Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322810
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação de densidade mineral óssea e composição corporal em portadores de doença de Crohn : associações com perfil inflamatório, uso de corticóide e sexo
Title Alternative: Evaluation of bone mineral density and body composition in patients with Crohn's disease
Author: Lazzarini Barreto, Maria Rita, 1981-
Advisor: Coy, Claudio Saddy Rodrigues, 1961-
Abstract: Resumo: Introdução: Osteoporose e osteopenia são doenças multifatoriais que acometem até 42% de portadores de Doença de Crohn (DC). Podem ser decorrentes, entre outros, do próprio processo inflamatório, uso de corticóides, gênero, tempo de evolução, composição corporal (perda de massa muscular), desnutrição, classificada por um IMC como baixo peso e associada à absorção deficiente de nutrientes (cálcio e vitamina D). Objetivo: Correlacionar a composição mineral óssea em portadores de DC com fatores associados com a atividade inflamatória e composição corporal. Métodos: As avaliações da densitometria óssea, composição corporal e estimativa da gordura visceral foram realizadas por meio do Dual Energy X-Ray Absorptiometry (DEXA). Empregou-se o índice de atividade da doença de Crohn (IADC), PCR, uso de corticóide. Resultados: Foram avaliados 50 indivíduos com DC, com idade média de 41,04±13,32 anos sendo 27 (54%) homens. Da população estudada, 81,08% encontravam-se em remissão clínica (IADC 87,72±71,04); 76% nunca fumaram; 14% fizeram uso de corticoide no último ano. O PCR médio foi de 3,05±0,87. O percentual de gordura corporal foi de 30,9 nas mulheres e 20,23 nos homens. A medida da gordura visceral foi de 830,00±495g nas mulheres e de 899,37±729g nos homens. A ocorrência de osteopenia/osteoporose no fêmur e coluna foi 24% e 28% segundo o z-score. Na análise multivariada, quanto menor o z-score no femur, maiores os valores de PCR (p=0,0169) e gordura visceral (p=0,0177) e menor a idade (p=0,0192). No modelo de regressão logística, a cada unidade a mais de PCR, maior a chance de desenvolver osteopenia/osteoporose, OR=1,292; (p=0.0172). O uso de corticoide aumentou em 6 vezes a ocorrência de osteopenia/osteoporose no femur (OR=5.83; p=0,0399). Conclusão: Níveis elevados de PCR, o uso de corticoide e aumento de gordura visceral associaram-se com a ocorrência de osteopenia/osteoporose na DC

Abstract: Introduction: Osteoporosis and osteopenia are multifactorial diseases that affect up to 42% of patients with Crohn's Disease (CD). They may include, but are not limited to, the inflammatory process itself, corticoid use, gender, time of evolution, body composition (loss of muscle mass), malnutrition, classified as low weight BMI and associated with poor nutrient absorption (calcium and D vitamin). Objective: To correlate the bone mineral content in patients with DC with factors associated with inflammatory activity and body composition. Methods :. Assessments of bone density, body composition and estimation of visceral fat were performed using Dual Energy X-Ray Absorptiometry (DEXA). He used the Crohn's disease activity index (IADC), PCR, corticoids. Results: We evaluated 50 patients with DC, with an average age of 41.04 ± 13.32 years and 27 (54%) men. The studied population, 81.08% were in clinical remission (IADC 87.72 ± 71.04); 76% had never smoked; 14% used steroids in the past year. The mean CRP was 3.05 ± 0.87. The body fat percentage was 30.9 for women and 20.23 for men. The measure of visceral fat was 830.00 ± 495g for women and 899.37 ± 729g in men. The occurrence of osteopenia / osteoporosis in the femur and spine was 24% and 28% according to the z-score. In multivariate analysis, the lower the z-score in the femur, the higher the CRP values ??(p = 0.0169) and visceral fat (p = 0.0177) and lower age (p = 0.0192). In the logistic regression model, each unit more PCR, the greater the chance of developing osteopenia / osteoporosis, OR = 1,292; (P = 0.0172). The use of corticosteroids increased by 6 times the occurrence of osteopenia / osteoporosis in femur (OR = 5.83; p = 0.0399). Conclusion: High levels of CRP, the use of corticosteroids and increased visceral fat were associated with the occurrence of osteopenia / osteoporosis in DC
Subject: Densidade óssea
Doenças ósseas metabólicas
Osteoporose
Composição corporal
Editor: [s.n.]
Citation: LAZZARINI BARRETO, Maria Rita. Avaliação de densidade mineral óssea e composição corporal em portadores de doença de Crohn: associações com perfil inflamatório, uso de corticóide e sexo. 2017. 1 recurso online (56 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/322810>. Acesso em: 1 set. 2018.
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Barreto_MariaRitaLazzarini_M.pdf1.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.