Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325014
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Respostas autonômicas e cardiovasculares após sessões de exercício aeróbio com e sem restrição do fluxo sanguíneo em idosos
Title Alternative: Autonomic and cardiovascular responses after sessions of aerobic exercise with and without blood flow restriction in elderly
Author: Ferreira, Marina Lívia Venturini, 1989-
Advisor: Chacon-Mikahil, Mara Patrícia Traína, 1965-
Mikahil, Mara Patrícia Traína Chacon
Abstract: Resumo: Introdução: O exercício aeróbio de baixa intensidade com restrição do fluxo sanguíneo (RFS) tem sido proposto como uma alternativa aos exercícios tradicionais para promover o condicionamento cardiorrespiratório e muscular em idosos. Apesar de suas adaptações funcionais, a segurança cardiovascular deste método ainda é incerta. Objetivo: O objetivo deste estudo foi investigar as respostas autonômicas e cardiovasculares a diferentes intensidades de exercícios aeróbicos, com e sem RFS. Métodos: Em um estudo cross-over, 21 idosos completaram três diferentes sessões de exercícios aeróbicos: baixa intensidade sem RFS (BI) (40% VO2máx), baixa intensidade com RFS (BI+RFS) (40% VO2máx + 50% RFS) e alta intensidade sem RFS (AI) (70% VO2máx). A variabilidade da frequência cardíaca (VFC) (domínio do tempo e domínio da frequência) e as variáveis hemodinâmicas foram registradas no repouso e ao longo de 30 minutos de recuperação na posição supina. Resultados: AI reduziu o intervalo R-R (iRR), a raiz quadrada da somatória do quadrado das diferenças entre os iR-R adjacentes no registro dividido pelo número de iR-R em um tempo determinado menos um (RMSSD), banda de alta frequência (AFms2) e a banda de alta frequência (AFnu) durante os 30 min de recuperação em uma maior magnitude quando comparado com o BI e BI-RFS. O balanço simpato-vagal apresentou valores aumentados na sessão de AI durante os 30 min de recuperação em uma maior magnitude quando comparado com o BI e BI-RFS. As variáveis hemodinâmicas no pós-exercício demonstraram valores aumentados de frequência cardíaca (FC) e duplo produto (DP) na sessão de AI durante os 30 minutos de recuperação em maior magnitude quando comparado com as sessões de BI e BI-RFS. Foi observada redução da pressão arterial sistólica (PAS) para AI (10 min) e BI-RFS (10 e 30 min) em relação ao repouso. Conclusão: As respostas autonômicas e cardiovasculares apresentadas neste estudo indicam um menor estresse cardiovascular após a sessão de BI-RFS em comparação com a sessão de AI. Assim, verificou-se que este método, além das adaptações funcionais (condicionamento cardiorrespiratório e muscular) já reportadas na literatura, é uma escolha potencial para atenuar o estresse cardiovascular durante o exercício em idosos

Abstract: Background: Low intensity aerobic exercise combined with blood flow restriction (BFR) (LI-BFR) has been proposed as an alternative to promote both cardiorespiratory and muscular fitness in elderly. Despite their functional adaptations, cardiovascular security of this method is still unclear. Objective: The purpose of this study was to investigate the autonomic and cardiovascular responses to different aerobic exercise intensities, with and without BFR. Methods: In a crossover study, 21 elderly completed three different aerobic exercise sessions: low intensity without BFR (LI) (40%VO2max), low intensity with BFR (LI-BFR) (40%VO2max + 50% BFR) and high intensity without BFR (HI) (70% VO2max). Heart rate variability (HRV) (time and frequency domain) and hemodynamic were recorded during rest and throughout 30 min of supine recovery. Results: The HI reduced R¿R interval (iRR), the root mean square of successive difference of R-R intervals (RMSSD), high frequency (HFms2) and high frequency (HFnu) during 30 min of recovery at a greater magnitude when compared with LI and LI-BFR. Sympathetic-vagal balance (LF/HF) increased their values for HI during 30 min of recovery at a greater magnitude when compared with LI and LI-BFR. Post-exercise hemodynamic showed increased values of heart rate (HR) and double product (DP) in HI during 30 min of recovery at a greater magnitude when compared with LI and LI-BFR. Reduced systolic blood pressure (SBP) was observed for HI (10 min) and LI-BFR (10 and 30 min) compared to rest. Conclusion: Autonomic and cardiovascular responses presented in this study indicate lower cardiovascular stress after LI-BFR compared to HI. Thus, we found that this method besides the functional adaptations (cardiorespiratory and muscular fitness), is a potential choice to attenuate the cardiovascular stress during exercise in elderly
Subject: Envelhecimento
Exercícios físicos
Oclusão arterial
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ferreira_MarinaLiviaVenturini_M.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.