Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325430
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Análise comparativa de fatores de crescimento e transcrição da placa epifisária (SOX-9, RUNX-2, Ihh, PTHrP) e expressão de fator modulador de apoptose (BCL-2) em tumores cartilaginosos benignos e malígnos. : correlação com achados clínico-evolutivos e morfológicos  
Title Alternative: Comparative analysis between growth and transcription factors of epyphiseal plate (SOX-9, RUNX-2, Ihh, PTHrP) and expression of apoptotic modulation factor (BCL-2) in benign and malignant cartilaginous tumors : Correlation with clinical and morphological findings  
Author: Nascimento, Alexandre do, 1985-
Advisor: Amstalden, Eliane Maria Ingrid, 1957-
Abstract: Resumo: INTRODUÇÃO: Condrossarcomas (CSs) compõem um grupo heterogêneo de tumores com variadas manifestações clínicas e morfológicas. Alguns tumores cartilaginosos têm semelhanças morfológicas com a placa epifisária: CS Mesenquimatoso, com a fase imatura ou de repouso; Encondroma e CS Convencional, com fase proliferativa e CS de Células Claras, com a fase hipertrófica. Fatores de crescimento e transcrição interagem com as células condrais em diferentes estágios da maturação da placa. SOX-9, RUNX-2, PTHrP, Ihh e BCL-2 atuam estimulando e/ou modulando a placa de crescimento. É provável que essas moléculas possuam alguma associação com os tumores cartilaginosos, entretanto, sua relação ainda não foi bem explorada. O objetivo deste estudo foi avaliar a expressão dessas moléculas nos tumores cartilaginosos, correlacionando: grau histológico; dados clínicos e prognósticos. MÉTODOS: Foram analisadas as expressões de SOX-9, RUNX-2, PTHrP, Ihh e BCL-2 em 27 Encondromas, 55 CSs Convencionais (23 grau-1; 32 alto grau, sendo 28 grau-2 e 4 grau-3), 4 CSs de Células Claras e 3 CSs Mesenquimatosos. Técnica de imuno-histoquímica foi utilizada e um escore foi aplicado na análise. Dados clínicos e evolutivos (prognósticos) foram obtidos através da revisão de prontuários dos pacientes. RESULTADOS: A análise dos fatores relacionados à evolução desfavorável confirmou o alto grau histológico como fator preditivo de mau prognóstico (p<0,0001), bem como o acometimento de ossos chatos, quando comparados aos tumores de ossos longos (p=0,0472). A expressão de SOX-9 esteve presente em todos os casos de CS Mesenquimatoso e foi positiva em 33,33% (9/27) dos Encondromas e em 34,55% (19/55) dos CSs convencionais, sendo significativa a expressão nos CSs convencionais de alto grau (graus 2 e 3), quando comparados aos Encondromas e CSs grau 1 (p=0,0171). Além disso, a hiperexpressão desta proteína mostrou, de forma independente, sua correlação com desfecho clínico desfavorável (p=0,0106). Os quatro casos de CSs de Células Claras foram totalmente negativos para este marcador. A imunoexpressão de SOX-9 e RUNX-2 foi encontrada nos tumores cartilaginosos similares à placa epifisária, de forma semelhante à distribuição habitual dessas moléculas nas respectivas fases da cartilagem de crescimento. A imunoexpressão de PTHrP foi observada mais frequentemente em Encondromas, 81,48% (22/27), que em CSs, 45,16% (28/62), (p=0,0015). De forma semelhante, o Ihh foi positivo em 88,89% (24/27) dos Encondromas e em 58,06% (36/62) dos CSs (p=0,0043). Os Encondromas, quando comparados exclusivamente aos CSs convencionais grau 1, apresentaram maior proporção de casos positivos à essas duas proteínas, PTHrP (p=0,0008) e Ihh (p=0,0006). O BCL-2 não mostrou diferença quando comparadas às variáveis estudadas. CONCLUSÕES: Os CSs de grau histológico elevado e de localização em ossos chatos estão associados com pior prognóstico. A hiperexpressão do fator de transcrição SOX-9 está relacionada com desfecho clínico desfavorável, sugerindo que a sua expressão pode ser útil como sinalizador de prognóstico, bem como, auxiliar na condução de pacientes portadores de CSs. O fator de modulação de apoptose BCL-2 não parece estar relacionado ao grau histológico, à agressividade biológica, ou à expressão das outras moléculas de estimulação da cartilagem epifisária, em tumores cartilaginosos, análogos à placa de crescimento. Embora a expressão de PTHrP e Ihh tenha-se mostrado útil na distinção entre Encondroma e CS grau 1, novos estudos com inclusão de mais casos de Encondromas, de ossos longos, se fazem necessários. A expressão dos fatores de transcrição da placa epifisária RUNX-2 e SOX-9, presentes nos tumores cartilaginosos de morfologia similar à placa, sugere sua possível participação na patogênese destas neoplasias

