Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322406
Type: TESE DIGITAL
Title: Avaliação da formaçao de artefatos por implantes de zircônia em imagens de tomografia computadorizada de feixe cônico = Assessment of zirconium-implants-related artifact production on cone beam computed tomography images
Title Alternative: Assessment of zirconium-implants-related artifact production on cone beam computed tomography images
Author: Vasconcelos, Taruska Ventorini, 1985-
Advisor: Freitas, Deborah Queiroz de, 1977-
França, Deborah Queiroz de Freitas, 1977-
Abstract: Resumo: A produção de artefatos em imagens de tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC) é o principal limitador do uso dessa técnica na avaliação pós-operatória de implantes; no entanto, a quantidade de artefato é variável de acordo com o tipo de material presente na área de interesse, e o ajuste dos parâmetros de exposição é um meio capaz de aprimorar a qualidade da imagem. Atualmente, os implantes constituídos por material cerâmico, como a zircônia, podem representar uma alternativa às desvantagens do titânio; por outro lado, seu comportamento quanto à produção de artefatos e o efeito da variação dos parâmetros são ainda pouco conhecidos. Com isso, o objetivo nesse estudo foi avaliar a produção de artefatos derivados de implantes de zircônia nas imagens por TCFC, bem como comparar sua produção quando diferentes parâmetros de exposição são utilizados. Um implante de zircônia foi instalado no rebordo de uma mandíbula humana seca, e um bloco com densidade semelhante à do osso foi fixado na cortical vestibular, na região do implante, com a finalidade de padronizar a seleção das imagens a serem avaliadas. Água e cera utilidade foram utilizadas para atenuação do feixe de radiação e a posição do phantom foi padronizada com auxílio de material de moldagem de precisão. As imagens foram adquiridas com diferentes protocolos de exposição, que incluíram variação da kilovoltagem (kVp) (70, 76, 80, 86 e 90), dois modos de resolução (voxels 0,32 e 0,16) e ativação da ferramenta de redução de artefato (FRA), no aparelho ProMax 3D (Planmeca Oy, Helsinki, Finland), o qual fornecia as doses de exposição ao fim de cada escaneamento Para as avaliações, uma mesma reconstrução axial foi selecionada em todas as imagens, utilizando o bloco como referência, na região média do implante. Posteriormente, as imagens axiais selecionadas foram avaliadas no software ImageJ, no qual foram adquiridos histogramas para duas áreas de interesse (ROI): área controle e área implante, determinadas na água e no osso próximo ao implante, respectivamente. Os valores do desvio padrão dos tons de cinza (SD) foram obtidos, a taxa de contraste-ruído (CNR) foi calculada e os resultados avaliados através da análise de regressão linear múltipla e análise de variância. Os valores de SD diminuíram com o aumento do kVp e a ativação da FRA. Já a CNR foi significativamente afetada pela variação do protocolo (p = 0.0025), e a influência foi relacionada ao uso da FRA. A associação entre FRA e baixa resolução promoveu um aumento da CNR de acordo com a elevação da kVp utilizada. Assim, pôde-se concluir que, apesar da produção significativa de artefatos na presença de implante de zircônia, determinados protocolos de exposição são capazes de reduzir o ruído e a variação de cinza produzidos nas imagens. Por isso, o ajuste desses parâmetros deve ser realizado, ponderando-se também a dose de radiação, sendo o protocolo de maior kVp, baixa resolução e uso da FRA o mais indicado, por apresentar dose de radiação reduzida e significativa melhora da qualidade da imagem

Abstract: Artifacts produced by high-density materials in CBCT images is one of the main Oral Radiology¿s concern that usually restrain the use of this exam modality on post implant evaluation. Nevertheless, the amount of artifact generation may vary widely regarding the material density, and different exposure settings can provide some reduction on it, improving the image quality. Nowadays, ceramic-based implants, as the zirconium ones, might be used as an alternative to titanium disadvantages, although, its artifact production on those images and their response to different settings are still unknown. Due to this, the aim of the present study was to quantify artifacts produced by zirconium implants on CBCT images, obtained from a wide range of exposure protocols, comparing their related production. In a superior border of a dry human mandible, a zirconium implant was placed, and an epoxy resin¿based tissue substitute block (ERB) was fixed in contact with the buccal cortical plate, in the middle region of the implant, in order to be used as a reference of the implant position at the image evaluation. Water and wax were used to simulate soft tissue attenuation, and the phantom position was standardized in a plastic box with impression material. Twenty scans were performed in a ProMax 3D (Planmeca Oy, Helsinki, Finland) unit under different exposure protocols, involving Kilovoltage (kVp) settings (70, 76, 80, 86 e 90), 2 resolution modes (voxels sizes 0,32 and 0,16) and the metallic artifact reduction tool (MAR) activation. By the end of each scanning process, the exposure dose was available. Using the ERBS block as a reference, a same axial slice, in the middle region of the implant, were chosen in each dataset and these images were analysed using the ImageJ software. The area histogram were calculated in two regions of interest (ROI), control and implant area, determined at water and bone respectively. The gray voxel level standard deviation (SD) and the contrast-to-noise ratio were determined (CNR), and the variables were analyzed using multiple linear regression analysis and one-way ANOVA. The SD values decreased with increasing KVp and the MAR activation, and the CNR was significantly affected by the settings (p = 0.0025), mainly related to the MAR use. On the other hand, when the MAR function was activated and the resolution was low, the CNR was greatly affected by a higher kVp. Thus, despite of a significant artifact production, some exposure protocols settings leads to a smoother image and decreases the gray level variation. Due to this, the exposure protocol adjustment should be highly recommended, considering the radiation dose; highlighting the higher kVp, low resolution and MAR activation protocol, as its presents a lower dose while improves the image quality
Subject: Tomografia computadorizada de feixe cônico
Implantes dentários
Artefatos
Cerâmica odontológica
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FOP - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vasconcelos_TaruskaVentorini_D.pdf1.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.