Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/324658
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE DE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.titleO Mediador De Conflitos Escolares: Experiências Na América Do Sulen
dc.title.alternativeThe Mediator Of School Conflicts: Experiences In South Americapt_BR
dc.contributor.authorPossatopt_BR
dc.contributor.authorBeatris Cristina; Rodríguez-Hidalgopt_BR
dc.contributor.authorAntonio J.; Ortega-Ruizpt_BR
dc.contributor.authorRosario; Zanpt_BR
dc.contributor.authorDirce Djanira Pachecopt_BR
unicamp.authorUniversidade Estadual de Campinas, Campinas SP, Brazilpt_BR
unicamp.author.externalUniversidade Cidade de São Paulo, São Paulo SP, Brazilpt_BR
unicamp.author.externalUniversidade de Córdoba, Córdoba, Spainpt_BR
dc.subjectMediaçãoen
dc.subjectConflitoen
dc.subjectViolência Escolaren
dc.subjectMediationen
dc.subjectConflicten
dc.subjectSchool Violenceen
dc.subjectMediaciónen
dc.subjectConflictoen
dc.subjectViolencias Escolaresen
dc.description.abstractEste artigo discute a mediação de conflitos, como forma para amenizar as violências escolares, que nasce nos meios jurídicos nos Estados Unidos, difunde-se pela Europa e posteriormente pela América do Sul, inclusive no Brasil. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica, buscando documentos oficiais, investigações e livros publicados sobre essas experiências em diversos países. Há uma expansão de programas e projetos que utilizam a mediação de conflitos ao longo da última década nos países da América do Sul. Analisando esses programas podemos perceber que há muito investimento nesse tipo de estratégia, que é apenas uma entre outras para auxiliar as escolas com a problemática da violência. Mesmo assim, a mediação de conflitos torna-se elemento central dos programas educacionais. Para definir-se a melhor atuação em determinada sociedade ou realidade escolar seria necessária uma investigação extensa para avaliar a melhor estratégia, porém, a mediação de conflitos vem expandindo-se cada vez mais, indiscriminadamente.en
dc.relation.ispartofPsicologia Escolar e Educacionalpt_BR
dc.publisherAssociação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)pt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.citationPsicologia Escolar E Educacional. Associação Brasileira De Psicologia Escolar E Educacional (abrapee), v. 20, n. 2, p. 357 - 366pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.description.volume20pt_BR
dc.description.issuenumber2pt_BR
dc.description.firstpage357pt_BR
dc.description.lastpage366pt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.sourceScielopt_BR
dc.identifier.issn1413-8557pt_BR
dc.identifier.idScieloS1413-85572016000200357pt_BR
dc.identifier.urlhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572016000200357pt_BR
dc.date.available2017-08-30T17:36:59Z-
dc.date.accessioned2017-08-30T17:36:59Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-08-30T17:36:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 S1413-85572016000200357.pdf: 328732 bytes, checksum: d8c65fc4cad18c08e3598ae61ace465a (MD5) Previous issue date: 2016en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/324658-
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File SizeFormat 
S1413-85572016000200357.pdf321.03 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.