Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/325008
Type: TESE DIGITAL
Title: Modelo de avaliação do desempenho visual e ocupacional de crianças com deficiência visual e classificação na CIF em terapia ocupacional
Title Alternative: Visual and occupational performance assessement model of children with visual impairment and classification in ICF in occupational therapy
Author: Barrozo Boni, Bianca Maciel, 1989-
Advisor: Gomes, Maria Inês Rubo de Souza Nobre, 1960-
Abstract: Resumo: INTRODUÇÃO: Segundo dados mundiais, inúmeras crianças nascem ou adquirem a Deficiência Visual (DV) anualmente. Observa-se que na infância dessas crianças, aspectos importantes do desenvolvimento são influenciados pela dificuldade visual. A terapia ocupacional é um dos campos que podem atuar com crianças com DV, neste caso o terapeuta ocupacional lança mão de avaliações para elaborar o plano de tratamento. Em se tratando do campo de pesquisa e prática profissional, ressalta-se a importância da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) por facilitar a elaboração do plano de tratamento, auxiliando na classificação das características de saúde das pessoas dentro do contexto de suas vidas. OBJETIVO: Construir um instrumento de Terapia Ocupacional para avaliação de crianças com deficiência visual, na faixa etária de 4 a 12 anos, classificando em componentes da CIF o desempenho e as capacidades da criança. METODOLOGIA: Estudo exploratório e descritivo, em que se realizou pesquisa bibliográfica, documental e de campo. A pesquisa bibliográfica ocorreu em base de dados (Pubmed, Web of Science, Scopus, Lilacs e Scielo) para levantar na literatura avaliações de Terapia Ocupacional validadas no Brasil, as mais utilizadas no Brasil e no mundo e as utilizadas na área de deficiência visual. A pesquisa documental foi efetuada por meio de consulta às fichas de avaliação utilizadas pela terapia ocupacional no ambulatório no qual ocorreu a pesquisa e em prontuários das crianças atendidas nesse serviço. A pesquisa de campo foi realizada ao se aplicar o instrumento de avaliação, observando a realização da atividade pela criança e entrevista com o responsável. A amostra foi composta por duas crianças e seus responsáveis atendidos em um centro universitário de pesquisa em uma cidade de grande porte, sendo uma delas parte do pré- teste e outra parte da aplicação final do instrumento. RESULTADOS: O instrumento contemplou a coleta de informações sobre dados pessoais, diagnóstico e avaliação da função visual (acuidade visual, avaliação do campo visual, visão de cores, reconhecimento de formas geométricas, sensibilidade ao contraste, fotofobia, iluminação, recursos ópticos e não ópticos, entre outros) e o desempenho em determinadas atividades (lazer, uso de computador e telefones, socialização, rotina, atividades escolares, aspecto sócio-emocional e aspecto comportamental). Consta também da avaliação as condições físicas e ergonômicas da casa e a capacidade da criança ao realizar atividades estruturadas em ambiente clínico, bem como a atenção, a concentração, o interesse e a motivação. O instrumento também traz a classificação, em componentes da CIF, de dificuldades e capacidades visual e ocupacional da criança. CONCLUSÃO: O instrumento apresenta grande facilidade para a aplicabilidade e se mostrou eficiente, considerando a realidade socioeconômica brasileira. Através da aplicação do instrumento pode-se observar que os dados facilitam e norteiam o plano de tratamento, indicando o grau de dificuldade e de capacidade da criança, possibilitando a classificação da criança com DV na CIF, bem como em quais as atividades o terapeuta deve focar na reabilitação

Abstract: INTRODUCTION: According to worldwide data, countless children develops or acquires Visual Impairment (VI) annually. In this age group, important aspects of development are influenced by visual impairment. In the area of research and professional practice, emphasizes the importance of ICF (International Classification of Functioning, Disability and Health) to facilitate the preparation of the treatment plan, assisting in the classification of the health characteristics of people within the context of their lives. OBJECTIVE: To develop an Occupational Therapy instrument for evaluation of visually impaired children aged 4 to 12, ranking in the ICF components, the performance and the child's ability. METHODOLOGY: An exploratory and descriptive study, which was conducted bibliographic research, documentary and field. The literature occurred in database (Pubmed, Web of Science, Scopus, Lilacs and Scielo) to raise the occupational therapy assessments literature validated in Brazil and the most used in Brazil and in the world as well as the visually impaired area. The documentary research was done through consultation with the evaluation forms used by occupational therapy in the clinic in which occurred research and records of children treated in this service. The field research was carried out by applying the assessment tool, observing the realization of the child's activity. The sample was composed of two children and their guardians attended in a university research center in a large city, being one of the pre-test and another part of the final implementation of the instrument. RESULTS: The instrument included the collection of information on personal data, diagnosis and evaluation of visual function (visual acuity, evaluation of visual field, color vision, recognition of geometric shapes, contrast sensitivity, photophobia, lighting, optical and non optical, eyestrain and lateralization), the performance of certain activities (leisure, computer usage and phones, socialization, routine, school activities, social and emotional aspects and behavioral aspects), physical and ergonomic conditions of the home and the child's ability to perform structured activities in a clinical setting, as well as attention, concentration, interest and motivation. The instrument also includes the classification in ICF components , difficulties and visual and occupational skills of children. CONCLUSION: The instrument has wide applicability in an easy and efficient way, considering the Brazilian socioeconomic reality. Through the application of the instrument can be observed that the data facilitate and guide the treatment plan, indicating the degree of difficulty and the child's ability, allowing the child's classification with VI in CIF, and in which activities the therapist should focus on visual rehabilitation
Subject: Avaliação da deficiência
Deficiência visual
Classificação internacional de funcionalidade, incapacidade e saúde
Terapia ocupacional
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Boni_BiancaMacielBarrozo_M.pdf1.76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.