Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322694
Type: TESE DIGITAL
Title: (Sobre)viver : luto, culpa e narração na literatura pós-ditatorial
Title Alternative: On living and surviving : mourning, guilt and testimony in the post-dictatorship literature
Author: Cruz, Lua Gill da, 1990-
Advisor: Seligmann-Silva, Márcio, 1964-
Abstract: Resumo: Este trabalho realiza uma leitura comparativa entre as obras da literatura contemporânea brasileira K. - relato de uma busca (2011) e Não falei (2004), tendo em vista o teor testemunhal dessas obras em relação ao período da ditadura civil-militar brasileira. Escritas com um distanciamento temporal de mais de quarenta anos, as obras constroem uma leitura acerca do passado histórico a partir do presente, e principalmente da tentativa de elaboração da experiência traumática por parte dos sobreviventes. A inscrição do trauma dos sobreviventes percorre, principalmente, as questões do luto e da culpa; bem como a dificuldade da realização do trabalho de luto e da expiação. A narração e o testemunho serão, dessa forma, uma tentativa necessária, ainda que fragmentária e determinada sob o signo da impossibilidade, de elaboração da experiência. De outra parte, as obras debatem a crítica e a autocrítica das violências perpetradas durante o período ditatorial brasileiro, bem como exigem a definição das responsabilidades e de formas de reparação. Refletem sobre o passado no contexto de seu tempo, o presente, sobre uma história que ainda não acabou, mas que é decidida também pelo movimento dos dias atuais. A leitura intertexual perpassa os debates dos campos do saber da literatura, da filosofia, da psicanálise, da história e da educação, bem como de outras criações literárias e artísticas

Abstract: This work is about a comparative reading between the contemporary Brazilian books K. - relato de uma busca (2014) e Não falei (2004), towards its testimonial content about the Brazilian civilian and military dictatorship. Written with a passage of more than forty years apart of the event, the literary works build a type of reading about the historical past from the current days, and mostly about the survivors¿ attempt of working through the traumatic experience. The survivors¿ trauma inscription is about, mostly, the issues of mourning and guilt; and the associated difficulties in the work of mourning and atonement. Thereby, the narration and the testimony goes through the the traumatic experience elaboration and the imperative to tell, even though in a fragmentary and difficult way. This work also discusses the criticism and the self-criticism about the violence perpetrated during the dictatorships¿ period. The literary pieces reflect about the past regarding their own written time - the present - about a history that is not over, but it is also decided in the current days. The intertextual reading goes through debates of different fields, such as literature, philosophy, psychoanalysis, history and education, as well as other literary and artistic creations
Subject: Kucinski, Bernardo, 1937-. K. : relato de uma busca
Bracher, Beatriz, 1961-. Não falei
Literatura moderna
Ditadura - Brasil - História - Séc. XX
Militarismo - Brasil
Violencia Politica
Luto
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cruz_LuaGillDa_M.pdf2.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.