Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322380
Type: TESE DIGITAL
Title: Possibilidades e limites da socialização de um trabalho pedagógico de Ciências com professoras dos anos iniciais
Title Alternative: Possibilities and limits of the socialization of a pedagogical work of sciences with teahers of the initial years
Author: Magalhães, Glória Lúcia, 1958-
Advisor: Almeida, Maria José P. M. de (Maria José Pereira Monteiro de), 1944-
Abstract: Resumo: Este estudo partiu de um questionamento frequente quando se pensa o ensino fundamental nos anos iniciais, as possibilidades e limites dos professores para ensinarem ciências. Como subsídios primeiros, consideramos posições sobre a formação docente, principalmente de Roseli Fontana; Henry Giroux e José Contreras. Neles encontramos a relevância da formação continuada na escola; da capacidade intelectual do professor e da sua autonomia, ou seja, a consideração de que é alguém capaz de conduzir sua prática docente, o que não implica em que isso ocorra isoladamente. Neste sentido, estabelecemos como objetivo deste estudo, desenvolver um trabalho com professoras em exercício nos anos iniciais do ensino fundamental, tendo em vista compreender algumas dessas possibilidades e limites. Propusemos as seguintes questões de estudo, relacionadas a esse objetivo: Como o trabalho desenvolvido com uma unidade de ensino sobre o tema chuva possibilitou o acesso a aspectos do imaginário das dez professoras, que participaram do estudo, sobre o ensino de ciências? Como sentidos anunciados nos roteiros elaborados por algumas dessas professoras, se fizeram presentes nas aulas ministradas por elas? Nos apoiamos na Análise de Discurso na vertente iniciada na França por Michel Pêcheux, principalmente em textos de Eni Orlandi, e em noções relacionadas à formação docente. Como instrumentos de coleta de informações foram utilizados questionários semiestruturados e a realização de episódios de ensino gravados em vídeo. Os resultados principais apontam que os períodos destinados a pensar o ensino de forma geral e o ensino de ciências propriamente dito, foram importantes para a reflexão de algumas professoras sobre assuntos considerados relevantes para um possível desenvolvimento nos anos iniciais do ensino fundamental. Os textos lidos, em particular um sobre o tema "Chuva" produzido por nós, contribuíram para a possibilidade das professoras vivenciarem outras experiências seguidas da realização de um episódio de ensino sobre o tema chuva. . Sobre as possibilidades e limites do trabalho com ciências nos anos iniciais do ensino fundamental as professoras apontaram entraves do desenvolvimento desse trabalho na escola, ao se referirem a situações como: os limites na autonomia para o trabalho; a adequação do currículo oficial; a necessidade de formação continuada; o espaço físico e materiais próprios nas escolas para realização de aulas de ciências. Trata-se de aspectos relevantes se esperarmos mudanças nas suas práticas pedagógicas

Abstract: This study started from a frequently question about elementary education in the early years, the possibilities and limits that teachers face to teach science. At first, we consider as a source positions about teacher's academic education, especially Roseli Fontana; Henry Giroux and José Contreras. We found the relevance of continuing education in the school; of teacher's intellectual capacity and his autonomy, in other words, the consideration that he is someone capable of conducting his teaching practice, which does not imply that this occurs by oneself. In this purport, we established as object of this study, the development of a work with teachers that educate in the initial years of elementary school, in order to understand some of these possibilities and limits. We proposed the following questions related to this object: How did the work developed in a teaching unit on the rain theme made it possible to access aspects of the imaginary of ten teachers who participated in the study on science teaching? How did the scripts prepared by some of these teachers appear during the classes taught by them? We rely on the Discourse Analysis, field initiated in France by Michel Pêcheux, also mainly in texts by Eni Orlandi, and in notions related to teacher academic formation. For the collection of information, semi-structured questionnaires were used and the teaching episodes were videotape. The main results indicated that the periods, intended to think about teaching in general and the teaching of science itself, were important for the reflection of some teachers on subjects considered relevant for a possible development in the initial years of elementary school. The reference texts, in particular on the theme "Rain" produced by us, contributed to the possibility of teachers gain other experiences followed by the realization of a teaching episode on rain. Regarding the possibilities and limits of work with science in the initial years of elementary education, the teachers pointed out obstacles to the development of this work in school, when referring to situations such as: limits on autonomy for work; The adequacy of the official curriculum; The need for continuing education; The physical space and materials in the schools for science classes. These are relevant aspects if we expect changes in the pedagogical practice
Subject: Formação continuada
Ensino de ciências
Ensino das series iniciais
Chuvas
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Magalhaes_GloriaLucia_D.pdf17.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.