Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/32235
Type: Artigo de periódico
Title: INFLUÊNCIA DO TEOR DE NITROGÊNIO NO CULTIVO DE Spirulina maxima EM DOIS NÍVEIS DE TEMPERATURA: Parte II: PRODUÇÃO DE LIPÍDIOS
Title Alternative: INFLUENCE OF THE NITROGEN LEVEL IN THE CULTIVATION OF Spirulina maxima IN TWO LEVELS OF TEMPERATURES: PART II: PRODUCTION OF LIPIDS
Author: MACEDO, Ricardo Verthein Tavares de
ALEGRE, Ranulfo Monte
Abstract: The micraolgae Spirulina maxima was cultivated in medium with 2,5g/L KNO3 (2,5N), proposed by Paoletti et al [10] and considered standard medium, in media with 0,2g/L KNO3 (0,2N) and in absence of nitrogen (0,0N) in temperatures of 25°C and 35°C. The composition of the dry cellular biomass presented to 35°C a medium increase of the total lipids, of 2,8 times of the middle with absence of nitrogen (0,0N) and 2,9 times of the half 0,2N in relation to the standard medium. To 25°C it presented a medium increase of 3,1 times of the medium with absence of nitrogen (0,0N) and 3,2 times of the half 0,2N in relation to the standard medium. The biomass in form of gel of each treatment was picked up and made the extraction of the total lipids, which were heavy in base evaporate. The statistical analyses of the results, in estimate non lineal with answer surface and multiple regression with analysis of residues, showed for the increase of the total lipids a lineal function with the temperature (T) and not lineal with the nitrogen (N), being adjusted to a model where the regression coefficient R=0,99459 and the equation LIPT = A+B²T+CN².
A microalga Spirulina maxima foi cultivada em meios com 2,5g/L KNO3 (2,5N), proposto por PAOLETTI et al [10] e considerado meio padrão, em meios com 0,2g/L KNO3 (0,2N) e em ausência de nitrogênio (0,0N) nas temperaturas de 25°C e 35°C. A composição da biomassa celular seca apresentou a 35°C um aumento médio dos lipídios totais, de 2,8 vezes do meio com ausência de nitrogênio (0,0N) e 2,9 vezes do meio 0,2N em relação ao meio padrão. A 25°C apresentou um aumento médio de 3,1 vezes do meio com ausência de nitrogênio (0,0N) e 3,2 vezes do meio 0,2N em relação ao meio padrão. A biomassa em forma de gel de cada tratamento foi recolhida e feita a extração dos lipídios totais, os quais foram pesados em base seca. As análises estatísticas dos resultados, em estimativa não linear com superfície de resposta e regressão múltipla com análise de resíduos, mostraram para o aumento dos lipídios totais uma função linear com a temperatura (T) e não linear com o nitrogênio (N), ajustando-se a um modelo onde o coeficiente de regressão R=0,99459 e a equação LIPT = A+B²T+CN ².
Subject: Spirulina
lipídios
nitrogênio
microalga
Spirulina
lipids
nitrogen
microalgae
Editor: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0101-20612001000200011
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612001000200011
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612001000200011
Date Issue: 1-Aug-2001
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0101-20612001000200011.pdf155.91 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.