Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322471
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Resposta mecânica e imuno-histoquímica do ligamento periodontal de ratos com trauma oclusal dental = Mechanical and immunohistochemistry response of periodontal ligament of rats with dental traumatic occlusion
Title Alternative: Mechanical and immunohistochemistry response of periodontal ligament of rats with dental traumatic occlusion
Author: Padilha, Edna Zakrzevski, 1984-
Advisor: Prado, Felippe Bevilacqua, 1980-
Abstract: Resumo: A homeostase do ligamento periodontal e, consequentemente, a manutenção do espaço periodontal, é atingida através da adaptação do ligamento periodontal às forças aplicadas e a mecanismos celulares que regulam a promoção e supressão da formação de osso, cemento e ligamento periodontal. O presente estudo buscou investigar se um trauma oclusal nos molares superiores em ratos resulta em alterações de expressão proteicas e mecânicas no ligamento periodontal. Foram utilizados 50 ratos machos, 40 no grupo experimental, sendo distribuídos em 4 subgrupos (n=10) de acordo com o período de eutanásia: 7, 14, 21 e 28 dias pós aplicação de resina fotopolimerizável no 1º molar superior, e 10 no grupo controle que foram eutanasiados após 28 dias. Após a eutanásia, as cabeças dos 50 ratos foram destinadas para análise imuno-histoquímica. Os anticorpos primários utilizados foram a Osteoprotegerina (OPG) e Receptor activator of nuclear factor kappa-B ligand (RANKL). Foi avaliada a expressão das imunomarcações pela atribuição de diferentes "scores" variando entre marcações leve, moderada, intensa, de acordo com a área das células imunomarcadas para cada período estudado. Para a análise de elementos finitos, uma cabeça do grupo controle e uma do grupo experimental foram escaneadas em um microtomógrafo para a construção da geometria 3D utilizada na simulação computacional. A análise foi realizada para simular uma mordida posterior com a associação entre a ação da musculatura mastigatória de elevação da mandíbula do rato e a força de mordida de 20N aplicada sobre o primeiro molar superior. As deformações relacionadas às alterações na morfologia foram avaliadas pelo cálculo das deformações mínimas principais. A análise imuno-histoquímica apresentou respostas diferentes quanto à expressão de OPG e RANKL, com oscilação na intensidade da marcação de ambas as proteínas no grupo experimental. Entre os grupos controle e experimental, a expressão de OPG foi semelhante no grupo controle e no período de 7 dias com contato prematuro, apresentando predomínio de atividade leve; nos demais períodos houve expressão moderada. Já a expressão de RANKL foi de leve a moderada no grupo controle e intensa no grupo experimental no período de 7, 21 e 28 dias. No grupo experimental, a oscilação na intensidade das marcações ocorreu no período de 14 dias, sendo moderada. Quanto às deformações mínimas principais localizadas no ligamento periodontal do grupo experimental pode-se observar regiões de compressão mais elevadas que do grupo controle, ultrapassando deformações iguais a -3,3e-8 (3,3x10-10) mm/mm. Pode-se concluir que o trauma oclusal causou alterações associadas à atividade das células presentes no ligamento periodontal, ligadas à remodelação óssea, e os estímulos mecânicos, com aumento de compressão e da expressão de RANKL

Abstract: Periodontal ligament homeostasis is achieved by adapting the periodontal ligament to applied forces and cellular mechanisms that regulate the promotion and suppression of bone, cementum and periodontal ligament formation. The aim of the present investigation was to evaluate the mechanical and the immunohistochemistry response of PDL of upper first molar of rats with dental traumatic occlusion. Fifty male rats (Rattus norvegicus albinos), Wistar linage, with 2 months of age (weight, 200-250g) were submitted two separate groups for the experiments. In experimental group (n=40), the rats were submitted to unilateral application (right side) of light-cured composite resin on the occlusal face of upper first molar, simulating a dental traumatic occlusion condition. Then these animals were divided into 4 subgroups (n = 10) according to the euthanasia period: 7, 14, 21 and 28 days after application of the resin. In control group (n=10) the dentition was maintained without application of resin and from the early age (two months), the animals were euthanized to 28 days. All the specimens (head of rats) were fixed in formalin. The specimens were dissected and the right maxillary was removed to decalcified and processed to imunohistochemistry analysis. Primary antibodies were used: osteoprotegerin and receptor activator of nuclear factor kappa-B ligand. The finite element analysis was set to simulate a maxillary molar biting through the rat masticatory muscles activity and the molar bite force with 20 N magnitude on the maxillary molars, which features the normal occlusal contact in physiological condition, i.e. without significant bone remodeling changes. In the experimental condition, the same forces of muscles and molar biting were applied on the resin surface, featuring the dental traumatic occlusion. The immunohistochemical analysis presented different responses regarding the OPG and RANKL expression, which there was oscilation in the intensity in both protein in the experimental group. In periodontal ligament, the control group was observed a medium compressive strain response and in the experimental group the strains presented a medium to high compressive strain response. In conclusion, dental occlusal trauma caused changes associated with the activity of cells present in the periodontal ligament, linked to bone remodeling, and mechanical stimuli
Subject: Ligamento periodontal
Oclusão dentária traumática
Imuno-histoquímica
Análise de elementos finitos
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Padilha_EdnaZakrzevski_D.pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.