Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/324992
Type: TESE DIGITAL
Title: O papel do argumento científico nas controvérsias recentes sobre o aborto no Brasil
Title Alternative: The role of the scientific argument in recent abortion controversies in Brazil
Author: Souza, Gedalva de, 1983-
Advisor: Velho, Léa Maria Leme Strini, 1952-
Abstract: Resumo: A presente dissertação aborda a controvérsia entorno do aborto no contexto das audiências públicas, realizadas no Senado Federal, pela comissão de Direitos Humanos (CDH), para a instrução da votação da Sugestão Legislativa ¿ SUG 15/2014, que propõe a regulamentação da interrupção da gravidez, dentro das doze primeiras semanas da gestação pelo Sistema Único de Saúde. Com objetivo de detectar os enquadramentos utilizados para descrever o aborto, o feto e as mulheres, bem como os recursos utilizados pelos convidados para legitimar suas declarações, a presente pesquisa está ancorada nos estudos de controvérsia dos Estudos Sociais da Ciência Tecnologia (ESCT), na Teoria Fundamentada proposta por Strauss e Corbin (2008) e no trabalho comparativo a respeito do aborto desenvolvido por Ferree et. al. (2002a) e ¿ principalmente ¿ nas contribuições de Dorothy Nelkin a respeito de controvérsias científicas. O material abordado ¿ a codificação de 14 apresentações e o perfil de 14 convidados ¿ aponta que os convidados anti e pró-escolha, além de divergirem quanto à regulamentação, à legalização e ao direito e acesso ao aborto, também tendem a perceber o aborto, o feto e as mulheres de modo diverso. Contudo, é notável a centralidade do recurso à autoridade cognitiva da ciência como forma de conferir legitimidade aos convidados anti e pró-escolha e as declarações proferidas por eles. Além disso, ressalta-se a permanência da visão dos cientistas como imparcial e objetiva, e da ciência como atividade independente das instituições e ambos como árbitros legítimos acerca de questões controversas em decorrência da promoção de políticas públicas

Abstract: This dissertation presents the controversy about abortion within the public hearings held by the Human Rights Commission (CDH) in the Brazilian Federal Senate for the instruction of the Legislative Sugestion ¿ SUG 15/2014; which proposes to regulate the interruption of pregnancy within the first twelve weeks of gestation by the Brazilian Public Health System, SUS. In order to detect the speeches/(discourses) used to describe Abortion, the fetus, women, as well as the resources used to the legitimate their statements, this research bases it self in the studies of controversy as part of the Social Studies of Science and Technology (SSST), in the Grounded Theory proposed by Strauss and Corbin (2008 ) and, in the comparative work developed by Ferree et. Al. (2002a) and ¿ foremost ¿ in Dorothy Nelkin's contributions to the studies of scientific controversies. The material covered ¿ the coding of 14 presentations and the profiling of 14 guests ¿ indicates that anti-choice and pro-choice groups, as well as diverging in terms of regulation, legalization and access to abortion, also tend to perceive Abortion, the fetus and women differently. However, it is noteworthy the centrality of the resource to the cognitive authority of science (is used to) in order to provide legitimacy to anti-choice and pro-choice groups and their respective statements. Futhermore, it emphasizes a perpetuation of the standpoint of scientists as impartial and objective, and of science as an independent activity of institutions, and of both, that is, of science and scientists as legitimate regulators on controversial issues in the promotion of public policies
Subject: Aborto
Feto
Mulheres
Controvérsias
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_GedalvaDe_M.pdf939.74 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.