Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322398
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Diagnóstico de emissões de gases de efeito estufa em plataformas FPSO
Title Alternative: Diagnosis of greenhouse gases emissions in FPSO platforms
Author: Acevedo Blanco, Victor Leonardo, 1990-
Advisor: Gallo, Waldyr Luiz Ribeiro, 1954-
Abstract: Resumo: O presente trabalho apresenta um diagnóstico das emissões de Gases de Efeito Estufa, especialmente de dióxido de carbono (CO2) e metano (CH4), e em menor medida de N2O, em plataformas FPSO utilizando metodologias de cálculo da API (American Petroleum Institute), do IPCC (Intergovernmental Panel on Climate Change) e da EPA (US Environmental Protection Agency) como principais entidades internacionais de estudo em emissões de GEE na indústria petrolífera. Para a realização da presente análise, dados de projeto dos diferentes processos realizados na plataforma são utilizados para as estimativas de emissões, considerando regimes de operação constantes e simulações do sistema de processamento de óleo e gás no software Aspen HYSYS®. São identificados os principais pontos de emissão e considerados como fontes diretas de emissões de GEE, compreendidos nos processos principais de combustão (turbinas de geração elétrica e turbocompressores de CO2), flaring e Ventilação, assim como as emissões fugitivas. O estudo realizado contempla um alto teor de dióxido de carbono na composição molar do gás associado produzido, fator importante que é considerado na estimativa das emissões fugitivas das operações anteriores ao tratamento do gás. Os resultados obtidos pelas metodologias mencionadas anteriormente, são comparadas com simulações no software THERMOFLEX® para os processos de combustão, fatores de emissão para o venting e emissões fugitivas em equipamentos medidos em termos de CO2 equivalente. A informação resultante indica que em média 95% das emissões totais da plataforma são geradas por combustão. Também é identificado que a etapa de produção do campo determina os indicadores de emissão, sendo menos favoráveis nos últimos anos de produção de óleo e gás consumindo 2 vezes mais energia, e gerando 2,3 vezes maiores emissões em termos de hidrocarboneto produzido e em comparação a uma etapa inicial de máxima produção de óleo e gás. A análise estabelece um ponto de partida para a implantação de ações em eficiência energética na FPSO com o objetivo de reduzir as emissões de CO2 e CH4, assim como a identificação das maiores fontes de poluentes no processo de produção

Abstract: This work presents a diagnosis of Greenhouse Gas emissions, especially carbon dioxide (CO2) and methane (CH4), and in a lower detail N2O, for FPSO platforms using calculation methodologies from the API (American Petroleum Institute), IPCC (Intergovernmental Panel on Climate Change) and EPA (US Environmental Protection Agency), as they are recognized as the most important international agencies on GHG emissions studies in the oil and gas industry. To carry out this analysis, project data is used for the GHG emissions estimates considering operations under steady conditions and oil and gas processing system simulations in the Aspen HYSYS® software. The main emission sources, considered as GHG emissions direct sources, are identified, including the main combustion processes (Gas turbines for electric generation and CO2 turbocompressors), flaring and venting; as well as the fugitive emissions. The study assets a high CO2 content in molar composition of the associated gas, an important factor that is considered in estimating fugitive emissions during the processes of primary separation and main gas compression. The results obtained by the methods mentioned above, are compared with simulations in THERMOFLEX © software for combustion processes, emissions factors for venting and fugitive emissions in diverse equipment measured in terms of CO2 equivalent. The resulting information indicates that in average 95% of total emissions are produced by combustion sources. It is also identified that the field¿s production stage determinates de emissions indicators, being less favorable in the latest production stages of oil and gas consuming 2 times more energy and emitting 2.3 times CO2 in terms of produced hydrocarbon and in comparison with an initial stage of maximum oil and gas production. The assessment provides a starting point for the implementation of energy efficiency measures on the FPSO in order to reduce CO2 and CH4 emissions, as well as identifying the major sources of pollutants in the production process
Subject: Gases de efeito estufa
Dióxido de carbono
Metano
Combustão
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FEM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
AcevedoBlanco_VictorLeonardo_M.pdf2.37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.