiro para Migração Humanitária (PBMIH) da Universidade Federal do Paraná, representam sua agentividade no novo contexto social, linguístico, cultural e político no qual se encontram inseridos. O referencial teórico utilizado inclui considerações acerca (i) das políticas contemporâneas de inserção de migrantes e refugiados no Brasil (MOREIRA, 2014); (ii) dos processos de despossessão e não reconhecimento de sujeitos nas sociedades contemporâneas (SANTOS, 2000; APPADURAI, 2009; BUTLER & ATHANASIOU, 2013); (iii) das práticas de (re)existência frente à despossessão e ao não reconhecimento (ALBÁN, 2007, 2012) e (iv) do ensino crítico de língua adicional em contexto de migração e de refúgio (ALBUQUERQUE, GABRIEL & ANUNCIAÇÃO, 2016; LOPEZ, 2016; SÃO BERNARDO, 2016). A pesquisa em questão se justifica quando se considera que, até o momento, a literatura especializada sobre o ensino de português para migrantes e refugiados no Brasil ainda é escassa (AMADO, 2011; LOPEZ, 2016; SÃO BERNARDO, 2016). Além disso, esta investigação também se justifica pelo fato de que ela buscou ouvir as experiências de migrantes e refugiados, questionando, assim, as narrativas dominantes (ALBÁN, 2007, 2012; ADICHIE, 2009), que essencializam e, com frequência, marginalizam esse contingente populacional. Os procedimentos metodológicos adotados para a geração de registros desta pesquisa qualitativa incluem diário de campo, feito a partir de observações etnográficas, aplicação de questionário, realização de entrevistas semiestruturadas e gravações em áudio de interações em sala de aula (DA ROCHA FALCÃO & RÉGNIER, 2007; CARSPECKEN, 2011). Os resultados da pesquisa sugerem que os participantes adotam práticas de (re)existência, em um exercício criativo e reflexivo de sua agência (VITANOVA, 2005; ALBÁN, 2007, 2012), para questionar e se opor aos processos verticais de despossessão e de não reconhecimento (SANTOS, 2000; BUTLER & ATHANASIOU, 2013). Diante desse posicionamento dos participantes, os resultados apontaram também para a necessidade de se repensar o conceito de Língua de Acolhimento (ANÇÃ, 2008; CABETE, 2010; GROSSO, 2010), considerando as especificidades sociais, históricas e políticas do Brasil. A expectativa é que os resultados dessa investigação possam se constituir em subsídios para o planejamento de ensino de português como Língua de Acolhimento social e politicamente responsável e relevante em cursos voltados para membros de comunidades de migrantes e refugiados no país

Abstract: Considering the intrinsic relation between power, language and identity (SILVA, 2000; EDWARDS & USHER, 2002), this dissertation aims at understanding how Haitian migrants and Syrian refugees, students of the Brazilian Portuguese for Humanitarian Migration (PBMIH) extension project of the Federal University of Paraná, represent their autonomy/agentivity in the new social, linguistic, cultural and political context in which they are inserted. The theoretical framework used in this study includes considerations about (i) Contemporary policies of social insertion of migrants and refugees in Brazil (MOREIRA, 2014); (ii) Processes of dispossession and non-recognition of subjects in contemporary societies (SANTOS, 2000; APPADURAI, 2009; BUTLER & ATHANASIOU, 2013); (iii) Re-existence practices against dispossession and non-recognition (ALBÁN, 2007, 2012) and (iv) Critical additional language teaching in the context of migration and refuge (ALBUQUERQUE, GABRIEL & ANUNCIAÇÃO 2016; LOPEZ, 2016; SÃO BERNARDO, 2016). One justification for this research is that at the moment specialized literature about Portuguese teaching for migrants and refugees in Brazil is still scarce (AMADO, 2011; LOPEZ, 2016; SÃO BERNARDO, 2016). Moreover, another research justification lies in the fact that it sought to listen to the experiences of migrants and refugees, thus questioning the dominant narratives (ALBÁN, 2007, 2012; ADICHIE, 2009) that essencialize and often marginalize these groups. The methodological procedures adopted to collect data for this qualitative research include field diary based on ethnographic observations, questionnaire application, semi-structured interviews and audio recordings of classroom interactions (DA ROCHA FALCÃO & RÉGNIER, 2007; CARSPECKEN, 2011). The results of the research suggest that the participants adopt re-existence practices in a creative and reflexive exercise of their agency (VITANOVA, 2005; ALBÁN, 2007) to question and oppose the vertical processes of dispossession and non-recognition (SANTOS, 2000; BUTLER & ATHANASIOU, 2013). In view of this positioning of the participants, the results also pointed out the need to rethink the concept of welcoming language (ANÇÃ, 2008; CABETE, 2010; GROSSO, 2010) taking into account the social, historical and political specificities of Brazil. The expectation is that the results of this research may constitute subsidies to a socially and politically responsible and relevant teaching planning of Portuguese as a welcoming language in courses aimed at members of migrant and refugee communities in the country
Subject: Língua portuguesa - Brasil
Lingua portuguesa - Estudo e ensino - Falantes estrangeiros - Aspectos sociais
Imigrantes - Brasil
Haitianos - Brasil - Identidade étnica - Aspectos políticos
Refugiados - Brasil - Identidade étnica - Aspectos políticos
Síria - História - Guerra civil, 2011- - Refugiados
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Anunciacao_RenataFranckMendoncaDe_M.pdf1.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.