Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325544
Type: TESE DIGITAL
Title: Avaliação do impacto da hipofibrinólise induzida pelo uso de ácido tranexâmico na progressão da sepse experimental murina
Title Alternative: Evaluation of the impact of hypofibrinolysis induced by tranexamic acid in experimental sepsis
Author: Nogueira, Yzabella Alves Campos, 1982-
Advisor: Paula, Erich Vinicius de, 1972-
Abstract: Resumo: Sepse pode ser definida como um estado patológico potencialmente letal decorrente das consequências da resposta do organismo a uma infecção. A forma grave da doença pode chegar a 30% de letalidade em países desenvolvidos, e sua incidência mostrou aumento de 10% na última década. No Brasil esse valor varia de 32,8% até 72,7% para pacientes com choque séptico. Pela ausência de tratamento específico, o tratamento segue baseado em antibioticoterapia e terapias de suporte. A ativação da coagulação é parte indissociável da resposta imune à presença de patógenos invasores, e portanto, da sepse. No entanto, seu significado para a fisiopatologia desta condição permanece incerto. Do ponto de vista evolutivo, a ativação local da hemostasia pode contribuir para a compartimentalização de focos infecciosos, diminuindo ou até evitando a sua disseminação. Através do modelo considerado padrão-ouro para o estudo da sepse ¿ a ligadura e punção cecal (CLP) - associado a um inibidor da fibrinólise, buscamos avaliar de forma geral o papel da ativação da coagulação na evolução da sepse, e de forma específica, o papel da hipofibrinólise nesta condição. Para tanto utilizamos camundongos C57Bl/6J que receberam o agente antifibrinolítico ácido tranexâmico ou solução salina desde dois dias antes do início dos experimentos até sua conclusão. Após a indução da sepse, os animais foram avaliados quanto à sobrevida em 7 dias, e quanto a parâmetros hematológicos, bioquímicos, inflamatórios e de disseminação bacteriana, 24 horas após a indução da sepse. O modelo de hipofibrinólise e hipercoagulabilidade foi confirmado pelo prolongamento do tempo de lise de euglobulina e pelo aumento da formação de complexos trombina-antitrombina nos animais tratados. Na dose de 100mg/kg, o AcTnx não modificou a mortalidade ou gravidade da sepse. Em uma dose mais elevada, de 600mg/kg, observamos um aumento da mortalidade em camundongos que receberam AcTnx. A avaliação de parâmetros laboratoriais da sepse como marcadores bioquímicos ou histológicos comumente alterados na sepse não mostrou diferenças entre os grupos tratados com AcTnx ou veículo. Observamos que o AcTnx resultou em uma redução significativa de alguns marcadores inflamatórios como a IL-6 e a quimiotaxina MCP-1. Além disso, embora o AcTnx não tenha reduzido o crescimento bacteriano em todos os sítios avaliados, observamos que o uso do AcTnx resultou em uma redução da proliferação bacteriana em fígado, além de uma tendência estatística a redução da proliferação bacteriana em sangue, indicando que a ativação da coagulação influenciou na disseminação bacteriana

Abstract: Activation of coagulation is an integral part of the immune response to the presence of invading pathogens, and therefore, of sepsis. However, its significance to the pathophysiology of this condition remains uncertain. From the evolutionary view point, the local activation of hemostasis can contribute to the compartmentalization of infectious outbreaks, thus reducing or even avoiding its spread. Through the model considered the gold standard for the study of sepsis - the cecal ligation and puncture (CLP) - associated with an inhibitor of fibrinolysis, we assessed, generally, the role of coagulation activation in the sepsis development and specifically, the role of hypofibrinolysis in this condition. For this we used C57Bl/6J mice that received the anti-fibrinolytic agent tranexemic acid or saline, since two days before the start of the experiments until its completion. After the sepsis induction, the animals were assessed for 7-days survival and for hematological, biochemical, histological, inflammatory and microbiological parameters commonly changed in sepsis. The hypofibrinolysis model and hypercoagulability was confirmed through the elongation time of euglobulin analysis evaluation and the increasing of the Thrombin-Antithrombin complexes formation in the treated animals. In the 100mg/Kg dose, TnxAc not modified the mortality or sepsis severity. In a higher dose, 600 mg/kg, we observed a mortality increase in mice who received TnxAc. The laboratory parameters evaluation of sepsis as histological or biochemical markers commonly changed in sepsis, showed no differences between the groups treated with TnxAc or vehicle. We observe that the TnxAc resulted in a significant reduction of some inflammatory markers such as IL-6 and the chemotaxis MCP-1. Moreover, although TnxAc has not reduced bacterial growth on all sites evaluated, we observe that its use resulted in a reduction of the bacterial proliferation in liver, in addition a statistical trend that showed a bacterial proliferation reduced in blood
Subject: Sepse
Coagulação intravascular disseminada
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nogueira_YzabellaAlvesCampos_M.pdf2.07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.