Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325025
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Mortes evitáveis associadas à hipertensão arterial sistêmica e diabetes mellitus, de 2010 a 2014, em Campinas - SP
Title Alternative: Preventable deaths associated with hypertension and diabetes mellitus, 2010-2014, in Campinas - SP
Author: Natívio, Juliana, 1973-
Advisor: Possobon, Rosana de Fátima, 1968-
Abstract: Resumo: Mortes evitáveis são aquelas que poderiam ter sido evitadas com o acesso oportuno e cuidados em saúde adequados. O monitoramento desses óbitos pode ser usado como um indicador de qualidade da Atenção Primária em Saúde, servindo como evento sentinela, indicando falhas e dificuldades no cuidado ofertado pelos serviços de saúde. Com o processo de transição epidemiológica nas últimas décadas, tem havido um aumento expressivo da prevalência de doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs). Isto gerou um grande impacto na morbidade e na mortalidade da população. Em decorrência, houve um aumento da demanda junto aos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) e a consequente necessidade de criação de estratégias de enfrentamento pela política pública de saúde. A responsabilidade pela prevenção, promoção e cuidado das DCNTs é da Atenção Primária em Saúde (APS), garantindo o acesso adequado e a qualidade das ações destinadas aos pacientes crônicos com tratamento continuado e integral e a identificação precoce dos pacientes de risco. A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) e o Diabetes Mellitus (DM) são doenças que estão diretamente associadas à ocorrência de morte por doenças cardiovasculares e apresentam uma alta prevalência na população brasileira. Desta forma, este estudo ecológico teve como objetivo verificar a prevalência de mortes evitáveis associadas à Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) e a Diabetes Mellitus (DM) no município de Campinas-SP e verificar a associação entre as taxas de mortalidade e os estratos socioeconômicos e a cobertura por equipes de saúde da família. Para tanto, foram utilizadas, como unidade de análise, os territórios das 62 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município, verificando-se a taxa de mortalidade por estas causas para esses agregados, calculada a partir de dados secundários do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), no período de 2010 a 2014. As variáveis independentes utilizadas foram os estratos socioeconômicos dos territórios das UBSs e a cobertura populacional por Equipe de Saúde da Família (ESF). Foi feita análise descritiva com relação ao sexo, faixa etária e causa básica de óbito. A análise estatística realizada foi por modelos mistos e análise bivariada, e considerado intervalo de confiança de 95% e nível de significância de 5%. Os resultados mostraram que as mortes evitáveis corresponderam a 25,6% das mortes do período. Não houve diferença significativa entre os anos estudados e nem entre os diferentes níveis de cobertura. Porém, houve diferença significativa na associação entre estrato socioeconômico e prevalência de mortes evitáveis, sendo que o estrato baixo (p=0,0419) e médio (p=0,0326) da população apresentaram mais chance de ter uma alta mortalidade evitável. Este resultado revela a importância das condições socioeconômicas do local de residência na determinação da saúde dos indivíduos e a necessidade de contínuos investimentos, a fim de diminuir as iniquidades em saúde

Abstract: Preventable deaths are those that could have been avoided with timely access and care in appropriate health. The monitoring of these deaths can be used as an indicator of quality of primary health care, serving as a sentinel event, indicating failures and difficulties in the care offered by health services. With the process of epidemiological transition in recent decades, there has been a significant increase in the prevalence of chronic non-communicable diseases. This generated a major impact on morbidity and mortality of the population. As a result, there was an increased demand from the services of the Unified Health System and the consequent need to create coping strategies for public health policy. The responsibility for prevention, promotion and care of cronic diseases is of primary health care ensuring proper access to and quality of actions to chronic patients with continuous and comprehensive treatment and early identification of patients at risk. The hypertension and diabetes mellitus are diseases that are directly associated with the occurrence of death from cardiovascular diseases and have a high prevalence in Brazil. Thus, this ecological study aimed to determine the prevalence of preventable deaths associated with hypertension and diabetes mellitus in Campinas-SP and the association between mortality rates and socioeconomic strata and coverage by family health teams. Therefore, were used as the unit of analysis, the territories of 62 Basic Health Units in the city, checking the mortality rate from these causes for these aggregates, calculated from secondary data from the Mortality Information System, in the period 2010-2014. The independent variables were socioeconomic stratum of the territories of basic health units and population coverage of family health team. A descriptive analysis was analyzed by sex, age and cause of death. The statistical analysis used analysis of mixed models and bivariate analysis. The results showed that preventable deaths accounted for 25.6% of deaths period. There was no significant difference between the years studied or between the different levels of coverage, however, significant differences in the association between socioeconomic status and prevalence of preventable deaths, and the lower stratum (p = 0.0419) and medium (p = 0,0326) of the population were more likely to have a high preventable mortality. This result shows the importance of the socioeconomic conditions of residence in determining the health of individuals and the need for continued investment in order to reduce health inequities
Subject: Mortalidade
Atenção primária à saúde
Doença crônica
Indicadores de qualidade em assistência a saúde
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nativio_Juliana_MP.pdf843.23 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.