Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322465
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Patrimônio cultural, turismo e a renovação das cidades : aproximações e dissonâncias entre Barcelona e Rio de Janeiro
Title Alternative: Cultural heritage, tourism and the urban renewal : approximations and dissonances between Barcelona and Rio de Janeiro
Author: Fernandes, Ana Maria Vieira, 1981-
Advisor: Luchiari, Maria Tereza Duarte Paes, 1961-
Abstract: Resumo: É cada vez maior o número de cidades que, ao passarem da industrialização para a economia de serviços, buscaram se posicionar competitivamente no mercado global. A corrida por esse posicionamento materializa-se por lógicas como o empreendedorismo urbano e a gestão das cidades orientada por meio do chamado marketing urbano. Muitas cidades vivenciam processos de renovação urbana a partir da realização de megaeventos como os Jogos Olímpicos, de modo a atrair capital estrangeiro por meio de investidores e turistas. Neste cenário, a apropriação do patrimônio cultural pela atividade turística converte o valor de uso dos bens culturais em valor de troca, diversificando a oferta turística das cidades renovadas. Por outro lado, esse processo também impulsiona a patrimonialização de bens culturais pela UNESCO, potencializando novas condições de produção do espaço. Essas lógicas globais vêm se concretizando na cidade do Rio de Janeiro, sede de alguns megaeventos a partir da década de 1990, Paisagem Cultural nomeada pela UNESCO como Patrimônio Mundial, em 2012, e com os Jogos Olímpicos, em 2016, eventos que consagraram a promoção de sua imagem. A capital carioca passou por um processo de renovação urbana inspirado na cidade catalã de Barcelona (ES), que se renovou na ocasião dos Jogos Olímpicos de 1992. O êxito de suas intervenções, reconhecido internacionalmente como "modelo Barcelona", utilizou, entre outras ações, o patrimônio cultural modernista como estratégia de marketing urbano, impulsionando a sua patrimonialização pela UNESCO. Considerando o contexto apresentado, confirmamos a relação integrada e contraditória entre patrimônio cultural, turismo e renovação nesta nova forma de urbanismo que é impulsionada pelo mercado global, pela centralidade da cultura nas estratégias de competitividade e por processos socioespaciais que se concretizam na escala local de forma material e simbólica. O objetivo geral desta tese é identificar e analisar as possíveis aproximações e dissonâncias existentes entre as cidades de Barcelona e do Rio de Janeiro no que tange aos processos de patrimonialização pela UNESCO que atingem a ambas, considerando o contexto da renovação urbana que vivenciaram e a relação de ambas com o turismo. A verificação empírica deste processo nas duas cidades permitiu a compreensão de como algumas lógicas globais contemporâneas, tal como o urbanismo impulsionado pelos megaeventos, a patrimonialização de bens culturais e a sua exploração pelo mercado turístico se materializam nas escalas locais das cidades

Abstract: The number of cities that, when moving from industrialization to services economy, have sought to position themselves competitively in the global market. The race for this position is materialized by logics such as urban entrepreneurship and city management guided by the so-called urban marketing. Many cities experience urban renewal processes from the mega-events such as the Olympic Games, in order to attract foreign capital through investors and tourists. In this scenario, the appropriation of cultural heritage by tourism converts the value of use of cultural heritage into exchange value, diversifying the tourism offer of the renovated cities. On the other hand, this process also boosts the patrimonialization of cultural heritage by UNESCO, potentializing new conditions of space production. These global logics are taking place in the city of Rio de Janeiro, who hosted some mega-events since the 1990s, Cultural Landscape nominated by UNESCO as World Heritage in 2012, and with the Olympic Games in 2016, events that promoted the promotion of its image. The capital of Rio de Janeiro has undergone a process of urban renewal inspired by the Catalan city of Barcelona (ES), which was renewed on the occasion of the Olympic Games of 1992. The success of its interventions, internationally recognized as "Barcelona model", used, among other actions, modernist cultural heritage as an urban marketing strategy, boosting its patrimonialization by UNESCO. Considering the context presented, we confirm the integrated and contradictory relationship between cultural heritage, tourism and renewal in this new form of urbanism that is driven by the global market, by the centrality of culture in the strategies of competitiveness and by socio-spatial processes that are concretized in the local scale of form material and symbolic. The general objective of this thesis is to identify and analyze the possible approximations and dissonances between the cities of Barcelona and Rio de Janeiro regarding the processes of patrimonialisation by UNESCO that affect both, considering the context of the urban renewal that they experienced and the relation of both of then with tourism. The empirical verification of this process in both cities allowed us to understand how some contemporary global logics, such as urbanism driven by mega-events, the patrimonialization of cultural heritage and their exploitation by the tourist market materialize in the local scales of cities
Subject: Patrimônio cultural
Turismo
Renovação urbana - Barcelona (Espanha)
Renovação urbana - Rio de Janeiro (RJ)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fernandes_AnaMariaVieira_D.pdf10.43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.