Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/324275
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Programa Bolsa Família para além da renda e dos indicadores = a pobreza em perspectiva = Bolsa Família Program beyond income and indicators: poverty in perspective
Title Alternative: Bolsa Família Program beyond income and indicators : poverty in perspective
Author: Cassaro Filho, Eugênio Benedictus, 1986-
Advisor: Serafim, Milena Pavan, 1981-
Abstract: Resumo: O presente estudo apresenta a pobreza sob duas perspectivas: enquanto produto/produtora de indicadores sociais e enquanto fenômeno multidimensional, multifacetado e multideterminado presente em experiência com famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família (PBF) em Minas Gerais. Para este reconhecimento partiu-se de um levantamento bibliográfico acerca dos paradigmas de pobreza, no esforço de enxergá-la como uma representação histórica e socialmente compartilhada por agentes científicos/políticos. Tais paradigmas influenciaram a construção de indicadores e a forma como pobreza foi traduzida em termos numéricos e quantitativos. Nesta transformação aceita-se como hipótese inicial que algo se perdeu entre o que se vive e o que se conta do que se vive em pobreza. Através da triangulação sequencial em métodos mistos (método de cruzamento entre abordagens quantitativas e qualitativas), a pesquisa contribui para manter a conversa entre números e experiência fluindo, no sentido de complexificar a questão e resgatar seu sentido relacional. Num primeiro momento, a partir de dados de bases secundárias (IBGE, PNAD, CAGED, Programa Porta a Porta) foi elaborado um survey quantitativo em pobreza. Através da espacialização de dois índices em pobreza de tradições epistemológicas distintas (um representando a unidimensionalidade de renda e outro o conceito em multidimensionalidade), foram escolhidas três localidades da região norte do estado para a atividade de campo, que representavam contrastes e discrepâncias entre renda e questões estruturais. Num segundo momento a pesquisa toma um caminho exploratório com apoio da antropologia da política e da hermenêutica, onde foram registradas falas e histórias de vinte famílias beneficiárias do PBF pela convivência compartilhada com os moradores em suas casas, estabelecendo conexões entre os dados em pobreza e a percepção dos beneficiários acerca das privações crônicas (intergeracional) e transitórias (situacional). Foi percebido que os indicadores de pobreza não conseguem captar a natureza política do fenômeno pela forma como coletam os dados, pela natureza das informações contidas nos índices, pela baixa integração de suas dimensões e ponderação e pela própria significação de pobreza dos indivíduos-tema que é muito singular e de base experencial. Os indicadores são capazes de reconhecer assim algumas demandas de proteção social que emanam da situação de pobreza, mas não conseguem captá-la enquanto experiência de poder. O "Bolsa Família" apareceu em diversas falas como um participante significativo neste cenário de intenção, pois agencia uma série de possibilidades até então subtraídas, negadas e exclusas. Por outro lado, o programa ainda se apresenta com alguns mistérios e com pouca participação de seus usuários em ações complementares para além das condicionalidades. Assim como nos indicadores o PBF carece de politicidade. Aspectos relativos às capacidades e liberdades individuais e familiares foram descritos para compor um cenário de leitura do fenômeno, que não implique apenas a falta como centralidade, mas o sentimento de impotência, a repressão de vantagens e oportunidades sociais e o enfrentamento a tudo isso

Abstract: This study presents the poverty under two perspectives: as a product/producer of social indexes and as a multidimensional, multifaceted and provided by multi-aspects phenomena observed on benefited families of Bolsa Família Program (PBF) in the state of Minas Gerais. A bibliographical analysis about the paradigm of poverty was an initial step in this research; it was done as an effort to picture the poverty as an historical and social representation shared by scientific/political agents. These paradigms influenced the construction of indicators and the way that poverty was represented in numerical and quantitative terms. An initial hypothesis for this transformation is the idea that something was lost between the real situation lived in poverty and what is told about this situation. Though a sequential mixed models of triangulation (a technique that combines quantitative and qualitative approaches), the research contributes to maintain the link between numbers and experiences flowing in the direction to enlarge the question and recapture its relational sense. Primarily, a quantitative survey about poverty was elaborated based on secondary databases (IBGE, PNAD, CAGED, IPM Porta a Porta Program). Though the settlement of two distinctive epistemological indexes (the first representing the single-dimension and the second representing the multi-dimension of family income) three different locations were chosen in the north of the state to effectuate the field research on areas presenting contrasts and discrepancies between income and structural issues. In a second moment, speeches and reports from twenty benefited families of PBF, supported by theories of political anthropology and hermeneutics, were recorded while living with the members of the families inside their homes, becoming possible to establish the connection between the data related to poverty and the perception of the beneficiaries about the chronic and transitory privations. It was realized that poverty indexes are not able to fully forecast the political nature of the phenomenon. I happens due the fact the way the data are collected, due the nature of the information comprised in the indexes, due the poor integration between dimensions and debates and the idea of poverty had by the researched group, which is very singular experiential based. The indexes are able to recognize few demands related to social protection generated by the situation of poverty, but they are not able to comprehend them while an experience of power. "Bolsa Família" was cited in different speeches as an important player in this intention scenario, because it is related to many withdrawn, denied and excluded possibilities. In the other hand, the program is still presented having some mysteries and little participation of the beneficiaries developing complementary actions further conditions. PBF and its indexes need politicity. Aspects related to the capacities, individual and family freedom were described to form the picture to understand the phenomenon. The absence shall not be the only one in the center, the feeling of incapability, the repression of social advantages and opportunities and the fight for it shall be there too
Subject: Programa Bolsa Família (Brasil)
Pobreza - Aspectos econômicos
Pobreza - Aspectos sociais
Indicadores sociais
Interdisciplinaridade
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FCA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
CassaroFilho_EugenioBenedictus_M.pdf4.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.