Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322653
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Viagens às estâncias hidrominerais de São Paulo : cura, regeneração, divertimento e educação do corpo nas décadas de 1930 e 1940
Title Alternative: Traveling to thermal springs in São Paulo : practices of healing, amusement, regenerating and body education in the 1930s and 1940s
Author: Medeiros, Daniele Cristina Carqueijeiro de, 1991-
Advisor: Soares, Carmen Lúcia, 1956-
Abstract: Resumo: As indicações de viagens com destino a lugares em que uma natureza preservada e, ao mesmo tempo, lapidada pela mão humana tornaram-se mais frequentes no início do século XX no Brasil. Prescritas por um discurso médico que considerava os benefícios oriundos dessa natureza preservada como contrapontos à aglomeração urbana, elas se tornaram uma necessidade para parte significativa da população. Este discurso, que teve seu esplendor em cidades como São Paulo na década de 1930, tomava as estâncias hidrominerais como locais mais apropriados para refazer as forças, recobrar o equilíbrio e a energia do corpo e do espírito, já que eram dotadas de natureza exuberante e modelada pela mão humana. É desse modo que parte de um pensamento médico do período, passa a enaltecer os benefícios para a saúde da população urbana e a indicar este destino em diferentes publicações científicas, bem como naquelas voltadas a vulgarização destes trabalhos. Assim, as estâncias hidrominerais se fizeram importante reduto de uma nova educação do corpo e práticas de exercícios físicos, quer sejam indicadas por um discurso médico que prescrevia uma fuga em direção à natureza, ou através de novos divertimentos procurados pelos viajantes. Entre curas, regenerações e divertimentos, este trabalho propõe uma viagem em meio a natureza nas estâncias hidrominerais de Serra Negra e Águas de Lindoia, nas décadas de 1930 e 1940, período de seu esplendor

Abstract: The indication of travelling destinations amid a preserved nature that is at the same time polished by human hands became more frequent in Brazil at the beginning of the 20th century. Prescribed by the medical discourses that considered the benefits originated from this preserved nature as a counterpoint to urban areas, they became a need for a great part of the population. This discourse had its glory in cities like São Paulo during the 1930s and understood thermal springs as the most appropriate places for restoring strength and recovering the balance and energies of both body and spirit, because they had a nature that was at the same time exuberant and shaped by human hands. This is the reason why such places were praised by the medical thought of the period and indicated in scientific magazines and promotional materials as suitable destinations for recovering the health of urban populations. Thermal springs were thus an important place for a new education of the body and the practice of physical exercises, whether they were indicated by medical doctors who prescribed an "escape" towards nature, or they were new amusements searched by travelers. Between healing, recovering and amusements this research proposes a travel through the nature of thermal springs from Serra Negra and Lindoia during their glory period in the 1930s and 1940s
Subject: Educação
Corpo
Natureza
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Medeiros_DanieleCristinaCarqueijeiroDe_M.pdf4.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.