Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325465
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Efeitos da reinflação extemporânea do manguito sobre os valores pressóricos de mulheres no pós-menopausa
Title Alternative: Effects of cuff's extemporaneous reinflation on blood pressure measurement in postmenopausal women
Author: Higa, Camila Braga de Oliveira, 1985-
Advisor: Lamas, Jose Luiz Tatagiba, 1959-
Abstract: Resumo: A hipertensão arterial é considerada um dos principais fatores de risco modificáveis para doenças cardiovasculares e um dos mais importantes problemas de saúde pública, pois possui alta prevalência e baixas taxas de controle. Para as mulheres é considerada o fator de risco mais relevante nos primeiros anos da pós-menopausa, deste modo, a atenção e o cuidado com os níveis pressóricos precisam ser reforçados nesta fase da vida devido aos riscos de agravos à saúde que podem ocorrer em decorrência da hipertensão. Entretanto, para se obter os valores pressóricos de um indivíduo de modo sistematizado e adequado alguns critérios devem ser adotados em relação ao observador, ao paciente, ao ambiente, ao equipamento e à técnica utilizada. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da reinflação do manguito antes de sua deflação completa sobre a pressão arterial de mulheres na pós-menopausa de acordo com o uso ou não de terapia hormonal. Trata-se de um estudo quantitativo quase-experimental do tipo antes-depois com grupo controle não equivalente. A coleta de dados foi realizada em instituições de saúde nas cidades de Campinas e Jundiaí e na residência de algumas voluntárias, conforme sua conveniência, após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da Unicamp e aprovação das instituições. A amostra foi dividida em dois grupos: Grupo 1 - composto por 45 voluntárias que não usavam terapia hormonal, média de idade de 50,6 anos, procedentes de Jundiaí e Grupo 2- composto por 25 voluntárias que usavam terapia hormonal, média de idade de 54,6 anos, procedentes de Campinas e Jundiaí. Cada voluntária foi submetida à medida de pressão arterial pelo método auscultatório por nove vezes. As três primeiras medidas foram feitas seguindo corretamente a técnica proposta nas VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. Nas seis medidas seguintes, foi intercalada a medida correta e a medida com a introdução do erro de medida: a reinflação extemporânea do manguito. A análise estatística foi realizada por meio do programa Statistical Analyses System for Windows e foi considerado um nível de significância de 5%. Foi usado o modelo linear misto para comparação dos valores pressóricos entre os grupos 1 e 2 e construídos dois modelos, um primeiro modelo considerando uma ponderação nos dados e um outro modelo sem essa ponderação. Foi observado que o erro de medida não provocou diferença significante, estatística ou clinicamente, nos dois grupos. Não houve diferenças significantes de valores de pressão arterial entre os dois grupos. Concluiu-se que a reinflação extemporânea do manguito realizada nas condições descritas não provocou alterações da pressão arterial neste grupo de mulheres, independentemente do uso ou não de TH

Abstract: Arterial hypertension is considered one of the major modifiable risk factors for cardiovascular disease and one of the most important public health problems because it has high prevalence and low control rates. It is considered the most important risk factor in the early years of post-menopausal women, thus the attention to and care about blood pressure levels need to be reinforced at this stage of life because of the risks of health problems that may occur as a result of hypertension. However, to obtain the blood pressure values in a systematized way some criteria should be adopted in relation to the observer, the patient, the environment, equipment and technique used. The aim of this research was to evaluate the effect of the cuff reinflation before its complete deflation on blood pressure values in women postmenopausal according to the use or nonuse of hormone therapy. It was a quantitative, quasi-experimental study with a non-equivalent control group. Data were collected in health institutions in Campinas and Jundiaí. In some cases, it occurred in the volunteers¿ home, acccording to their convenience, after approval of the Ethics Committee. Sample was divided in two groups: Group 1 - 45 volunteers who did not use hormonal therapy, mean age of 50.6 years, coming from Jundiaí, and Group 2- 25 volunteers who used hormonal therapy, mean age of 54.6 years, coming from Campinas and Jundiaí. Each volunteer had her blood pressure measured by auscultation nine times. The three first measurements were made according to the technique recommended by VI Brazilian Hypertension Guidelines. In the following six measurements, correct and incorrect measurements were intercalated. Statistical analysis was done by means of Statistical Analyses System for Windows, version 9.4, considering 5% as significance level. Age and arm girth were compared between groups using Student¿s t test. Blood pressure values were compared by mixed effects linear model. Each variable was analysed with or without data weighing. It was observed that the mistake introduced in measurement did not cause any significant difference, in both groups. There were no significant differences in blood pressure values between the two groups. It was concluded that the extemporaneous reinflation of the cuff performed under the described conditions did not change blood pressure in this group of women regardless of use or not of hormone therapy
Subject: Pressão arterial
Pressão arterial - Medição
Terapia de reposição hormonal
Cuidados de enfermagem
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FENF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Higa_CamilaBragaDeOliveira_M.pdf2.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.