Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/324457
Type: Artigo
Title: Exposições Tóxicas Em Crianças A Saneantes De Uso Domiciliar De Venda Legal E Clandestina
Title Alternative: Toxic Exposures In Children Involving Legally And Illegally Commercialized Household Sanitizers
Author: Campos
Alessandra Marcuz de Souza; Bucaretchi
Fábio; Fernandes
Luciane Cristina Rodrigues; Fernandes
Carla Borrasca; Capitani
Eduardo Mello de; Beck
Ana Raquel Medeiros
Abstract: Analisar e comparar as repercussões clínicas dos acidentes com saneantes de uso domiciliar de origem legal e ilegal (clandestina) em crianças menores de 7 anos. Estudo descritivo de corte transversal, com dados obtidos dos prontuários eletrônicos do Centro de Informações e Assistência Toxicológica de referência regional, no período de um ano completo. Foram realizadas análises estatísticas descritivas não paramétricas e de testes de associação. Resultados: A amostra foi constituída de 737 casos. A maioria das exposições ocorreu em crianças menores de 3 anos (mediana: 1 ano, intervalo interquartil: 1-3 anos) na residência habitual (92,9%) e por ingestão (97,2%). Os produtos envolvidos foram saneantes de baixa toxicidade sem efeito cáustico (38,9%), com efeito cáustico (24,1%), hidrocarbonetos (19,3%), inseticidas/raticidas (16,6%), e outros produtos (1,1%). Setenta casos decorreram de exposições a produtos clandestinos, principalmente cáusticos (n=47) e raticidas (n=15). Entre as 337 crianças que apresentaram manifestações clínicas pós-exposição, as ocorrências mais frequentes foram vômitos (n=125), queimaduras orais (n=74), tosse (n=35), salivação (n=26) e dor abdominal (n=25), significativamente mais comum com produtos clandestinos (55/70 versus 282/667; p<0,01). Dezenove crianças foram hospitalizadas (cáusticos, n=17; produtos clandestinos, n=12; mediana do tempo de internação: 2 dias), e 22 foram submetidas à endoscopia digestiva alta (hidróxido de sódio, n=14; produtos clandestinos, n=14), com alterações em 12 casos (grave=2). Não houve óbitos. Exposições tóxicas a saneantes de uso domiciliar de origem clandestina estão associadas com maior morbidade quando comparadas aos de venda autorizada.
Subject: Envenenamento
Saneantes
Produtos Domésticos
Cáusticos
Endoscopia
Criança
Poisoning
Sanitizing Products
Household Products
Caustics
Endoscopy
Child
Editor: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Rights: aberto
Address: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-05822017000100011&script=sci_abstract&tlng=pt
Date Issue: 2017
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0103-05822017000100011por.pdf225.79 kBAdobe PDFView/Open
S0103-05822017000100011eng.pdf229.55 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.