Abstract: INTRODUCTION: Chondrosarcomas (CSs) are a heterogeneous group of tumors with various clinical and morphological manifestations. Some cartilaginous tumors have morphological similarities with epiphyseal plate: Mesenchymal CS, with the immature or rest phase; Enchondroma and Conventional CS, with proliferative chondrocytes and Clear Cell CS, with hypertrophic phase cells. Growth and transcription factors interact with chondral cells at different stages of maturation of the plate. SOX-9, RUNX-2, PTHrP, Ihh and BCL-2 act stimulating and/or modulating the growth plate. Probably they have some association with cartilaginous tumors; however, their relationship has not been well explored yet. The aim of this study was to evaluate the expression of these molecules in cartilaginous tumors, correlating with: histological grade; clinical and outcome data. METHODS: We analyzed the expression of SOX-9, RUNX-2, PTHrP, Ihh and BCL-2 in 27 Enchondromas, 55 Conventional CS (23 grade-1; 32 high grade, being 28 grade-2 and 4 grade-3), 4 Clear Cell CS and 3 Mesenchymal CS. Immunostaining was applied and a score was used for analysis. Patients¿ clinical data were obtained by review of clinical charts. RESULTS: The analysis of factors related to unfavorable outcome confirmed the high histological grade as a predictive factor of poor prognosis (p<0.0001), as well as flat bone involvement, when compared to long bone tumors (p=0.0472). Immunoexpression of SOX-9 was seen in all cases of Mesenchymal CS and was positive in 33.33% (9/27) of Enchondromas and in 34.55% (19/55) of Conventional CSs, being more expressive in the high-grade Conventional CSs (grades 2 and 3) when compared to Enchondromas and grade 1 CSs. (p=0.0171). In addition, hyperexpression of this protein showed, independently, correlation with unfavorable clinical outcome (p=0,0106). The four cases of Clear Cell CSs were totally negative for this marker. SOX-9 and RUNX-2 were found on cartilaginous tumors with similar morphology to growth plate. Immunoexpression of PTHrP and Ihh was seen more often in Enchondromas, 81.48%(22/27), than in CSs, 45.16% (28/62), (p=0,0015). Similarly, Ihh was positive in 88.89% (24/27) of the Enchondromas and in 58.06% (36/62) of CSs (p=0.0043). Enchondromas, when compared exclusively to grade 1 Conventional CSs, presented higher proportion of positive cases to these two proteins, PTHrP (p=0,0008) e Ihh (p=0,0006). BCL-2 showed no difference when compared to variables of the study. CONCLUSIONS: CSs with high histological grade and location in flat bones are associated with worse prognosis. Hyperexpression of the SOX-9 transcription factor is related to unfavorable clinical outcome, suggesting that its expression may be useful as a prognostic marker, as well as, help in the conduction of patients with CSs. BCL-2 apoptosis modulation factor does not seen to be related to histological grade, biological aggressiveness, or expression of the other epiphyseal cartilage stimulation molecules in cartilaginous tumors, analogous to the growth plate. Although the expression of PTHrP and Ihh has been useful in distinguishing Enchondroma and grade 1 CS, further studies involving more cases of long bones Enchondromas should be necessary. Expression of RUNX-2 and SOX-9 epiphyseal plate transcription factors, presented in cartilaginous tumors with growth plate-like morphology, suggests their possible participation in pathogenesis of these neoplasms
Subject: Neoplasias ósseas
Lâmina de crescimento
Peptídeos e proteínas de sinalização intercelular
Fatores de transcrição
Imuno-histoquímica
Editor: [s.n.]
Citation: NASCIMENTO, Alexandre do. Análise comparativa de fatores de crescimento e transcrição da placa epifisária (SOX-9, RUNX-2, Ihh, PTHrP) e expressão de fator modulador de apoptose (BCL-2) em tumores cartilaginosos benignos e malígnos.: correlação com achados clínico-evolutivos e morfológicos  . 2017. 1 recurso online (72 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/325430>. Acesso em: 2 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nascimento_AlexandreDo_M.pdf5.42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.